Acidentes com crianças dentro de casa

· 7 de outubro de 2018
Para cuidar das crianças, você definitivamente tem que ter mil olhos ao mesmo tempo. A seguir, oferecemos algumas dicas para saber em que devemos prestar atenção para evitar acidentes em casa.

Ninguém está isento de ter alguma distração e, de repente, se machucar, mesmo estando dentro de casa. Isso se encaixa perfeitamente no caso das crianças.

Acidentes com crianças dentro de casa não são nada fora do comum. Sendo assim, diremos como você pode evitá-los.

As crianças são tão propensas a acidentes domésticos quanto os adultos. Mesmo que geralmente sejamos nós os responsáveis por mexer com elementos perigosos, como fogão ou talheres.

Recentemente, foi publicado um relatório de uma entidade oficial argentina que indicava que, naquele país, os acidentes dentro de casa são a segunda causa de mortes infantis.

Os afogamentos, as queimaduras e as quedas encabeçaram a lista de acidentes com crianças dentro de casa.

No entanto, não é necessário ir a tal extremo para entender que é sempre um perigo latente. Inclusive, muitos já catalogaram os acidentes infantis como “epidemias”.

Por este motivo, é importante estar a par das precauções necessárias para evitar acidentes com crianças em casa.

Acidentes com crianças em casa: as causas mais frequentes

Os acidentes domésticos que costumam causar a maior quantidade de lesões nas crianças são os seguintes:

1. Quedas

Quem nunca caiu quando era pequeno que atire a primeira pedra.

Na verdade, isso é quase inevitável, já que nos primeiros anos de infância começamos a caminhar e estamos aprendendo a controlar o nosso corpo.

As contusões, os cortes e até mesmo as fraturas causadas por quedas em casa são bem comuns.

Apesar de ser quase impossível evitá-las, é recomendável que um adulto sempre acompanhe a criança, especialmente quando for brincar no parquinho, em terrenos irregulares ou quando for aprender a andar de bicicleta.

acidentes com crianças

2. Queimaduras

Este tipo de acidente infantil em casa pode causar sérias consequências. Muitas queimaduras surgem por intromissões das crianças quando um dos pais está cozinhando.

Sendo assim, o mais recomendável é mantê-las longe desse local durante esse período. Se isso não for possível, a criança deve ser monitorada o tempo todo.

Além disso, se você tiver fogões em casa, é importante manter as crianças longe deles. Desde cedo, elas devem ser ensinadas que é perigoso tocá-los.

3. Afogamentos

Felizmente, os afogamentos não são muito frequentes. No entanto, suas consequências são fatais.

Para evitar esses acidentes com crianças, tenha em mente duas dicas essenciais.

Primeiro, nunca deixe a criança sozinha na banheira. Se ela tiver 4 anos de idade ou mais, você já poderá deixar, mas certifique-se de que não haja muita água, de modo que ela não corra risco de se afogar.

Além disso, redobre as precauções com relação à piscina. Nunca deixe as crianças sozinhas. Elas devem sempre estar com boia e não se esqueça de colocá-las para brincar sempre em uma piscina para crianças.

4. Envenenamento e sufocamento

Por fim, objetos e produtos que as crianças colocam na boca também devem ser considerados.

Sempre deixe os produtos tóxicos, tais como de limpeza ou medicamentos, fora do alcance das crianças. De preferência, coloque-os em superfícies elevadas.

Também é importante não deixar as crianças brincar com sacos de plástico ou brinquedos pequenos, uma vez que podem causar asfixia se forem engolidos acidentalmente.

Muitas queimaduras surgem por intromissões das crianças quando um dos pais está cozinhando. Sendo assim, o mais recomendável é mantê-los longe desse local durante esse período.

Recomendações para evitar acidentes infantis em casa

Na cozinha

  • Não deixe produtos tóxicos ao alcance das crianças.
  • Feche a chave do gás sempre que não for usar o fogão.
  • É fundamental não deixar o cabo das frigideiras apontando para o lado de fora do fogão.

No quarto

  • Certifique-se de que as grades de proteção do berço estejam bem colocadas.
  • Verifique também se os pés do berço estão bem presos. Os modelos com rodas não são recomendáveis.
  • Para as crianças mais novas, não deixe à mão as chaves do quarto ou do armário para evitar que elas se tranquem na parte de dentro, acidentalmente ou não.

No banheiro

  • Coloque tapetes antiderrapantes na banheira e no chuveiro.
  • Não deixe os aparelhos eletrodomésticos à mão, muito menos ligados.
acidentes com crianças

Além disso, no restante da casa, devemos ter cuidado com o desnível do piso, como é o caso dos degraus.

É claro, também não podemos nos esquecer de colocar grades e portões nas escadas para que as crianças não consigam subir ou descer sem supervisão.

Além disso, evite pisos muito escorregadios, pois podem causar uma queda desnecessária.

Também tenha muito cuidado quando as crianças forem manipular brinquedos: alguns contêm baterias e, sem saber dos seus perigos, as crianças poderão colocá-los na boca.

Por fim, você não pode ignorar ou subestimar a importância da supervisão. Um grande número de acidentes domésticos é evitável se um adulto estiver observando as ações das crianças.