6 sintomas de carência afetiva nas crianças

23 de novembro de 2016

A carência afetiva nas crianças é mais nociva do que costumamos pensar. Durante os primeiros anos de vida, o carinho contribui positivamente no desenvolvimento dos neurônios e na maturação do cérebro.

Os psicólogos trazem ao debate o fato de que a falta de carinho nos bebês pode provocar neles até a morte, ainda que tenham atendidas as outras necessidades vitais.

Por que as crianças carecem de afeto?

Existe um conceito equivocado do que significa a carência afetiva nas crianças. Não está faltando apenas amor naquele que sente falta de um amparo como filho ou que está submetido à violência.

Sofrem de necessidade de serem acariciados; os filhos que em sua infância também tiveram falta de amor e na sua fase adulta sofrem a síndrome da carência afetiva, ou por que os pais por problemas no trabalho, estão ausentes durantes longos períodos, não dedicam seu tempo para conviver com seus filhos ou estão em casa, mas não dão a atenção que eles merecem ou precisam.

As novas tecnologias da informação e da comunicação dificultaram as relações pessoais cara a cara, de você com você mesmo.

shutterstock_218021185-500x334

Cada dia mais, as pessoas se comunicam através da Internet, do celular e de todos os aparelhos inventados para “nos aproximarmos” daqueles que estão a milhares de quilômetros de distância.

O desejo de nos relacionarmos com outras pessoas do mundo todo nos faz esquecer daqueles com quem convivemos e deixamos de atender aos nossos entes mais queridos.

Porém, apesar da intensidade da vida moderna que consome 100% do nosso tempo, não é nem o rigor do trabalho, os afazeres domésticos, nossa realização pessoal ou profissional que deixam de lado o carinho que devemos ter para com nossos filhos.

São as crianças, quem se dar conta, muitas vezes, se privam da atenção dos adultos. E são os jogos virtuais, a televisão, o telefone, o chat… que consomem muitas horas de seu tempo livre.

“Leia sobre a relação que existe entre a carência afetiva e o mundo virtual no vício pela tela”.

Hoje em dia, quando uma criança não está na escola está na frente do computador. Estamos em uma Era na qual as crianças cada vez mais se sentem mais próximas do mundo virtual do que do real. E onde se sente mais a necessidade de interação com o computador e seus amigos da nuvem do que com as pessoas de carne e osso.

6 sintomas da carência afetiva nas crianças

1. As infecções

Sabe-se que a carência afetiva das crianças está diretamente relacionada com o aparecimento de doenças e de transtornos tanto psíquicos quanto fisiológicos.

Aquelas crianças que diariamente sentem falta ou recebem pouco carinho de seus pais, tutores, ou de qualquer adulto que está encarregado de sua proteção são mais propensas a contrair, inclusive, infecções.

Mas, como isso é possível?

Eu explico a você:

A falta de carinho influi na capacidade que tem o corpo humano de se defender de agentes externos como os vírus. Uma criança com carência de afeto pode ter um sistema imunológico deprimido com menos mecanismos de defesa que a ajudem a combater infecções.

“Saiba mais sobre o tema do déficit afetivo”

2. O desenvolvimento físico

Uma das consequências que acarreta a falta de afeto é o atraso no desenvolvimento físico do baixinho. O crescimento desacelera se comparamos com outras crianças da mesma idade.

shutterstock_1368639173. O comportamento

As crianças com carência têm uma tendência a desenvolver sérios transtornos de comportamento. De acordo com o contexto e a criança em questão, podem se comportar, inclusive, de forma violenta, se retrair, se mostrar melancólicos ou chorosos.

Outra consequência é que mudam de estado de ânimo com frequência e sem motivo algum, não conseguem controlar seus impulsos e têm um comportamento contrário ao que se espera deles.

4. O estresse infantil

O estresse infantil é outra doença associada à falta de carinho. Uma criança que não recebe carinho suficiente pode desenvolver um estresse crônico que afetará tanto o seu desenvolvimento físico como o emocional.

5. A desconfiança

Uma criança carente de amor e de atenção por parte de seus pais se mostra desconfiada diante de tudo e de todos. Este é um sentimento quase típico das crianças que não recebem apoio emocional suficiente daqueles que os rodeiam. Por não se sentirem seguros e temerem pela sua integridade física ficam em estado de alerta em relação ao que acontece ao se redor.

6. A dificuldade para se relacionar socialmente

A dificuldade de se relacionar socialmente é outro dos sintomas de carência afetiva das crianças. Para esses baixinhos é difícil estabelecer relações com seus colegas. Eles não têm as mesmas habilidades sociais e de comunicação que as outras crianças e têm dificuldade de conseguir amigos.

Nosso conselho

Se você percebe que seu filho apresenta quaisquer destes sintomas:

Procure ajuda médica

Dê a ele toda a atenção e carinho possíveis

Faça carinho nele, dê um beijinho nele, coloque-o para ninar.

Cante alguma canção para ele e conte para ele historinhas.

Fortaleça o vínculo afetivo, escutando suas opiniões, ajudando-o com seus problemas e dúvidas.

Desenvolvam todo tipo de atividade juntos (afazeres domésticos e de jardinagem, passeios ao campo, idas à praia, passeios pela cidade…).

Brinque com ele.

Evite que seu filho cresça sem esse amor que como mamãe você deve ter para com ele. Aproveite sua maternidade e sua infância, essa que acontece apenas uma vez na vida. Preste atenção em nossas recomendações. Seja a cada dia uma mãe melhor.