4 dicas para proteger um recém-nascido do frio

· 20 de novembro de 2018
Quer conhecer algumas dicas para proteger seu bebezinho neste inverno? Confira!

Você está grávida e seu filho nascerá no inverno? Fique tranquila. Neste artigo, daremos 4 dicas para proteger um recém-nascido do frio.

Como um recém-nascido autorregula a temperatura do corpo?

A pele do recém-nascido é muito fina, com pouca gordura subcutânea e com vasos sanguíneos muito próximos da pele, o que favorece a perda de calor.

Os receptores na pele do bebê enviam mensagens ao cérebro de que o corpo está com frio.

O recém-nascido produz calor principalmente por termogênese química. Os calafrios, que são a principal forma para gerar calor nas crianças, não são eficazes em bebês.

O recém-nascido tem uma maneira especial e muito eficiente de regular sua temperatura. Estamos falando do metabolismo.

Os bebês recém-nascidos têm um tecido gorduroso especial que tem uma alta capacidade para produzir calor através de reações químicas.

Quando este tecido gorduroso é metabolizado, o calor produzido é transmitido aos principais vasos sanguíneos.

Posteriormente, esse calor segue para os vasos sanguíneos periféricos do resto do corpo que, ao mesmo tempo, se estreitam para evitar a perda de calor.

proteger um recém-nascido

4 dicas para proteger um recém-nascido do frio

1. Uma camada de roupa a mais

Até os três meses, é difícil os recém-nascidos regularem sua temperatura corporal e perdem calor facilmente. Eles têm pouca gordura e também se movem pouco.

Alterações repentinas na temperatura não são boas para seu recém-nascido.

Então, se você quiser proteger um recém-nascido do frio, o ideal é pensar sobre a atividade que você vai fazer e quanto tempo irá durar.

Além disso, também é preciso pensar se vocês vão ficar em lugares com aquecimento ou ao ar livre.

É melhor levar várias blusas finas do que algumas blusas muito grossas.

Assim, se você entrar em um lugar onde a temperatura é maior, você pode tirar algumas roupas para evitar que o bebê sinta calor.

Como regra geral, o melhor conselho é que seu bebê recém-nascido sempre esteja vestido com uma camada de roupa a mais do que você vestiria.

2. Tipo de tecido

As roupas do recém-nascido devem ser soltas e de algodão. Isso para que permitam a transpiração, absorvam o suor e não causem alergias.

De preferência ao algodão orgânico comercializado atualmente por muitas marcas de roupa infantil. Os melhores tecidos são o algodão, a lã, a lã sintética ou o veludo.

Não se esqueça de que a roupa de lã não deve ficar em contato direto com a pele do bebê. Isso porque pode causar irritações.

Além disso, o bebê pode, inclusive, inalar fios de lã através de seu nariz pequenininho.

Ademais, é muito importante que você retire todas as etiquetas para evitar que arranhões ou desconfortos.

proteger um recém-nascido

3. A temperatura da casa

Também é essencial que seu filho se sinta confortável e protegido dentro de casa.

Lembre-se de que a temperatura ideal em casa é entre 20 e 22ºC. Além disso, é necessário ventilar bem todas as manhãs para renovar o ar.

“As temperaturas não são frias ou quentes. Em vez disso, faz calor ou frio”

-Anônimo-

Ademais, o ar dos aquecedores ou dos ares-condicionados resseca as narinas do seu bebê, o que pode dificultar sua função protetora contra micro-organismos.

Portanto, é conveniente que você umedeça um pouco o ambiente. Para isso, o melhor é usar umidificadores ou colocar um recipiente com água no quarto do bebê. Neste último caso, não se esqueça de sempre renovar a água.

4. Reconhecer se o bebê está com calor ou frio

Se tivermos dúvidas sobre se o bebê está protegido ou não, podemos perceber sua temperatura tocando o pescoço ou as costas dele por debaixo da roupa.

Assim, é possível verificar se as roupas estão molhadas porque ocorreu a transpiração. Neste caso, devemos trocá-lo imediatamente.

As mãos e os pés geralmente não são um bom parâmetro para determinar se o bebê está com frio ou não. Principalmente no caso de bebês mais novos.

Isso porque, geralmente, estão sempre mais gelados, devido ao fato de ainda não regularem bem a temperatura do corpo.

Por isso, o melhor termômetro que temos em nosso recém-nascido é tocando seu nariz.

Como vemos, para o recém-nascido tanto o frio quanto o calor excessivos são ruins.

Portanto, assim como tudo na vida, devemos saber como encontrar o equilíbrio adequado para proteger um recém-nascido.