Mães: como praticar esportes sem se sentir culpada

· 23 de novembro de 2018
Quando se é mãe, é provável que tudo seja um motivo para se sentir culpada. Sair para caminhar, ter um tempo para si mesma, até mesmo ficar sentada no sofá por mais de dois minutos. E o que dizer sobre ir à academia?!

Muitas mães querem praticar esportes depois de ter seus bebês para tonificar as áreas que foram mais afetadas pela gravidez. Entretanto, a prática só deve começar quando o médico der sua aprovação.

Existem mães que se levantam muito cedo pela manhã para praticar esportes enquanto as crianças dormem. Mas, às vezes, o cansaço diário força você a dormir todas as horas necessárias.

Porque o sono é tão importante quanto se exercitar para se manter saudável. O bom sono é essencial para cuidar da sua saúde, tanto quanto mental.

Melhor é um punhado de descanso do que um duplo punhado de trabalho árduo e um esforço para alcançar o vento

-Salomão, Rei de Israel-

Tempo para praticar esportes

Sim, você tem que encontrar tempo para si mesma e se dedicar a fazer o que deseja. Se você quer separar uma hora do seu dia para se dedicar a praticar esportes, basta fazer isso!

Uma mãe também precisa de tempo para si mesma sem que isso signifique ter esse sentimento de culpa. A culpa só irá fazer com que se sinta mal consigo mesma e isso é injusto com você.

Se você quer cuidar de sua família e deseja que seus filhos fiquem bem, você deve encontrar um tempo para si mesma e não se sentir culpada por isso.

Seus filhos precisam de uma mãe feliz. Uma mãe que aproveite o tempo de qualidade que dedica aos filhos, à casa e a si mesma.

Porque, além de ser mãe, você também é uma pessoa e tem seus próprios interesses que deve priorizar. Mesmo que apenas de vez em quando.

Por isso, se o que você quer é dispor de um tempinho para exercitar seu corpo e praticar esportes, faça isso! Você vai se sentir muito melhor tanto externa quanto internamente.

Além disso, estará dando um bom exemplo de vida saudável para seus filhos. Provavelmente, quando crescerem, eles conseguirão enxergar  a importância de cuidar da saúde e praticar esportes, deixando de lado a vida sedentária.

praticar esportes

A organização é essencial

Se você não quer se sentir culpada, a organização é o segredo. Sem organização, é possível que você acabe não cuidando bem de seus filhos e desenvolvendo um sentimento de culpa.

Consequentemente, você pode acabar deixando de lado o esporte que tanto deseja fazer. Mas isso só irá trazer sentimentos de ressentimento e desconforto consigo mesma por não fazer as coisas que você realmente deseja.

Por outro lado, se você organizar bem sua vida, perceberá que pode obter melhores resultados usando corretamente um calendário ou uma agenda.

Planeje o melhor momento do dia para praticar esportes de acordo com suas atividades diárias e as de sua família.

Encontre um espaço de tempo para ser somente seu. Nesse momento, você poderá desfrutar do exercício e do esporte que tanto deseja realizar.

Em seguida, organize sua agenda diária de acordo com o momento que encontrou para praticar esportes e o mantenha como uma prioridade em sua vida.

Não vale a pena se dedicar durante uma semana e abandonar a prática na semana seguinte porque está se sentindo mal.

Quando esse momento se transformar em mais uma rotina na sua vida, sua família também vai se acostumar com o fato de que é um tempo somente seu e de mais ninguém.

O esporte em família também é uma boa opção

praticar esportes

Se os horários familiares forem muito apertados e você acha que não vai conseguir conciliar o exercício com cuidar bem de seus filhos, seja pelo motivo que for, também há outras maneiras de alcançar esse objetivo.

Você pode praticar esportes em família ou até mesmo se exercitar em casa com seus filhos. Com criatividade e vontade, é possível obter ótimos resultados.

Além disso, praticar exercícios em família também pode servir como potencializador de bons hábitos em seus filhos.

Talvez você não obtenha os resultados tão rápido quanto teria se pudesse ter rotinas de treino mais estritas. Mas o importante é deixar a vida sedentária de lado e, aos poucos, incorporar o esporte em sua vida diária.