O que significa o sangramento durante a gravidez?

5 de agosto de 2018

Talvez uma das coisas mais assustadoras que podem acontecer quando se está grávida é a ocorrência de sangramentos sem motivos aparentes. Você deve saber que nem sempre perdas moderadas de sangue significam algo negativo na sua gestação, principalmente durante o primeiro semestre.

Quando se está grávida podem ocorrer pequenos sangramentos ou episódios similares a um ciclo menstrual. Mesmo que não seja necessariamente algo grave sempre que ocorrer algum episódio de sangramento você deve consultar seu médico para evitar riscos que podem ser facilmente evitados.

As causas mais comuns de sangramento durante a gravidez

1. Sangramento de implantação. No primeiro momento da concepção quando um óvulo fecundado alcança a linha do útero, podem aparecer pequenas manchas de sangue que não costumam durar mais que um ou dois dias. Elas costumam aparecer nos dias em que ocorreria sua menstruação normal. Muitas mulheres confundem esse sintoma com um ciclo menstrual, quando na verdade se trata de um dos primeiros sinais de gravidez.

2. Sangramento leve. Quando a gravidez está um pouco mais avançada (entre as semanas 8 e 12) é possível experimentar sintomas como dor nas costas,cólicas, mal-estar na região pélvica, inflamação abdominal e um leve sangramento. Novamente, esses episódios se devem ao fato de que os níveis hormonais ainda não estão tão altos a ponto de suspender os sintomas normais do período menstrual.

3. Sangramento após relações sexuais. Essa é uma das causas mais frequentes das emissões de sangue durante a gravidez. Esse sangramento não implica na existência de uma lesão ou algo com o que se preocupar: o sangramento acontece porque a circulação sanguínea aumenta e a região do colo do útero relaxa.

4. Gravidez ectópica. Uma gravidez ectópica acontece quando o óvulo fertilizado se implanta fora do útero, geralmente nas trompas de Falópio. Se esse for o caso, é normal que você sinta fortes dores de um lado do abdômen e também sinta náuseas e enjoos. A dor pode desaparecer em alguns momentos e logo voltar a causar incômodos.

A gravidez ectópica é uma situação grave que pode causar um colapso no sistema reprodutor da mulher. Em alguns casos há a necessidade de remover o tubo de Falópio no qual o óvulo está implantado.

sangramentos2

5. Sangramento da placenta. O sangramento vaginal e sem dor pode ser resultado da localização errada da placenta. Em alguns casos ela se desenvolve na parte mais baixa do útero ou no canal cervical. Se isso acontecer será preciso fazer exames de ultrassom para prevenir qualquer risco ao bebê.

A anomalia na localização da placenta pode exigir repouso absoluto e, inclusive, a indução do parto.

Caso a placenta esteja parcial ou completamente separada das paredes uterinas, haverá sintomas como fortes dores e sangramentos abundantes que requerem o comparecimento imediato ao hospital mais próximo e o acompanhamento médico constante.

6. Miomas uterinos. São massas formadas por tecidos musculares e fibrosos que podem ser encontrados dentro ou fora da parede uterina. É possível encontrar miomas que não interferem na gravidez, mas há outros que podem causar incômodos, tudo depende da localização do mioma.

É recomendável remover essas massas antes de iniciar o processo de concepção para evitar o risco de gravidez ectópica, sangramentos abundantes e, inclusive, o aborto espontâneo.

O que devo fazer se tiver sangramentos durante a gestação?

sangramentos3

  • Se você está com mais de 20 semanas de gravidez o melhor é procurar um médico o mais rápido possível.
  • Não utilize absorventes internos se houver emissões vaginais de sangue, use absorventes comuns para evitar a ocorrência de lesões mais graves.
  • Se o sangramento for abundante (com coágulos) e acompanhado de dores abdominais, dores nas costas e outros sintomas parecidos aos do período menstrual, procure um hospital para receber o diagnóstico correto.
  • Não se surpreenda se você passar por um sangramento antes de completar 12 semanas de gravidez. A recomendação médica é esperar, como já mencionamos, pois pode se tratar de algo totalmente inofensivo.
  • Depois de episódios de sangramento na gravidez de qualquer tipo e intensidade, é melhor ficar em repouso pelo menos por um dia. Quanto mais cuidado você tiver com esses sinais, menores serão as consequências à gravidez.