5 atividades de flexibilidade para crianças

Você quer que seus filhos aumentem a flexibilidade? Portanto, leia essas dicas e certifique-se de que o movimento se torne parte de sua rotina.
5 atividades de flexibilidade para crianças

Última atualização: 29 Agosto, 2021

As atividades de flexibilidade para crianças ajudam a manter e aumentar essa importante capacidade física humana.

A flexibilidade permite realizar movimentos de maior amplitude, envolvendo músculos, articulações e outras estruturas do corpo. Infelizmente, essa capacidade é perdida com o tempo e muitas vezes de forma abrupta. Por esse motivo, é aconselhável trabalhar essa habilidade desde a infância.

Atividades de flexibilidade para crianças

O principal objetivo desses exercícios é tentar manter essa capacidade física ao longo do tempo. Mas quando se trata de crianças, é essencial captar sua atenção e motivá-las a participar. Portanto, as atividades devem ser atraentes e divertidas. Confira nossas recomendações.

1. Yoga para crianças

Entre as atividades de flexibilidade para crianças, destaca-se o ioga, uma das disciplinas mais antigas do mundo.

O yoga para crianças tem como foco o trabalho de diversas posturas corporais, entre as quais se destacam os alongamentos estáticos. Além de trabalhar a flexibilidade, essa disciplina oferece muitos benefícios, como relaxamento, concentração e equilíbrio corporal.

Essa atividade é recomendada para crianças entre 4 e 12 anos de idade, porém crianças mais novas podem ter contato com essa atividade através de abordagens menos exigentes.

2. Dança

crianças dança aula dança dança hip hop crianças menina sol esporte atividade física hábito saudável flexibilidade capacidade

A dança é uma boa opção para trabalhar a flexibilidade das crianças, uma vez que a movimentação constante dos diferentes segmentos corporais favorece essa capacidade.

Embora muitas danças não exijam grande destreza, a flexibilidade é essencial para o movimento das articulações. Por isso, é aconselhável praticar danças de diferentes gêneros e assim tirar o máximo proveito dessa atividade.

Além da flexibilidade, outras habilidades físicas são trabalhadas por meio da dança, como força, resistência e agilidade.

3. Brincadeiras em grupo

A estimulação da flexibilidade ocorre de três maneiras: estática, dinâmica e passiva. Por meio de brincadeiras em grupo é possível trabalhar essa habilidade em todas as suas formas.

Os alongamentos passivos devem ser a base do trabalho em grupo. Recomenda-se a ajuda de outra pessoa, por isso essas brincadeiras devem ser realizadas em pares. No primeiro turno, uma das crianças fica encarregada de ajudar seu par e, na próxima, os papéis são trocados.

O professor, a mãe ou o adulto responsável pela supervisão da atividade deve garantir que o trabalho de alongamento seja realizado de maneira correta, a fim de evitar lesões.

4. Natação

Você já notou que a natação é benéfica para qualquer aspecto do desenvolvimento psicofísico da criança? A flexibilidade certamente não é exceção.

As crianças que nadam regularmente fortalecem as quatro principais habilidades físicas, incluindo a flexibilidade.

O exercício é promovido dentro d’água, pois a resistência oferecida é maior que a do ar. Por outro lado, a natação requer a movimentação de diferentes segmentos corporais ao mesmo tempo, portanto o esforço físico é maior.

Outro benefício dessa atividade é que ela permite o fortalecimento e o relaxamento dos músculos ao mesmo tempo. Além disso, favorece a amplitude de movimento das articulações.

5. Exercícios específicos de alongamento

Para melhorar a flexibilidade também é necessário realizar alongamentos específicos, ou seja, direcionados a um ou mais segmentos musculares. Alguns dos recomendados para crianças são aqueles que são realizados envolvendo os braços, o tronco, as costas e as pernas.

Faça um breve aquecimento antes de cada alongamento para ativar os músculos e reduzir o risco de lesões. Você também deve evitar que as crianças se excedam nos movimentos para que não danifiquem suas fibras musculares.

Crianças fazendo alongamento no atletismo como parte do treinamento e os valores transmitidos pelo livro Gritar Proibido.

A flexibilidade depende da individualidade de cada criança

Embora existam múltiplas alternativas para trabalhar a flexibilidade dos pequenos, é preciso considerar que cada criança tem um processo de desenvolvimento diferente. A idade nem sempre é um bom determinante do nível psicofísico dos pequenos, por isso é necessário levar em consideração outros aspectos individuais.

Tente acompanhar seus filhos em exames médicos de rotina e promover uma variedade de atividades físicas para melhorar suas habilidades físicas. Entre elas, a flexibilidade.

Pode interessar a você...
10 benefícios do flamenco para meninas
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
10 benefícios do flamenco para meninas

O flamenco é uma excelente atividade para as meninas. Você sabe qual é a sua origem? E os benefícios envolvidos nessa dança? Confira tudo isso aqui...