As mudanças que o seu corpo experimenta durante a gravidez

5 de janeiro de 2017

Você faz um teste de gravidez e ele dá positivo. Que felicidade! Agora você carrega dentro de si uma linda vida. Mas agora surgem um milhão de perguntas: O que acontecerá com meu corpo? O que devo comer? Sem dúvidas o corpo da mulher muda durante a gravidez.

E esta é uma das preocupações que a mulher tem quando descobre que está grávida: as mudanças que seu corpo experimentará inclusive depois do nascimento do bebê.

A gravidez é uma etapa linda para muitas mulheres. Durante esta etapa o corpo feminino se adapta para cuidar de uma nova vida.

É impressionante saber que uma nova vida pode surgir de nossas células reprodutoras, e mais incrível ainda é o processo de conversão dessa união celular em um ser humano. Agora, é preciso ser realista, nem tudo é cor de rosa, já que a mulher experimenta diversas mudanças físicas em seu corpo. Mas, é preciso considerar que acontecerão mudanças em seu corpo que serão notáveis às pessoas, enquanto que ocorrerão outras mudanças que só você notará.

Tomar a decisão de ter um bebê é transcendental: significa decidir que desde esse momento seu coração começará também a caminhar fora de seu corpo.

  • Teus seios: desde o início da gravidez, os seios começarão pouco a pouco a crescer e inchar. A mudança de medidas no sutiã será uma realidade: uma alegria para algumas, um pesadelo para outras. O peso: a mulher pode ganhar 400 gramas por semana, o que fará com que no fim da gravidez o corpo tenha ganhado aproximadamente 12 quilos. É preciso se alimentar bem e adequadamente para assegurar uma boa saúde para o seu bebê. A única coisa que se pode fazer é manter uma dieta equilibrada e orientada pelo médico e fazer exercícios físicos sob recomendação médica. O útero: de um peso inicial de 50 g, um tamanho de 6,5 cm e uma capacidade de 2-3 ml, o útero passará a pesar 1,5 kg, medir 33 cm e ter uma capacidade de 4 ou 5 litros.
  • As náuseas, seguidas dos vômitos são sintomas próprios do primeiro trimestre de gravidez.
  • As mudanças hormonais também poderão causar varizes, inchaço e câimbras nas pernas da mulher grávida.

shutterstock_246882316-500x334

As mudanças que não se notam:

A lista de mudanças fisiológicas é interminável. Resumidamente, aí vão algumas delas:

  • O sangue: Durante a gravidez a corrente sanguínea aumenta de volume em 1,5 litros.
  • O pulso: O aumento da quantidade de sangue implicará em um aumento da frequência cardíaca de 10 ou 15 batidas/minuto para poder bombear toda essa quantidade.
  • respiração: Às vezes você terá certas dificuldades para respirar, maiores quanto maior for o tamanho do feto e mais espaço ele ocupar dentro da mamãe.
  • boca: Além de um nível maior de saliva terá as gengivas muito sensíveis, com facilidade para sangrar. É preciso vigiar com a possibilidade de aparição de cáries.
  • As veias: Se dilatam, você notará inchaço nas pernas e provavelmente surgirão as antiestéticas varizes.
  • tensão: Diminuirá ao ter os vasos sanguíneos dilatados. Normalmente recuperará o nível normal no terceiro trimestre.
  • Prisão de ventre: Este é um dos grandes incômodos da gravidez causado por um trânsito digestivo menor. É recomendável manter uma dieta rica em fibra.
  • bexiga: Ficará cada vez mais dilatada, o que causará uma necessidade crescente de visitar o banheiro.
  • Os hormônios: Como esquecer dos hormônios? Eles cuidam para que a gravidez se desenvolva adequadamente e são eles quem desencadeiam todos os processos internos.
shutterstock_305476805-500x334

Meu corpo é incrível… porque em algum momento teve 2 cabeças, 4 mãos, 4 pernas e 2 corações diferentes batendo. Sou mamãe!

É recomendável que descanse nos últimos meses da gravidez, pois diante da iminente chegada do bebê é provável que a mãe passe muitas noites em claro cuidando de seu filho, coisa que acarretará em problemas no sono e um cansaço emocional.

No demais… desfrute de sua gravidez. Pense que é uma etapa de transição, uma mudança que trará mudanças muito mais importantes para a sua vida!