5 conselhos para criar uma criança feliz

14 de junho de 2017

A cada dia que passa muitos pais se preocupam ainda mais que seus filhos cresçam se sentindo felizes. Não só lhes interessa saber se seu filho vai bem nos estudos ou se é capaz de se desenvolver em certas tarefas, mas também se são felizes desde pequenos.

Os especialistas acreditam que se pode ensinar também as crianças a serem felizes e inclusive aos adultos. Se o seu entorno destila felicidade, a criança será feliz. A comunicação com os pais desde que são bebês é básica para que as crianças se sintam bem.

Os filhos têm que sentir que são ouvidos desde seus primeiros choros e palavras. As crianças felizes se sentem atendidas desde pequenos em sua alimentação, higiene e cuidado.

A felicidade não está em dar a eles tudo do melhor, como comodidades ou brinquedos, por exemplo. Costuma nascer da confiança nos pais e da segurança de que podem contar com eles a todo momento. Os pais têm de apoiar as crianças sempre no bom e no mau momento, para que eles sintam que sempre estão ao seu lado.

feliz

Antes de tudo comunicação

Nós, pais, temos que estabelecer com nossos filhos desde que são muito pequenos uma comunicação fluída e diária. Devemos conversar com eles, perguntar como foi o seu dia na escola  ou no colégio e nos interessar por seus problemas e dúvidas. O melhor é reservar um momento do dia para falar com eles em família.

Uma boa ideia é escolher a hora do jantar para que nos contem como foi seu dia. Também podemos fazer passeios no fim de semana ou nas férias para compartilhar mais tempo com eles e aproveitar dessa comunicação. Podemos incentivar esportes coletivos, como jogar basquete ou futebol, e organizar atividades como preparar uma receita original ou algum trabalho manual.

Expressar sentimentos e emoções

Para que as crianças sejam felizes têm que ser capazes de expressar seus sentimentos, pensamentos e emoções. Não só devem dar rédeas soltas às suas emoções, como também a suas frustrações e desilusões. Deixe que suas crianças contem isso sem serem interrompidas.

Quando já tenham expressado todos os seus sentimentos, ajude-o a buscar soluções úteis. Se você não as deixar se expressar, isso gerará inseguranças e medos que podem se converter em problemas futuros.

 feliz

Aprender os limites

Que os pais desejam que os filhos seja felizes não significa que os deixemos fazer tudo o que queiram. Não conhecer os limites e as consequências de suas ações e atitudes pode criar com o tempo muitos problemas em seu dia a dia.

Devemos ensinar às crianças a se comportar, a aceitar seus problemas, e a saber como se portar diante dos problemas. As crianças felizes têm uma atitude construtiva e positiva.

Trabalhar a empatia para ser feliz

É muito importante que as crianças aprendam a se colocar no lugar dos outros. Com os companheiros do colégio ou com os irmãos, é básico que saibam se colocar no lugar dos outros. As crianças têm que aprender a ajudar os que os rodeiam.

Incentive em seus filhos a empatia e com certeza os ajudará a ser a cada dia mais felizes. Também é importante que sejam agradecidos, e que valorizem tudo o que têm em sua vida. Ser gratos por ter pais que os amem, ter comida e saúde, ou uma casa onde viver com sua família.

feliz

Valorize seu filho

Para terminar vamos dar um conselho básico: valorize sempre a seu filho. Não o compare com os outros companheiros ou filhos de seus amigos. Cada criança tem sua personalidade, suas virtudes e seus defeitos. Cuide da sua autoestima e não diga a ele frases como “você se transformou em um criança má” ou “caso você continue se comportando assim não vou gostar mais de você.”

Suas críticas devem ser sempre positivas e construtivas para que a criança tente sempre melhorar ou mudar. Procure que seus conselhos e ideias que se converta numa boa criança em todo seu entorno vital, e não somente em sua casa.

Também que seja um bom amigo e cuide das pessoas e dos animais com os quais convive. Procure que ele seja generoso, disciplinado e ordeiro em todos os aspectos de sua vida diária. Esses valores o ajudarão em sua vida, quando sejam mais velhos. E assim se transformem em adultos felizes.