Alimentação e fertilidade: 15 alimentos para engravidar

· 12 de novembro de 2016

A alimentação é a chave na hora de engravidar, pois há uma série de alimentos que estimulam a fertilidade. Conheça quais são esses alimentos e seus benefícios.

Se você planeja engravidar, mas tem dificuldades deve considerar a alimentação o ponto principal. A alimentação é importante não só para conseguir engravidar, mas também para que seu filho nasça saudável. Trata-se simplesmente de estabelecer uma dieta rica em nutrientes que estimulem a fertilidade.

Além da chamada “Dieta da Fertilidade”, a Mediterrânea também beneficia as mulheres que desejam se tornar mães. Ambas apresentam alimentos benéficos à fertilidade como proteínas, carboidratos complexos, ferro, ácido fólico e gorduras saudáveis.

Dessa forma, os especialistas destacam a importância de seguir uma dieta balanceada. Ao prestar atenção somente à sua alimentação você poderá melhorar a qualidade do óvulo, favorecer a implantação do embrião e o desenvolvimento do feto.

Por essa razão, recomenda-se o consumo de alimentos capazes de reduzir os possíveis déficits de vitaminas e minerais que causam essas dificuldades. Quais são esses alimentos e quais benefícios trazem?

fertilidade2

15 alimentos para a fertilidade

  1. Banana- Possui vitaminas B, importantes para o momento da concepção porque regula os hormônios. Na falta desse nutriente a menstruação fica irregular e óvulos deficientes podem ser produzidos.
  2.  Mel- Também é rico em vitaminas B, que são necessárias à fabricação de testosterona. Além disso, possui aminoácidos e minerais capazes de melhorar a qualidade dos espermatozoides, fortalecer o útero e os ovários e estimular a produção de hormônios sexuais.
  3. Canela- Tem a capacidade de reduzir a resistência à insulina e pode aumentar e melhorar a quantidade e a qualidade de óvulos disponíveis no corpo da mulher.
  4. Ovos- São ricos em vitaminas e nutrientes essenciais, melhorando a saúde sexual e reprodutiva. Contém vitaminas B e D que aumentam a capacidade do corpo de absorver ácido fólico, o qual permite a criação de novas células pelo organismo.Se a mulher apresenta no seu corpo, antes e depois da gravidez, ácido fólico em quantidade suficiente é possível prevenir defeitos congênitos no cérebro e na coluna do bebê.
  5. Lácteos- Esses alimentos contêm cálcio que contribui à saúde óssea e aumenta a fertilidade. Além disso, possuem vitamina B12 que favorece a formação de glóbulos vermelhos e conservação do sistema nervoso.
  6. Cereais integrais- Os grãos como a aveia, o arroz e o trigo integral ou a quinoa contêm em abundância as vitaminas B e E, fundamentais para a saúde reprodutiva, o equilíbrio hormonal e a produção de óvulos e espermatozoides saudáveis. Além disso, possuem vitaminas B6, essenciais ao equilíbrio do estrogênio e da progesterona.
  7.  Nozes, amêndoas, tofu, girassol e outras sementes- O selênio das nozes protege os óvulos maduros dos danos provocados pelos radicais livres e estimula o sistema imunológico.Ao mesmo tempo, a vitamina E das amêndoas é um antioxidante que contribui à saúde dos óvulos e do esperma.O tofu, por outro lado, concentra quantidades de ferro, que evita problemas nos óvulos.

    Por último, o girassol contém zinco e garante a qualidade dos óvulos.

    fertilidade3
  8. Peixes azuis, amêijoas e ostras- O atum, o salmão e as sardinhas são as melhores fontes de ácidos graxos Ômega 3 e Ômega 6, necessários ao equilíbrio hormonal, ao sistema imunológico e à saúde dos ovários, óvulos e esperma. Além disso, possuem proteínas e vitamina D. Inclusive, o selênio do salmão previne a quebra dos cromossomos que pode causar malformações congênitas e abortos involuntários.As amêijoas são ricas em vitamina B12 que fortalece o endométrio e o deixa mais resistente, evitando abortos espontâneos. Ao mesmo tempo, as ostras possuem zinco, fundamental à fertilidade masculina, ajudando a manter os níveis de testosterona e a produção espermática, assim como a feminina, promovendo a divisão celular adequada.
  9. Carne de frango- É uma fonte de proteína que possui niacina, tiamina e e ácido ascórbico, além de minerais como potássio, fósforo e iodo.
  10. Ervilhas- Seu consumo ajuda a balancear os estrógenos e a progesterona, necessários para atingir níveis mais altos de fertilidade. Isso se deve aos altos níveis de zinco que possuem.
  11. Alho- Possui selênio, capaz de melhorar a fertilidade de ambos os sexos, e vitamina E, reguladora de hormônios.
  12. Aspargo, espinafre e abacate- Os dois primeiros apresentam ácido fólico, o qual reduz as falhas ovulatórias e otimiza a produção de esperma. Além disso, possuem antioxidantes, ferro, vitaminas E e B.
  13. Levedura de cerveja- É um alimento muito rico em minerais, proteínas, aminoácidos, vitaminas do grupo B, ferro, cromo, zinco, ácido fólico, etc…
  14. Azeite de oliva e óleo de linho- Ambos triplicam as chances de gravidez, pois aumentam a fertilidade tanto de homens como de mulheres.
  15. Gengibre- Além de ser útil para as mulheres, aumenta o volume de esperma e melhora a mobilidade dos espermatozoides.

Você sabia que todos esses alimentos contribuem para o aumento dos níveis de fertilidade? Agora, após ler esse artigo, acha que segue uma dieta saudável e balanceada?