4 maneiras de incluir as leguminosas na dieta das crianças

· 27 de abril de 2018
Se você tem dificuldades de incluir as leguminosas na dieta dos seus filhos, essas dicas com certeza vão ajudar.

Conhecer maneiras interessantes de incluir as leguminosas na dieta das crianças é essencial para todas as mães devido à rejeição dos pequenos em relação a esses alimentos. Deixamos, portanto, alguns conselhos para você conseguir deixar esses alimentos mais atraentes aos olhos e ao paladar das crianças.

Sabe-se que pratos com leguminosas proporcionam inúmeros benefícios, como os importantes nutrientes, as fibras e os antioxidantes que oferecem. As leguminosas são um dos alimentos básicos da dieta mediterrânea e são ricas em:

  • Ferro.
  • Vitaminas.
  • Carboidratos.
  • Fibras.
  • Proteínas.

Dessa maneira, são a escolha perfeita para oferecer a energia necessária às atividades diárias dos seus filhos.  Podemos preparar as leguminosas de muitas maneiras: assadas, secas, cozidas ou fritas.

Do ponto de vista nutricional, são excelentes alimentos para a saúde das crianças.

É aconselhável introduzir as leguminosas na dieta das crianças a partir dos 10 meses. A partir de um ano de idade, os pequenos já podem comer qualquer tipo de leguminosas, de duas a três vezes por semana.

Assim como com qualquer alimento novo, pode ser difícil convencer seus filhos a experimentar, mesmo sendo tão ricas e nutritivas. Portanto, deixamos aqui algumas recomendações que podem ajudar a introduzir as leguminosas na dieta das crianças.

4 maneiras de incluir as leguminosas na dieta das crianças

Veja, então, 4 maneiras de incluir as leguminosas na dieta das crianças a fim de incentivar seus filhos a comerem de maneira mais saudável.

1.- Na sopa

As sopas geralmente são muito bem recebidas pelas crianças. Por isso, você pode começar a apresentar as leguminosas ao inclui-las no preparo das sopas.

Além disso, as lentilhas, os feijões e as ervilhas, quando cozidos, são fáceis de misturar na sopa, com carnes e, até mesmo, molhos.  As leguminosas vão dar mais sabor, deixar as sopas mais espessas e acrescentar nutrientes importantes.

2.- Como acompanhamento

O purê de húmus feito com grão-de-bico é bem conhecido hoje em dia. Mas você também pode fazer patês de azeitonas, alcachofras, pimentão vermelho ou, até mesmo, de cenoura. São ideais para comer com torradas no lanche da tarde.

Além do húmus e dos patês, é possível preparar diferentes molhos com feijão, lentilhas e temperos.

3.- No macarrão

Um clássico da cozinha italiana chamado pasta e fagioli é uma receita simples de macarrão que inclui feijão. A cozinha italiana também pode nos ajudar a apresentar aos nossos filhos o sabor das leguminosas. Outro bom exemplo é o macarrão com molho pesto. Especialmente, se você acrescentar um toque de queijo parmesão.

Por fim, você também pode acrescentar as leguminosas às saladas de macarrão.  Dessa maneira, há a opção de montar o prato como quiser.

 “É aconselhável introduzir as leguminosas na dieta das crianças a partir dos 10 meses de vida.”

4.- Como almôndegas ou hambúrgueres

As almôndegas são muito populares entre as crianças. Você pode substituir a carne por lentilhas, feijão ou uma combinação de ambos.

Outra opção para introduzir as leguminosas na dieta das crianças são os falafels libaneses, uma forma muito conhecida de fazer croquetes de grão-de-bico.

Além disso, você pode incluir as leguminosas em diferentes molhos ou sanduíches. Por exemplo, uma boa opção são os hambúrgueres de feijão ou grão-de-bico que, com certeza, seu filho vai adorar.

incluir as leguminosas na dieta

Outros conselhos

  • Atenção à textura

Muitas crianças odeiam a textura pegajosa de algumas leguminosas. Se você as utilizar secas em vez de enlatadas, terá uma textura muito mais agradável. É recomendável deixar as leguminosas imersas em água durante a noite antes de cozinhar.

  • Envolva seu filho no preparo

Ao envolver as crianças no preparo das refeições, você pode despertar o interesse delas e tornar mais fácil o momento de experimentar novos alimentos. Levar seu filho ao supermercado também vai permitir que ele escolha as leguminosas que gostaria de comer.

  • Use sua imaginação

Por fim, recomendamos que você seja criativa e que use sua imaginação para encontrar maneiras diferentes de incluir as leguminosas na dieta do seu filho. Você o conhece bem e saberá a melhor maneira de chamar a atenção dele!

Afinal de contas, trata-se de apresentar uma versão mais agradável dos pratos com o objetivo de estimular a imaginação da criança para que tenha mais vontade de experimentar novos alimentos. 

Pode ser que no começo ela rejeite. Mas não jogue a toalha! Logo logo você vai encontrar maneiras de incluir as leguminosas na dieta das crianças.