7 sinais de sofrimento fetal

· 11 de julho de 2017

O sofrimento fetal é uma expressão usada para descrever que durante o trabalho de parto está acontecendo algo anormal com o feto. É o estado que altera o bem-estar do feto, que ocorre devido à diminuição de oxigênio e nutrientes que ele recebe.

Isso pode ser detectado por meio de alguns sinais durante a gravidez. Razão pela qual se deve ficar alerta aos sintomas observados no corpo da mãe. Na presença de sinais de sofrimento fetal é preciso buscar de imediato a orientação de um especialista.

O corpo da mulher é algo maravilhoso, pois durante a gravidez pode enviar sinais de algum mal-estar do bebê. Por esse motivo é muito importante realizar o controle pré-natal e ficar atenta a qualquer mudança que ocorrer durante a gestação.

Principais sinais de sofrimento fetal

É possível saber se o bebê está sofrendo durante a gestação ou no momento do parto. Eles podem sofrer lesões graves e, inclusive, chegar a óbito. A seguir, descreveremos os 7 sinais mais frequentes que indicam situações de sofrimento fetal.

1. Alteração na frequência cardíaca

Esse sinal é bastante claro. A alteração do ritmo cardíaco do feto costuma acontecer durante e depois das contrações.  O bebê pode sofrer taquicardia ou bradicardia devido à alteração da frequência cardíaca. Essa situação pode ser detectada mediante uma amostra de sangue do bebê retirada durante o trabalho de parto.

sofrimento fetal

2. Posição anormal do feto

Uma posição errada do feto leva à má circulação ou à falta de oxigênio. É preciso recorrer a um médico para encontrar uma solução para superar a privação de oxigênio. Essa posição inadequada pode causar dano cerebral ou a morte do feto.

3. O bebê para de se mexer

Durante a gravidez, é normal que o bebê se mexa em um determinado momento. É importante destacar que os bebês são muito ativos. Por esse motivo, as mães tendem a saber em que horário ou momento do dia seu filho se mexe ou chuta a barriga. Nesse caso, se você perceber alguma mudança durante alguns dias em relação a essa rotina do bebê, procure imediatamente um médico.

4. Fezes do feto no útero

Quando o bebê ainda está no útero, devido a uma situação de estresse fetal ou por ter excedido o tempo normal de gestação, o bebê produz suas primeiras fezes. Essa é uma situação muito grave e perigosa tanto para a mãe como para o bebê. Se a bolsa da mãe estourar e ela perceber que a água está suja, deve se dirigir imediatamente a um hospital.

As primeiras fezes do bebê são conhecidas com o nome de mecônio. Essa substância produzida pelos recém-nascidos é composta por algumas camadas superficiais de pele, bílis e muco. Se o bebê acabar engolindo essa substância tóxica, que vai se espalhar pelo líquido amniótico, pode prejudicar sua saúde.

5. Mancha de sangue

A maioria das grávidas apresentam em algum momento um tipo de sangramento. Isso pode significar um aborto involuntário ou sofrimento fetal. É preciso ir imediatamente a um hospital, sobretudo se isso ocorrer no primeiro trimestre de gestação.

6. Cãibras

sofrimento fetal

Durante a gravidez, é comum que as mulheres sintam cãibras devido às mudanças da circulação sanguínea. Essas mudanças são provocadas pela pressão que o peso do feto exerce sobre os vasos da pelve e afetam a circulação nas pernas.

Esse sintoma pode ser muito perigoso se for acompanhado por sangramento vaginal. Quando esses sintomas ocorrem em conjunto, podem esconder sinais de aborto ou alguns sintomas de sofrimento fetal.

7. O peso da mãe

É importante tratar esse ponto como sinal de sofrimento fetal. Um peso abaixo do que uma mãe realmente deveria ter é muito grave. Essa situação é preocupante porque o feto não está recebendo nutrientes e vitaminas suficientes. Da mesma forma, um aumento excessivo de peso pode indicar diabetes gestacional no feto ou que ele está crescendo em excesso.

Por essa razão, em cada consulta a mãe deve se pesar e o médico indicará o peso do bebê com base na ultrassonografia.  Se você se encontrar em uma dessas duas situações, ele poderá indicar o que fazer para voltar ao peso ideal.

Imagens tiradas de pinterest.com