Brócolis: como introduzi-lo aos seus filhos

· 20 de novembro de 2016

O brócolis é um dos dez alimentos mais saudáveis e mais recomendados devido as suas propriedades nutritivas. É um verdadeiro elixir da juventude. Entre alguns de seus benefícios encontra-se a prevenção de vários tipos de câncer (mama, pulmão, cólon e útero), de doenças cardíacas, do envelhecimento precoce e no controle das diabetes.

O brócolis e suas propriedades

Além de ajudar na desintoxicação do organismo, aumenta a imunidade, reduz a inflamação, é antioxidante, alcalinizante (regulador do PH sanguíneo), previne a artrite e também auxilia no tratamento da depressão.

O brócolis contém a mais alta quantidade de nutrientes quando comparado com outras verduras da família das crucíferas, como a couve, couve-flor e repolho. Seu consumo é fonte de uma grande quantidade de vitaminas como: B1, B2, B3, B6, vitamina C e uma grande quantidade de vitamina A. Além disso contém cálcio, ácido fólico, minerais e antioxidantes que contribuem para o bom funcionamento de nosso organismo.

O brócolis e sua preparação

A primeira coisa a ter em mente quando decidimos preparar o brócolis é nos certificar de comprá-lo em vendas ecológicas. Para as crianças é mais agradável para o paladar visto que o brócolis ecológico geralmente é mais doce que o não ecológico.

A melhor maneira de cozinhá-lo para que não perca suas propriedades é a vapor (3 a 5 minutos). Acrescentar um pouco de sal na água, assim como um punhado de ervas provençais é uma boa forma de “colorir” seu sabor. Como com esse tempo de cozimento a verdura ainda se encontra crocante e o ideal é que a cortemos o menos possível para que as crianças aceitem melhor.

Ainda que saibamos que tanto o talo como as folhas também possuem grandes quantidades de nutrientes deixamos essas partes mais difíceis de mastigar para os adultos da casa. Também podemos dar pedaços crus (assim como fazemos com os pedacinhos de cenoura)

Duas receitas que os seus filhos irão adorar

Brócolis refogados com alho e azeite de oliva

Para fazer essa receita, é melhor deixar o brócolis no vapor não mais do que três minutos, já que em seguida iremos refogá-lo.

Ingredientes

1 brócolis ecológico

Alho cortado em pedacinhos

Uma pitada de sal marinho ecológico

Azeite de oliva virgem (evitar o extra virgem para refogar)

Preparação

Tirar o brócolis do vapor depois de três minutos, cortá-lo em pequenos pedaços evitando o talo já que a preparação é para as crianças. Colocá-lo numa panela com alho em pedaços previamente fritos, não exceder um minuto. Acrescentar uma pitada de sal no final. Podemos oferecer individualmente ou misturados com arroz integral já previamente cozido. Eles irão adorar!

Brócolis com bechamel
Bechamel

Ingredientes

1 brócolis ecológico

Para o bechamel

Meia cebola ralada

½ litro de leite integral

50 gramas de farinha integral

50 gramas de manteiga

Um pouco de sal marinho ecológico

Noz moscada

Nata (opcional)

Preparação

Bechamel

Ralar meia cebola e fritá-la a fogo baixo no azeite de oliva virgem. Em uma panela adicione a manteiga, quando estiver derretida acrescente farinha, retire a panela do fogo e mova com uma colher de madeira até que os pedaços se desfaçam. Colocar um pouco de leite e mover rapidamente com a ajuda de uma vareta. Acrescentar um pouco mais, mexe, até terminar o leite. Em seguida acrescentar a cebola ralada previamente frita e mexer. Voltar a cozinhar durante 10 minutos e pronto. Você pode ainda adicionar um pouco de nata a gosto e ralar um pouco de noz moscada.

Brócolis

Tirar o brócolis do vapor (não exceder 3 minutos), cortá-lo em pedaços pequenos, colocá-lo numa panela de barro, colocar por cima um pouco de bechamel, um pouco de queijo ralado e gratinar por um minuto com a parte de cima do forno ativada. Pronto!

As crianças amam essa receita.

Para aqueles que não consomem produtos de origem animal é possível substituir o leite por leite de arroz, a nata por creme de aveia para cozinhar e o queijo ralado por amêndoa crua amassada previamente em um pilão.

O que deve-se evitar

Ainda que exista uma quantidade grande de receitas que podem ser muito boas, tais como a de creme de brócolis é importante evitar triturá-lo, já que os alimentos triturados perdem uma quantidade de nutrientes porque as fibras se rompem no processo. Além disso algumas vitaminas se oxidam em contato com o ar como é o caso da vitamina C.

shutterstock_320848058-500x334

Outro motivo importante para não fazê-lo é fazer com que as crianças saboreiem os alimentos sem “trapaças”. A mães geralmente sempre pensam em como fazer trapaças (acrescentar muita manteiga, nata ou algo para adoçar o sabor, por exemplo) para que os nossos filhos comam. É preciso ter paciência e seguir introduzindo os alimentos que muitas vezes não são aceitos de primeira.