Primeiros socorros em crianças: saiba como agir!

· 22 de abril de 2018
Ter conhecimentos de primeiros socorros é fundamental para que os pais possam ajudar seus filhos em qualquer eventualidade. Preparar-se para um acidente em casa ou em um passeio é uma tarefa obrigatória para pais prevenidos.

Uma das ferramentas mais importantes ao ser pais é ter conhecimento básico de como prestar corretamente os primeiros socorros em crianças.

Na maior parte do tempo, as crianças vivem em um mundo de fantasia e diversão, no qual o risco de sofrer alguma pancada ou torção pode fazer com que sua grande aventura termine.

Saber prestar os primeiros socorros em crianças fará com que a saída planejada siga na direção certa e tudo termine da melhor maneira possível. Em outras palavras, um final feliz será uma experiência positiva e uma boa lembrança.

Em caso de acontecer algum acidente ou situação de emergência, é importante manter a calma, pensar com clareza e agir com inteligência e rapidez.

Como prestar primeiros socorros em crianças?

Entre os acidentes mais frequentes com crianças temos: pancadas, quedas, fraturas, engasgos, afogamentos, feridas, queimaduras, picadas e mordidas de animais, os quais podem se complicar se não forem tomadas as medidas necessárias a tempo. Daí vem a importância da atuação rápida e adequada.

As pancadas

As pancadas são as mais comuns, mas geralmente não passam de um susto. No entanto, não é exagero checar de maneira contínua a região afetada durante as próximas 24 horas, colocar gelo e alguma pomada anti-inflamatória.

conhecimentos de primeiros socorros

As quedas

São as principais inimigas de nossas crianças. Para este caso, a primeira coisa a fazer é acalmar a criança, aplicar um pouco de gelo e se não houver ferida aberta, aplicar algum antisséptico e cobrir a região afetada.

Fraturas

Para este caso o mais recomendável é observar. Caso note pouca mobilidade ou se a região afetada começar a inchar e houver dor forte ao tocar, estamos diante de uma fratura. É preciso agir com calma e rapidez. Aplicar gelo de maneira imediata ajudará a diminuir o inchaço e reduzir a dor.

É necessário imobilizar a região da fratura. Procure materiais que ajudem, como por exemplo: galhos de árvore, um jornal ou revista enrolada e pedaços de tecido. O ideal é levar ao médico o mais rápido possível.

Afogamento

Caso estejam em algum parque aquático ou piscina, o ideal é tirar a criança da água, deitá-la de barriga para cima para que, dessa maneira, se abram as vias respiradoras e circule o ar.

Quando ela estiver mais tranquila, sente-a pouco a pouco e seque sua roupa. Com isso você conseguirá uma sensação de tranquilidade e, portanto, o ritmo cardíaco voltará ao normal.

Em caso de estar engasgada com algum objeto, coloque-a deitada sobre seus joelhos dando-lhe tapas nas costas. É necessário monitorar se o objeto que não a deixa respirar cairá no chão.

Ferimentos

Os acidentes que os provocam podem ocorrer em qualquer lugar. As crianças se assustam porque geralmente, costumam sangrar.

Neste caso é recomendável limpar a ferida com água para evitar infecções. Se o sangramento não parar, lave com água corrente outra vez. Em seguida seque a pele, com cuidado, sem tocar a ferida, e cubra com um lenço seco.

Queimaduras

Elas devem ser tratadas com rapidez e delicadeza. A primeira coisa que devemos fazer é submergir a área afetada em água fria durante um período de tempo maior do que 5 minutos (segundo o grau da queimadura), sem pressionar a pele.

Não é recomendável aplicar nenhum remédio sem prévia consulta médica. Simplesmente cubra a região afetada com um pano úmido e vá ao hospital mais próximo.

primeiros socorros em crianças

Picadas e mordidas de animais

No caso das picadas, a primeira coisa que se deve fazer é eliminar o ferrão, seja extirpando ou utilizando uma pinça, lavar bem a picada e, em caso de inchaço e febre, procurar atendimento o quanto antes.

Em relação às mordidas de animais, limpe a ferida com água corrente, aperte um pouco durante 5 minutos e posteriormente seque com um lenço limpo.

É necessário identificar o animal que mordeu ou picou a criança porque, dependendo de qual for, será necessário tomar medidas específicas, como por exemplo, uma vacina ou um soro antiofídico.

Ao sair para um passeio ou de acampamento com as crianças ao ar livre, é  sempre necessário levar uma maleta de primeiros socorros. Ela deve conter pelo menos os seguintes utensílios básicos:

  • Gazes.
  • Algodão.
  • Fita micropore.
  • Termômetro.
  • Peróxido de hidrogênio (água oxigenada).
  • Pomada anti-inflamatória.
  • Band-aids para feridas superficiais.

Devemos nos lembrar de que, ao fazer os primeiros socorros em crianças, deve-se pensar em tratar o problema de maneira rápida, mas sempre mantendo a calma, transmitindo segurança e afeto para a criança.

Não devemos deixá-las sozinhas nem lidar com a ferida com as mãos sujas. Isso pode causar uma infecção imediata. É importante reafirmar que nosso dever como pais é manter as crianças sãs e salvas.

Mesmo que se tomem todas as devidas precauções, sempre pode acontecer um acidente. Não se deve procurar culpados, já que as soluções são o mais importante.