Em que consiste o método Kiva contra o bullying?

· 26 de abril de 2019
Para combater o bullying, os finlandeses inventaram o método Kiva. Neste artigo, vamos te contar em que consiste esse programa que luta contra o bullying.

O método Kiva é um programa de estudos criado na Finlândia para reduzir o bullying entre estudantes de 7 a 15 anos. O programa inclui 10 lições ministradas por um professor ao longo do ano letivo, acompanhadas de jogos de computador e de um ambiente virtual de aprendizagem.

O bullying é um problema generalizado, com graves consequências para as vítimas. Recomenda-se encarecidamente que as escolas implementem tanto intervenções preventivas em toda a instituição quanto medidas reativas para lidar com as situações de bullying existentes.

Para muitas crianças, o bullying é uma longa e terrível campanha de assédio contínuo. Além disso, às vezes é acompanhada de lesões e exaustão. Mesmo as crianças mais resistentes podem ter problemas para lidar com isso. O bullying também pode causar depressão, ansiedade e problemas de saúde.

Para combater os casos de bullying escolar, a Finlândia descobriu um método para acabar de vez com esse tipo de problema. Vamos ver em que ele consiste a seguir.

Em que consiste o método Kiva contra o bullying?

Em primeiro lugar, é necessário enfatizar que a Finlândia possui um dos sistemas educacionais de maior sucesso no mundo. Por isso, não é nenhuma surpresa que os finlandeses tenham sido os pioneiros no estabelecimento de um programa de prevenção do bullying.

O programa antibullying é chamado Kiva, que significa ‘contra o assédio’. É um esquema de prevenção contra a intimidação desenvolvido na Universidade de Turku, na Finlândia, e agora implementado em muitas escolas ao redor do mundo.

O método inclui muitos recursos diferentes; tais como ferramentas para pais e professores, além de lições em sala de aula. Ele também pode ajudar a reduzir a depressão e aumentar a autoestima das crianças que já foram vítimas de bullying.

Método Kiva contra o bullying

O método Kiva envolve todos os atores

O método Kiva envolve a escola e os pais ativamente. De fato, usa uma abordagem em várias camadas para abordar os fatores nos níveis individual, da sala de aula e da escola. Assim, o currículo consiste em 10 lições aplicadas pelos professores em sala de aula durante 20 horas.

Cada lição é construída em torno de um tema central e uma regra é associada a esse tópico: após a aula, a classe adota essa regra como norma. No final do ano, todas as regras são combinadas em um contrato, que todos os alunos assinam em seguida.

Além disso, um manual do programa fornece orientação aos professores sobre quanto tempo deve ser dedicado a cada tópico. As escolas têm a flexibilidade de decidir como organizar o ano letivo em torno dos temas.

Certamente, um dos aspectos mais interessantes é como o programa se concentra em ensinar às próprias crianças o que fazer se presenciarem algum caso de bullying. Os professores nem sempre estão por perto. Por isso, nem sempre podem ajudar, mas os outros estudantes geralmente estão.

“O que aconteceria se a criança que você assediou na escola crescer e se tornar o único cirurgião que poderia salvar a sua vida?”

-Lynette Mather-

Por essa razão, é muito importante que as crianças estejam cientes desse fenômeno, a fim de ter as chaves para agir e deter o bullying, ipso facto. Esse método visa a transmitir essa empatia aos colegas através de jogos de computador e simulações, o que lhes permite ver quais as consequências que certas ações podem ter.

Ao perguntar às crianças o que elas fariam em determinadas situações e ao receber conselhos a respeito, o programa pode ajudar os alunos a se tornarem mais empáticos e solidários às vítimas que sofrem com o bullying.

reduzir o consumo de balas de goma na infância

Quais são os objetivos do método Kiva contra o bullying?

O método Kiva contra o bullying foi projetado para uso nacional nas escolas integrais finlandesas. De fato, sua finalidade é reduzir o bullying e a vitimização. Os objetivos centrais do programa são:

  • Aumentar a conscientização sobre o papel que um grupo desempenha na manutenção do bullying.
  • Aumentar a empatia para com as vítimas.
  • Promover estratégias para apoiar a vítima, mas também apoiar a autoeficácia das crianças para usar essas estratégias.
  • Aumentar as habilidades das crianças quando elas são vítimas.

Por fim, o método Kiva contra o bullying prevê que mudanças nos comportamentos do grupo podem reduzir o bullying ao diminuir as recompensas dessa prática prejudicial.

Além disso, esse método mostra que, mesmo em uma idade precoce, a empatia é uma das melhores ferramentas que as crianças têm para tornar o mundo um lugar melhor.