Cuidados vitais durante os primeiros meses do bebê

· 2 de novembro de 2016

É normal que os pais tenham dificuldades em reconhecer os sinais que os bebês emitem para indicar o estado em que se encontram, principalmente se são pais de primeira viagem. Por isso  é preciso reconhecer os cuidados que são vitais durante os primeiros meses do bebê, ainda que a criança não expresse tudo.

Existem cuidados básicos para os bebês, mas também há outros que os ajudam a se sentirem mais confortáveis, contribuindo para o seu bem estar, já que por si sós não podem fazer isso e expressar suas necessidades livremente é muito difícil.

Em muitas ocasiões, os pais se sentem intimidados e admirados por não conseguirem aprender a manusear seu novo rol. Por exemplo, não entendem o que devem fazer durante os primeiros meses do bebê e em ocasiões, tendem a cometer muitos erros ou procurar ajuda de pessoas mais experientes.

Cuidados vitais para atender ao bebê durante os primeiros meses

Ainda que pareça incrível, de fato existem pessoas que não têm nem a remota ideia de como deveriam atender as necessidades de um bebê; por isso criamos esse espaço. Também é de utilidade para quem acredita que está fazendo tudo certinho e não é o caso, ou também para aqueles que desejam confirmar o que já sabem.

Porém, o principal que devemos regatar é que a vida de nossos pequenos pode depender da sábia aplicação destes conselhos.

shutterstock_216248932-500x334

Cuidados gerais

  1. O cuidado das unhas. As unhas dos bebês crescem de forma muito rápida, por isso é recomendável que as cortemos com tesouras desenvolvidas especialmente para eles. Preferencialmente deve-se cortar quando eles estão dormindo.
  2. Segurá-los com firmeza. Os bebês não são tão frágeis quanto a maioria das pessoas pensa, assim, devem ser segurados com suavidade mas de uma forma firme e não os acontecerá nada.
  3. Evite assustá-lo quando for pegá-lo em seus braços; é recomendável pegar o bebê com suavidade devido ao fato de que ele sente cada movimento e se assusta muito.
  4. Regule as condições do banho. Lembre-se que pode-se dar banho no bebê só com água morna e na torneira (caso saia água morna dela); é imperativo ter muito cuidado para que não o façamos esbarrar em algo que estamos usando para dar banho.
  5. A troca de fralda. Uma parte delicada do bebê é a região da bundinha, por isso ao trocar as fraldas é preciso se assegurar de que está totalmente seco para evitar irritação, ou aplicar pomadas especiais para isso nas regiões afetadas ou propensas a dar assaduras.
  6. Evite o uso do talco. Os especialistas não aconselham usar talco, já que pode ser ingerido facilmente pelo bebê. Cuidado com isso!
  7. Regule a quantidade de roupas. É muito comum que vistam o bebê com muita roupa e ainda que muitos não acreditem, isso pode causar muito calor para eles. Mas é preciso manter na bolsa uma roupa extra em casos de acidentes com a fralda.
  8. Atenção com os ouvidos. Evite usar cotonetes para limpar os ouvidos, isso pode ser prejudicial, é melhor limpar a área externa com um paninho e água morna.

Cuidados alimentares

  1. Meça a quantidade de alimentos. Deve-se lembrar que o estômago dos bebês é muito pequeno, por isso é preciso medir com muito cuidado a quantidade de leite que vamos dar ao usar a mamadeira.
  2. Não deixe de alimentá-los. Os pediatras recomendam que sejam alimentados a quantidade de vezes que precisem.
  3. Cuspir a comida é normal. Não se assuste quando o bebê devolver um pouco de leite, é normal, em pequenas quantidades; só está saindo o excesso de alimentos que entram na sua boca.
  4. Evite alimentos que causem gases. Deve-se ter cuidado com os gases, pois podem causar muita dor no bebê. É recomendável que evitar dar alimentos que produzem gases e aprender a fazer massagens que liberam os gases corretamente.
  5. Preste atenção enquanto o bebê come. É importante vigiar se ele está sugando bem o leite do peito durante o período de lactação. Ou seja, a aureola em volta do seio deve estar dentro da boquinha também.
shutterstock_180907310-500x334

Cuidar de um bebê recém-nascido é algo complexo e talvez no início seja um tanto complicado, mas não se desespere, siga esses conselhos práticos e pouco a pouco irá aprendendo um pouco mais a respeito.

Os pediatras são nosso apoio desde o nascimento e até que cresçam e estão preparados para lhe ajudar e aconselhar caso exista alguma dúvida ou inquietação com o bebê, não tenha medo de perguntar!