10 normas de segurança que seu filho deve aprender

· 20 de março de 2018
Ensine aos seus filhos as normas de segurança para que eles possam saber o que fazer caso se deparem com uma situação complicada.

Desde quando a criança nasce, a maior preocupação dos pais é oferecer o maior apoio possível. Especialmente no que se refere à segurança pessoal, física e emocional. Isso é normal. É algo que, por instinto, os pais costumam sentir em relação aos filhos.

O que realmente importa é alertar os pais para que não acabem superprotegendo seus filhos. Pois, considerando o fato de que as crianças vão crescer, entendemos que a separação em relação aos pais é inevitável.

No entanto, enquanto esse momento não chega, é fundamental ensinar aos filhos as normas de segurança, que eles devem conhecer desde pequenos.

10 normas de segurança que seu filho deve aprender

1.- É de extrema importância ensinar ao seu filho que ele não deve abrir a porta de casa quando alguém tocar a campainha. Muito menos quando estiver sozinho em casa. A mesma norma vale para o telefone. É melhor não responder, a não ser que vocês tenham identificador de chamadas em casa.

2.- Você deve ensinar seu filho a pedir ajuda em caso de necessidade, especialmente se ele estiver sofrendo bullying. Essa é uma situação que acontece cada vez mais cedo com as crianças, principalmente quando se trata de uma criança com alguns receios.

Quando estão sozinhas, elas se transformam em alvos perfeitos para o abusador. É importante fazer a criança saber que pedir ajuda não é sinal de fraqueza, mas de inteligência. Evitar as zombarias e, assim, fugir da assédio é uma coisa que nunca devemos ocultar.

normas de segurança

3.- É preciso ensinar ao seu filho que somente ele pode tocar o próprio corpo e que, em circunstância alguma, se deve permitir que estranhos o façam. Os abraços, os beijos ou as carícias são trocas de afeto realizadas por pessoas que a criança já conhece e de quem gosta.

Da mesma maneira, é preciso ensinar ao seu filho que algumas partes do corpo não devem ser tocadas nem por pessoas em quem se tem confiança. E se alguma coisa desse tipo acontecer, ele deve contar imediatamente aos pais.

4.- Outra norma de segurança que seu filho deve aprender é saber o endereço de casa e o número de celular dos pais. Também é preciso ensinar o número de emergência do país em que vive.

Além disso, é bom que a criança saiba que se algum dia ela se perder em um local público, ela não deve sair de onde está e deve pedir ajuda para pessoas mais velhas.

5.- Ensine seu filho a atravessar a rua de maneira correta. Sempre respeitando as faixas de pedestres e esperando a indicação do semáforo, quando houver. E também que é importante olhar para os dois lados da rua antes de atravessar.

6.- É de extrema importância ensinar ao seu filho a diferença entre o bom e o ruim. É preciso ensinar que ele nunca deve guardar segredos que o façam se sentir incomodado, que o assustem ou que gerem preocupações.

Para isso, é fundamental oferecer ao seu filho a oportunidade de se comunicar de maneira abrangente e aberta, sem fazê-lo se sentir mal por alguma coisa que tenha acontecido.

7.- Quando começar a usar a Internet, é de extrema importância mostrar para a criança que não se pode fornecer informações pessoais, tais como o endereço de casa, e muito menos conversar com pessoas desconhecidas.

8.- Você também deve ensinar ao seu filho que ele nunca deve aceitar o pedido de ir para algum lugar com pessoas que ele não conhece. Mesmo que essas pessoas garantam que são amigas dos pais.

Por isso a importância de os pais, ou os avós, por exemplo, sempre irem buscar a criança no local combinado. Também se deve ensinar à criança que ela deve esperar se quem for buscar, por acaso, atrasar.

9.- Uma forma de defesa que é preciso ensinar à criança é que ela tem que aprender a dizer “chega” ou “me deixe em paz” quando alguma coisa a incomodar. Ela deve aprender a negar com uma voz firme e determinada quando alguma coisa não for do seu agrado.

normas de segurança

10.- As crianças devem aprender a brincar de maneira segura. Por isso, é preciso ensinar a não colocar objetos pequenos na boca nem brincar com objetos que tenham fios. Da mesma maneira, elas nunca devem se sentir pressionadas por outras crianças a assumir responsabilidades em uma brincadeira da qual não querem fazer parte.

Além das normas de segurança, é importante que a criança aprenda a terminar tudo o que começa. Paralelamente, estimule a criança a agir de acordo com suas próprias reações internas. E não por algo que tenha a ver com o sentimento de aprovação. 

Assim, você conseguirá que seu filho aprenda a se deslocar pelos seus próprios meios e sem as influências das outras pessoas. Inclusive, sem se importar com o que digam ou pensem dele.

Todas essas normas de segurança estabelecidas devem ficar bem claras e suas consequências devem ser explicadas. Para isso, você deve dar o exemplo. Aconselhe e seja condizente com o que você diz ao seu filho.