A amamentação pode proteger o bebê da asma?

· 22 de março de 2018
Proteger o bebê da asma é algo que preocupa as mães que sofrem dessa doença. Logicamente, elas não desejam que seus pequenos passem pela mesma experiência. A seguir, vamos apresentar a você os benefícios do leite materno como forma de prevenção.

Hoje em dia, a asma afeta muitos bebês, especialmente quando ainda estão com poucos meses de vida. Esse problema tem uma base genética. Ou seja, se o pai ou a mãe tiver essa doença, o bebê também poderá ter. Por isso, os médicos recomendam que a mãe o alimente com leite materno a fim de proteger o bebê da asma.

O leite materno, além de ser inofensivo, fornece todos os nutrientes necessários ao bebê. Paralelamente, protege o pequeno de muitas doenças.

Por isso, é fundamental que a mãe amamente seu bebê durante os primeiros 6 meses de vida. No entanto, muitos pais se perguntam: o que é a asma? Quais são seus sintomas? Quais os benefícios do aleitamento materno em relação à proteção contra a doença?

O que é a asma?

É uma doença respiratória muito frequente nos bebês, na qual as vias respiratórias começam a se obstruir de maneira parcial ou total.

Sintomas de asma nos bebês

Os sintomas da asma nos bebês podem ser: tosse seca, catarro persistente, respiração levemente ofegante (como se estivesse com dificuldade para respirar), ruído ou chiado no peito e sensação de resfriado quando o bebê chora.

Quais são as causas da asma?

Não se sabe exatamente o que provoca a asma nos bebês. No entanto, ela pode ser causada por problemas genéticos ou fatores ambientais. Entre estes, podemos incluir a fumaça do cigarro, substâncias que causam reações alérgicas, contaminação do ar ou odores fortes frequentes, como o de gasolina.

proteger o bebê da asma

5 benefícios da amamentação para proteger o bebê da asma

Sabe-se que o leite materno pode proteger o bebê da asma, pois fornece elementos imunológicos que não são obtidos através do leite de fórmula. Os benefícios que proporciona podem ser resumidos da seguinte maneira:

1.- Combate infecções e doenças

Se a mãe amamenta o bebê, o leite materno diminui os riscos de contrair infecções. Entre as infecções que são combatidas com o leite materno estão: a asma, a diabetes, a diarreia, as infecções respiratórias, entre outras.

2.- Diminui o risco de apresentar os sintomas da asma

No caso dos bebês que têm predisposição genética, o leite materno diminui as chances de apresentar problemas respiratórios.

3.- Fornece nutrientes

O leite materno, além de fornecer nutrientes necessários para crescer e se desenvolver de maneira saudável, também fornece os anticorpos que o bebê precisa para enfrentar várias doenças, como a asma.

4.- Fortalece os pulmões

A amamentação fortalece os pulmões do bebê. Além de aumentar a capacidade pulmonar, transmite imunoglobulina, que protege o pequeno de alergias e asma.

5.- Ajuda o sistema imunológico

Como contém lactoferrina, fator bífido e lipídios, contribui para que o bebê tenha defesas altas. Por consequência, melhora o sistema imunológico.

proteger o bebê da asma

Outras vantagens do leite materno

Para além dos benefícios comentados acima, para proteger o bebê da asma, o leite materno também apresenta outras vantagens:

  • É um alimento fácil de digerir quando está doente.
  • Melhora a relação da criança com a mãe e, consequentemente, gera estabilidade emocional.
  • Conforta o bebê quando está doente ou cansado.
  • Relaxa a mãe.
  • Reduz o risco de hemorragias após o parto.
  • Diminui o risco de contaminação, pois sai diretamente do mamilo da mãe.
  • Contribui para o amadurecimento da inteligência do bebê.
  • Combate a prisão de ventre.
  • Como contém ferro, fortalece as defesas.
  • Previne a síndrome de morte súbita.

 “O leite materno, além de ser inofensivo, fornece todos os nutrientes necessários ao bebê.”

Quais nutrientes o leite materno contém?

O leite materno contém células vivas que permitem o desenvolvimento e crescimento do bebê. Além disso, contém carboidratos, proteínas, minerais, vitaminas, propriedades anti-infecciosas e antivirais.

Paralelamente, também é fonte de ácidos graxos e aminoácidos. Todos esses nutrientes são essenciais para o completo desenvolvimento do bebê. Por isso, não deixe de amamentar seu filho para que ele possa aproveitar esses benefícios.

Em suma, proteger o bebê da asma é algo importante que toda mãe pode fazer através do ato de amamentar. Por esse motivo, recomenda-se proporcionar leite materno pelo menos nos 6 primeiros meses de vida. Se você fizer isso, ajudará seu filho a crescer saudável e forte.

Além disso, o contato pele com pele vai fortalecer os laços entre ambos e aumentará a autoestima do bebê. É um momento único e mágico pelo qual toda mulher passa e que contribui significativamente para o desenvolvimento saudável do bebê.