15 perguntas para fazer ao entrevistar uma babá

· 8 de março de 2018
Quando você não está em casa, a babá será os seus olhos e a pessoa responsável por educar os seus filhos. Essas 15 perguntas não podem faltar quando se trata de entrevistar uma babá. Não se esqueça de nenhuma delas e faça anotações de cada detalhe.

As pessoas que ficam responsáveis pelos nossos filhos quando não estamos em casa devem ser da nossa total confiança. Cada família precisa escolher alguém capacitado, responsável, educado e que se adapte bem às condições de vida da casa.

Essa lista de perguntas vai ajudar você na hora de entrevistar uma babá para tomar a decisão certa.

A primeira coisa que você deve perguntar ao entrevistar a babá são as informações de contato e a disponibilidade dela. Naturalmente, também é necessário saber quanto ela cobra e obter duas ou três referências de emprego prévios.

Entrevistar uma babá: o que você precisa saber antes de contratar

Com relação à experiência

  • Há quanto tempo você cuida de crianças?
  • Qual é a faixa etária que você tem mais experiência e com a qual você se sente melhor para trabalhar?
menina brincando com a babá

  • Você já trabalhou ou estudou em um trabalho diferente que te ajude a desempenhar melhor o seu papel de babá?
  • Você possui treinamento de primeiros socorros?
  • Você fez alguma aula ou algum curso relacionado à atenção na primeira infância? Você estaria disposta a fazer, se necessário?

Até mesmo a melhor babá precisa de instruções. Antes de deixar o seu filho com uma pessoa, certifique-se de que ela conheça a forma mais adequada de acalmar o bebê, qual é o brinquedo favorito dele, como ele gosta de dormir e onde são guardadas as roupas e outros acessórios que o bebê pode precisar.

–Arlene, Heidi e Sandee Eisenberg–

Com relação às tarefas

  • O seu horário é flexível? Qual é a quantidade de crianças que você consegue tomar conta ao mesmo tempo? (Isso é fundamental para quando houver reuniões familiares ou caso você queira receber visitas de amigos ou de colegas dos seus filhos).
  • Quais são as atividades que você mais gosta de realizar com as crianças? Você estaria disposta a preparar um cronograma de exercícios e rotinas para cumprir com as crianças?
  • Existe alguma tarefa ou responsabilidade que você não esteja disposta a realizar?
  • Você gostaria de fazer passeios curtos a lugares próximos na vizinhança? Você poderia ficar responsável por preparar lanches para as crianças? Você se incomodaria de tomar conta do animal de estimação da família?
  • O que você faz para consolar e disciplinar as crianças? Você possui experiência em cuidar de doenças, comportamentos impróprios e birras?
  • Você se importaria de ter que acompanhar as crianças em suas rotinas de sono?

Com relação à personalidade

  • O que você mais gosta de trabalhar com as crianças? Qual aspecto você considera o mais desafiador na hora de lidar com elas?
  • Qual foi o momento mais difícil ou mais angustiante pelo qual você já passou como babá? Quais ferramentas ou estratégias você usou para resolver os problemas?
  • Alguma vez durante o trabalho houve alguma emergência médica? O que você fez e qual foi o resultado?
  • O que você gosta de fazer no seu tempo livre?
  • Você já teve algum problema na hora de seguir as instruções ou direções relacionadas à disciplina?
  • Você teria algum problema de incorporar ao seu trabalho rotinas ou crenças específicas da família?
babá e menino

Outros aspectos que devem ser levados em consideração

  • Se você encontrar uma pessoa que se adapta ao estilo de vida e ao ritmo da sua família, você deve instruí-la bem. Lembre-se de dizer se você segue alguma dieta especial ou se tem alguma crença religiosa a considerar.
  • Fale também sobre condições de desenvolvimento, como o autismo ou o déficit de atenção, caso seja necessário. Para que a babá cuide bem dos seus filhos, ela precisa conhecer as características e necessidades deles. 
  • É indispensável informá-la se existe alguma prescrição médica ou algum tratamento que o seu filho deve seguir. Por fim, não se esqueça de dizer à babá se as crianças passam por alguma situação incomum que ela deva levar em consideração.
  • Desde o primeiro momento, esclareça bem os horários de trabalho e o salário. Dessa forma, você irá evitar processos desnecessários. Peça os telefones de contato ou referências que permitam validar a experiência profissional prévia.
  • Antes de entrevistar uma babá pessoalmente, ligue para ela e verifique as suas referências. As primeiras impressões que você obtiver a partir desses pontos, poderá te ajudar a escolher uma babá de forma mais precisa e eficiente. 

Leve o tempo que for para contactar várias pessoas e definir qual se adaptará melhor aos seus filhos. Quando você não estiver, a babá será os seus olhos e a pessoa responsável pela disciplina. Portanto, é fundamental que haja uma boa relação desde o começo.