O que devemos saber sobre as crianças canhotas

· 28 de julho de 2018
Diversos estudos têm determinado que entre 12% a 15% da população infantil mundial tem mais habilidade com sua mão esquerda do que com a direita.

Os estudos da população infantil mundial também demonstram que a incidência de canhotos é maior no sexo masculino que no sexo feminino.

Existem muitas preocupações sobre as crianças que utilizam sua mão esquerda quando se desconhece o assunto; como por exemplo, a postura ou a forma como nossos filhos seguram os objetos.

Devemos ter em conta que uma criança canhota é aquela que desde pequena demonstra uma preferência pelo lado esquerdo do seu corpo, o que facilita realizar diferentes atividades, sentindo-se mais cômoda.

Uma criança com essas características usa constantemente a mão esquerda para comer, escrever, etc… Também podemos observar que podem até jogar futebol com o pé esquerdo sem dificuldades.

Como as pessoas veem as crianças canhotas?

crianças canhotas

Antigamente, as crianças canhotas não eram vistas com total indiferença. Em muitos casos, pensava-se que era um problema genético. Mas graças aos avanços da ciência, a sociedade compreendeu que ser canhoto não era um problema. Muito menos algo que se deva mudar.

Uma criança canhota nasce com um maior domínio no lado direito de seu cérebro e essa característica se desenvolve ainda mais com seu crescimento. Não é possível corrigir uma criança canhota. Na verdade, não existe a necessidade de fazer isso. Simplesmente temos que aceitar e orientar a criança no processo normal de adaptação às atividades diárias.

Pensar que é anormal que seu filho seja canhoto ou pensar que não terá a capacidade de se desenvolver normalmente como uma criança que usa mais a mão direita é um grave erro.

Ser canhoto não significa falta de jeito. Pelo contrário, uma criança canhota pode ser igual ou mais habilidosa que uma destra ou ambidestra

Como saber se uma criança é canhota?

Geralmente não sabemos que uma criança é canhota até que ela vá avançando em seu crescimento. Assim, começamos a observar que ela indica lugares, pega o copo de água, escreve na escola, come e brinca com a mão esquerda.

Assim que nos damos conta de que nosso filho é canhoto, talvez seja interessante conhecer temas que ajudem a nos orientar como cuidar e como facilitar as coisas para ele.

É necessário dar a ele ferramentas para facilitar a manipulação de objetos (muitos deles são projetados para serem usados por pessoas destras) e evitar a frustração por não realizar alguma atividade pontual.

Ao iniciar a etapa escolar, é importante conversar com as professoras e avisar que a criança é canhota. Assim, é possível buscar cadeiras e mesas que sejam adaptadas a ela.

Quando uma criança canhota começa na escola, pode sentir certa confusão ao ver que ela realiza as atividades de forma diferente das restantes. Por isso, é importante oferecer objetos que facilite a realização das tarefas.

A criança canhota tende a ter uma postura inadequada, como, por exemplo, ao se sentar. Por isso, devemos sempre fazer correções de postura

O que diz a ciência

crianças canhotas

A medicina nos diz que essa particularidade é um fator genético que deriva desde o ventre da mãe. Ou, em outros casos, porque existem dentro do grupo familiar duas ou mais pessoas canhotas.

É possível que essa ocorrência exista porque no ventre da mãe houve um alto nível de testosterona, mais conhecida como hormônios masculinos, ou que no nascimento do bebê tenham ocorrido lesões no hemisfério cerebral.

Mas também pode se dar de forma natural, começando desde que os bebês estão no ventre materno realizando movimentos; se sua mão esquerda era a preferida, é possível que nasça canhoto.

Existem também diversas opiniões médicas que reconhecem o canhoto como um fator de lesão no cérebro, por causa de ecografias ou ultrassons. Ainda assim, nada disto pode ser alarmante.

Um filho canhoto não deve representar preocupação. E sim que devemos apoiar e orientar quando não encontre uma explicação lógica do porquê de sua mão esquerda ser a mais hábil e em outras pessoas seja o contrário. É importante conhecer sobre o tema para podermos dar uma explicação ao nosso filho canhoto quando ele pedir.

As crianças canhotas são igualmente inteligentes e independentes quanto qualquer outra pessoa destra ou ambidestra