O que causam as manchas de nascença nos bebês?

7 de fevereiro de 2018

As manchas de nascença causam muita curiosidade, às vezes elas são uma referência familiar e outras estão relacionadas a temas mitológicos. O que é dado como certo é que são bastante comuns e costumam ser inofensivas; mesmo assim, podem acabar causando preocupação com relação a sua causa e evolução. Portanto, nesta postagem queremos esclarecer muitas dúvidas sobre esse tema, aproveitando os conhecimentos dos especialistas.

Para os especialistas da área da Saúde, as manchas de pele podem ser explicadas de muitas maneiras. Embora todas mereçam especial atenção, apenas algumas delas podem ser consideradas um verdadeiro problema. No caso das manchas de nascença, elas acabam sendo atraentes por causa da cor da pele do bebê e da curiosidade dos pais ao conhecerem seu filho.

Geralmente, o sobressalto que as manchas do recém-nascido nos causam acaba passando à medida que nos acostumamos a vê-las. É muito comum que as relacionemos com aquela mancha que tem o pai, o avô ou o irmão, logo se tornam um sinal que os define como indivíduos.

O que são as manchas de nascença?

O pediatra Dr. Oscar Fielbaum, descreve as manchas de nascença como alterações na cor da pele do recém-nascido; elas podem ou não, nascer com o bebê, pois, às vezes, tendem a aparecer semanas após o nascimento dele. Sabe-se que pelo menos 80% das pessoas nasce com algum tipo de mancha, o que as torna algo muito comum.

Uma característica desse tipo de marca é que permanecem intactas por toda a vida; no entanto, algumas delas costumam desaparecer com o passar do tempo. Contudo, não importa o lugar onde se encontrem, o tamanho ou a cor delas, os pais devem se certificar das suas características, consultando um pediatra.

O especialista ressalta que, embora a maioria dessas manchas seja inofensiva, o melhor a se fazer é confirmar isso por meio de um diagnóstico rápido, porque isso poderia melhor um eventual procedimento. Contudo, a explicação geral nesses casos é que se trata de uma sequência hormonal, genética e nutricional que o feto recebeu durante a gestação.

o que causa as manchas de nascença

A pele do bebê é muito delicada, por isso não é aconselhável tomar medidas para tratar o sinal ou a mancha, sem receber recomendações do médico. Antes de iniciar qualquer tratamento é indispensável que você faça uma consulta com um médico, pois nem sempre é preciso algum tipo de intervenção. Além disso, através da aplicação de substâncias químicas ou produtos para eliminar a mancha podemos fazer com que sejam absorvidas pela pele do bebê.

Tipos de manchas de nascença

As manchas ou sinais podem variar em relação a características como o tamanho, a cor ou o formato. De acordo com esses fatores, os especialistas os classificam como hemangiomas, nevos, ou manchas de vinho. Da mesma maneira, pode haver pequenas, médias e grandes; aparecem indistintamente em qualquer parte do corpo, e também podem ser classificadas em relação ao seu aspecto e tonalidade.

Quanto ao tamanho delas, as manchas de nascença são classificadas como pequenas, quando possuem 1,5 cm, sendo a maioria delas; as medianas medem entre 1,5 e 2 cm; e as grandes são aquelas que têm tamanho superior a 2 cm. São identificados os seguintes tipos de marcas, conforme outras características:

  • São tumores vasculares que podem variar de tamanho com o tempo, podem ser de certa forma mais preocupantes do que outros. São encontrados em pelo menos 20% dos recém-nascidos, sua cor é de um vermelho intenso, cuja carga genética é bastante grande. Elas são mais comuns em bebês prematuros, especialmente em meninas.
  • Também conhecidos como sinais congênitos, são células pigmentadas que podem ter uma textura lisa ou protuberante, algumas vezes têm pequenos pelos e podem surgir anos depois do nascimento. Aparecem em 1% dos bebês; suas dimensões podem variar desde pequenas a grandes.
  • Mongólicas azuladas. Essas manchas podem ser azuladas ou acinzentadas, no geral são grandes e seus contornos não são bem definidos; aparecem especialmente em pessoas de pele escura e tendem a desaparecer nos primeiros anos de vida. São manchas planas, não se relacionam com doenças porque se encontram na superfície da pele; a maioria delas aparece na área das costas e das nádegas.
fique atenta as manchas de nascença

  • Café claro. Essas manchas podem aparecer mais de uma por bebê, são lisas, bastante claras, e seu nível de incidência atinge até 50%. Devido à luz solar, essas manchas costumam se tornar mais claras ou desaparecer totalmente.
  • Cor vinho. São frequentes no couro cabeludo, rosto e pescoço; sua coloração varia entre o rosa e o roxo, é possível até vê-las na cor vinho do Porto. Aparecem na média de três a cada mil recém-nascidos; mas como são avasculares costumam permanecer por mais tempo, se tornar mais escuras, e desenvolver certa protuberância.