Pai, você também é importante

· 1 de fevereiro de 2017

Em algumas famílias e culturas ao redor do mundo há a crença de que enquanto o pai trabalha, a mãe deve educar e cuidar das crianças. Isso é porque a maioria dos pais costuma deixar tudo para a mãe fazer.

No entanto, os filhos sempre irão precisar da figura paterna. Pense no que ela lhes mostra:

  • Sentido da proteção;
  • Uma imagem masculina de referência;
  • Diversão e jogos;
  • Emoção pela convivência com o pai;
  • A oportunidade de ver aos pais como um casal amoroso.

Neste post, queremos lembrá-lo de que você também é importante na educação dos seus filhos.

Sentido da proteção

sentido-da-proteccao-500x317

A função masculina não é se fazer de mãe, mas cuidar e garantir que sua criança não sinta a falta de nada, tanto material quanto emocionalmente. Pai, você é o parceiro de mãe, você deve providenciar ao seu filho e a sua esposa um ambiente seguro, sossegado e tranquilo para o perfeito desenvolvimento das crianças.

Estudos demostraram que a presença do pai é de vital importância para o desenvolvimento mental e emocional da criança. Especificamente se for homem, pois a identidade masculina é configurada por meio da relação com outros homens.

Isso não quer dizer que as crianças que crescem sem o pai se sintam necessariamente desprotegidos. Isso vai depender do ambiente familiar.

Uma imagem masculina a seguir

O pai geralmente é a figura de autoridade. Ele é quem guia, dá o sobrenome e um lugar no mundo. Pai, ensine a sua criança a pensar, a trabalhar, a ganhar dinheiro por meio do seu exemplo.

Se eles observam que você é uma pessoa responsável, desde pequeninos vão aprender a serem responsáveis e não evitarão suas responsabilidades. Seja o líder na sua família junto com a sua esposa, tenha um papel ativo em todas as decisões a respeito das suas crianças ou do seu lar.

Diversão e Jogos

Para os pais, o jogo lhes permitem conhecer melhor aos pequenos. Embora seja óbvio que a mãe possa brincar com as crianças, fazer isto em família gera uma união mais profunda.

Quando você brinca com a sua criança a interação com ela é feita de uma maneira única. As suas crianças vão potencializar características como a criatividade, a paciência, a segurança. Elas tornam-se menos agressivas e mais tolerantes.

Não pense que é suficiente para sua parceira brincar com as crianças. A realidade é que se você evitar esses momentos você perderá muitas experiências inestimáveis e únicas.

A convivência com sua criança

Na verdade, a paternidade pode mudar a imagem que você tem sobre si mesmo quando ajudar aos seus filhos a descobrirem os seus próprios valores. Além disso, tanto seus filhos quanto você terão uma melhor escala de prioridades.

Há uma grande quantidade de tempo e compromisso investida por parte do homem; e não, não existe um manual indicando os passos a seguir para enfrentar o dia a dia com sua criança.

Cada pai edifica a relação com sua criança da maneira que compreende e que é possível para ele.

Tente achar sempre a solução para cada problema que aparecer e experimente o privilégio de ser pai, porque você também é importante.

As suas crianças precisam ver seus pais como um casal amoroso

A maioria das crianças pode confrontar melhor suas emoções quando os pais estão juntos e expressam amor à cada dia. Procure fazer uma só voz com sua parceira, evite ao máximo os mal-entendidos e seja afetuoso com sua esposa diante das crianças.

Se você fizer isso a sua criança vai se sentir feliz, vai aprender a compartilhar, a amar e a ter uma vida estável em casa.

Seja um pai completo

ser-pai-500x315

Pai, você pode ser muito mais do que um simples fornecedor. Quem diz que um pai não pode realizar o papel de uma mãe? Qualquer pai pode se desenvolver muito bem no mesmo papel que cumprem muitas mães.

Quando a mãe estiver presente você tem a oportunidade de cumprir outros papéis importantes no desenvolvimento das crianças. Não perca a oportunidade de dialogar e criar uma relação forte e estável com os pequeninos da casa. Dê a si mesmo tempo para brincar, conviver, educar e estar presente na vida das suas crianças.