5 dicas para estabelecer limites e regras para crianças de 2 anos

Podemos achar que é muito cedo quando tentamos estabelecer limites para crianças de 2 anos, mas é importante começar desde já para que elas saibam o que se espera delas.
5 dicas para estabelecer limites e regras para crianças de 2 anos

Última atualização: 06 Julho, 2021

Os 2 anos são uma data importante no desenvolvimento da criança. Ela se torna mais autônoma e entra em um estágio de maturidade e maiores exigências. Nesse período, ela se opõe ao que não gosta ou não quer, e até começa a fazer as temidas birras. Portanto, é importante estabelecer limites e regras para crianças de 2 anos.

Podemos pensar que aos 2 anos ainda é muito cedo para estabelecer limites e regras para a criança, mas é nessa idade que ela começa a descobrir o ambiente, sua maior autonomia, etc. Portanto, é importante que ela aprenda certas regras que deve seguir. Isso a ajudará a ter uma maior confiança e autoestima, um melhor desenvolvimento do seu autocontrole e uma maior tolerância à frustração.

As regras e os limites não precisam ser restritivos. Pelo contrário, devem ser adaptados à sua idade e permitir que a criança descubra o ambiente. Então, aqui você encontrará algumas ideias para estabelecer limites e regras para as crianças de 2 anos.

Como estabelecer limites e regras para crianças de 2 anos

Menino de dois anos brincando com três sentado no chão.

Determinar regras claras, firmes e coerentes

As regras e os limites devem ser sempre cumpridos. Não deve haver exceções, porque senão a criança pode ficar confusa sobre quando cumprir ou não as regras.

Também devem ser claros e diretos. Em vez de dizer “Vamos tomar banho agora?” ou “Você pode recolher todos os brinquedos do chão?”, devemos preferir “Para o chuveiro, que é a hora do banho” e “Recolha os brinquedos que você espalhou”. As ordens têm que ser claras. Devemos usar uma maneira amorosa de falar, sem gritar ou ameaçar, mas com firmeza.

Estabelecer poucos limites, mas claros

Temos que estabelecer poucos limites, mas eles têm que ser claros, ou seja, a criança tem que entender como deve se comportar. Quando estabelecemos um limite, é importante explicar o porquê. Por exemplo, em vez de dizer “Não suba e desça as escadas correndo”, devemos optar por: “Não desça e suba as escadas, menos ainda sozinho, porque você pode cair e se machucar”.

Estabelecer limites de maneira positiva

Devemos usar uma linguagem positiva em vez de impor. Assim, a criança não verá as regras como uma obrigação e será mais receptiva ao seu cumprimento. Isso também trará benefícios para a sua autoestima e segurança, pois estaremos respeitando a sua liberdade.

Ajudar a reconhecer as emoções

Para uma criança de 2 anos, é muito difícil reconhecer as emoções (raiva, medo, tristeza). É importante ensinar inteligência emocional e explicar por que ela se sente assim. Desse modo, a criança começará a reconhecer quando sentir cada uma das emoções e será capaz de lidar melhor com elas.

Não gritar nem confrontar durante um ataque de raiva

Se a criança estiver em um momento de raiva, é melhor esperarmos para conversar quando ela estiver mais calma. Então, poderemos mostrar nossa compreensão e nosso carinho, mas não devemos aceitar seus pedidos, porque senão ela usará a birra em outros momentos para conseguir o que quer ou deseja.

A educação do segundo filho tende a ser diferente da do primeiro.

O que as crianças aprendem com as regras e os limites?

  • Nem sempre terá o que deseja. Isso a ajudará a superar a frustração e a compreender que nem tudo é permitido.
  • Se fracassar ou tropeçar, não é o fim de tudo. Dessa forma, a criança aprenderá a ser constante, a lutar e a se empenhar para atingir seus objetivos, entendendo que qualquer objetivo pode ser alcançado se ela se esforçar.
  • Respeitar os outros. Definimos regras e limites não apenas para o bem da criança, mas também como regras de comportamento com outras pessoas, respeito pelos pais, amigos ou pessoas do convívio da criança.
  • Perceber que não existe apenas ela. Uma criança de 2 anos acha que tudo gira em torno dela. As regras e os limites a ajudarão a entender que ela não está sozinha no mundo.

Sobre o estabelecimento de limites e regras para crianças de 2 anos

Essas dicas podem ajudar você a estabelecer limites e normas para crianças de 2 anos, além de facilitar o enfrentamento da crise dos 2 anos. É uma idade um tanto difícil porque nossos pequenos deixam de ser mais bebês para se tornarem mais independentes, e isso os deixa irritados facilmente se não obtiverem o que desejam. As regras e os limites vão proporcionar a segurança e o autocontrole de que as crianças precisam nessa fase.

It might interest you...
Definir limites para uma criança de 2 anos
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Definir limites para uma criança de 2 anos

Definir limites para uma criança de 2 anos nem sempre é fácil, já que é normal que a criança queira ser independente e fazer aquilo que tenha vonta...