A preguiça infantil: 6 conselhos para evitá-la

· 29 de abril de 2018
As seguintes dicas vão ajudar a enfrentar um dos problemas que os pais mais temem: a preguiça infantil.

A preguiça infantil é um dos temas que mais preocupa os pais. Trata-se de um hábito adquirido, no qual o segredo é o tipo de educação que se proporciona aos filhos. Leve em consideração que, como mãe, sua responsabilidade é estabelecer limites de tempo quanto à diversão.

Para combater a preguiça infantil você deve mostrar à criança a importância do sacrifício para conseguir as coisas. Você não deve facilitar ao máximo a vida do seu filho, já que com isso vai contribuir para que ele seja uma criança preguiçosa.

Apesar de ser algo transitório, a verdade é que a desmotivação das crianças é uma constante. Essa falta de atitude pode ser considerada algo comum nos pequenos sempre que houver um diálogo aberto entre mãe e filho que evite a condenação e a preocupação excessiva.

Acostumados a conviver com a tecnologia, as crianças recebem tudo sem muito esforço. Isso também pode ser um problema. A tecnologia tende a entreter os pequenos com facilidade e favorece o aparecimento da preguiça infantil.

Possíveis consequências

A preguiça infantil pode trazer consequências como:

  • Atraso na aprendizagem.
  • Perda do hábito do trabalho regular.
  • Desinteresse pelos estudos.

6 conselhos para combater a preguiça infantil

Para evitar esse tipo de comportamento, apresentamos a você alguns conselhos que vão ajudar a enfrentar algumas atitudes preguiçosas do seu filho:

1.-Avalie a si mesmo

Se você for preguiçoso, o mais provável é que tenha filhos preguiçosos. Avalie sua ética de trabalho; a forma como você trabalha será exatamente a forma como seu filho vai aprender a trabalhar.

tédio

2.-Trabalhe com eles

A melhor maneira de ensinar ao seu filho a trabalhar é trabalhando junto com ele. Ensine-o como se fazem as coisas de uma maneira divertida e como alcançar seus objetivos.

Mostre ao seu filho a importância do trabalho duro: uma ética de trabalho duro vai beneficiá-lo por toda a vida. É importante que você reserve um tempo do seu filho para ensinar como trabalhar e ajudar a realizar seus projetos.

3.-Estimule o comprometimento

O comprometimento é uma característica valiosa no indivíduo. Quando uma criança se compromete com algo, seja uma meta, uma área, ou, até mesmo, um trabalho, é mais provável que se esforce com mais vontade.

A falta de comprometimento é um dos primeiros passos na direção de um trabalho fraco ou incompleto, o que contribui para a preguiça.

4.-Não dê tudo o que pedir

Uma das melhores lições que você pode ensinar ao seu filho é que ele deve se esforçar para conseguir as coisas. Isso faz com que, muitas vezes, você deva dizer um “não” como resposta a muitos pedidos que vai receber por parte do pequeno.

Apesar de sempre ser difícil dizer não ao seu filho, você não deve atender aos pedidos dele se não existe um comprometimento ou esforço para alcançar a meta. Às vezes, um “não” será a melhor resposta; vai fazer com que a criança se acalme e valorize seus esforços.

5.-Designe tarefas para ele fazer

Ajudar nas tarefas de casa é uma das melhores maneiras de ensinar ao pequeno o valor do trabalho, desde cedo inclusive. Seu filho deve contribuir com algumas tarefas domésticas, como arrumar a cama ou lavar os pratos. Se como mãe você fizer tudo por ele, irá privá-lo de aprender tarefas básicas.

“Os preguiçosos sempre falam do que pensam fazer, do que farão; os que de verdade fazem algo não têm tempo de falar nem do que fazem”

-Goethe-

6.-Paciência e prudência

Diante da falta de motivação do seu filho, você deve ser prudente e se manter firme. Se você o vir submerso perigosamente no vazio e sem encontrar resultados, com prudência, não tenha medo em oferecer-lhe sua ajuda.

menino entediado

Motivação

Além disso, existe a ideia errônea de pensar que as crianças são folgadas, embora às vezes se trate de uma questão de motivação. Incluir recompensas e castigos em seus trabalhos pode ter um efeito a curto prazo no esforço da criança.

Você deve levar em consideração que, muitas vezes, as recompensas não conseguem estimular interesses nem objetivos a longo prazo.

O que você pode fazer para motivar o seu filho?

  • Apoie seus interesses.
  • Convença-o da necessidade do trabalho e do esforço.
  • Anime o seu filho e elogie suas conquistas.
  • Resgate seus pontos fortes.
  • tempo ao tempo.

Como você vê, o segredo está em uma educação correta desde a infância. Inculcar maus hábitos ou facilitar demais as coisas só vai levar à incapacidade de se esforçar para conseguir o que se deseja. Para evitar isso, nada melhor do que sua companhia e seu aconselhamento.