A importância da avó paterna para a família

· 1 de março de 2018
A avó paterna é uma figura mais do que importante na vida das crianças. Portanto, é vital que, como nora, você possa manter um relacionamento cordial com sua sogra e não privar seus filhos de aproveitar a orientação e a sabedoria que as avós proporcionam.

Muitos pais dependem de avós para criar seus filhos. Horários de trabalho, exaustão, excesso de obrigações em casa ou um período de doença são algumas das razões pelas quais os avós vêm em auxílio de seus filhos e netos.

No entanto, é quase sempre a avó materna que cumpre esse papel. E a avó paterna?

O papel da avó paterna na família

Por algum motivo, em algumas famílias, o papel da avó paterna foi relegado a um segundo plano ao longo do tempo. Ela só aparecia como mãe do marido e sogra. Na verdade, raramente se fazia passeios ou se passava tempo de qualidade com essa avó.

Esta questão se tornou objeto de pesquisa, uma vez que alguns aludem ao efeito que uma avó paterna pode ter nos netos se comparada a avó materna. No entanto, os estudos geralmente se baseiam em hipóteses não comprovadas.

Além disso, não restam dúvidas sobre os sentimentos que os avós maternos e paternos têm pelos seus netos. Lembre-se disso na hora de dividir o tempo que a criança passa com a avó.

A avó paterna sempre é especial para os netos.

Problema social: avó materna ou paterna

De maneira geral, a tendência de deixar os filhos com a avó materna faz com que a avó paterna sinta ciúmes e conflitos comecem a acontecer. Muitas vezes o problema vira uma bola de neve e afeta a relação do casal.

A mãe deve ter consciência de que a relação com sua sogra poderá influenciar os pensamentos e sentimentos de seus filhos em relação a avó paterna.

Se a relação entre vocês não é boa, as crianças podem se afastar da mãe do papai. Quando pequenas, poderão sentir medo de estar com a avó paterna.

Como manter uma boa relação com a avó paterna?

É necessário analisar a situação com tranquilidade. Considere os seguintes pontos:

  • Não é recomendável forçar as crianças a interagirem com um dos avós.
  • Você deve deixar que o carinho das crianças pela avó paterna aconteça naturalmente.
  • Não faça comentários negativos sobre a avó paterna na presença das crianças.
  • Deixe que as crianças desenvolvam suas próprias preferências em relação aos seus avós.
  • Como mãe, faça um esforço para manter uma relação sincera e positiva com sua sogra. Dessa maneira as crianças seguirão seu exemplo.
  • Planeje atividades e inclua sua sogra, como um passeio no parque ou uma refeição.
  • Quando for possível, permita que ela colabore como quiser. Seja cuidando das crianças ou ajudando no sentido econômico. Isso fará com que ela se sinta útil e amada.
Ser avó pela primeira vez é uma experiência especial.

Importância da avó paterna

A avó paterna não é exceção quando se trata de apoiar a educação de seus netos. Ela pode fazer a diferença no desenvolvimento e nos relacionamentos que eles vão ter com outras pessoas no futuro. Além disso, também é uma forma de fortalecer o relacionamento com o papai.

Lembre-se de que o amor que a avó demonstra em relação aos seus netos é o mesmo que dedica ao filho, agora pai de seus netos. Você, em seu papel de mãe, pode contribuir muito para que a aproximação aconteça da melhor maneira possível.

Incentive uma relação de respeito e cumplicidade entre seus filhos e a avó. Ela não é somente a mãe do seu marido, mas também a avó dos seus filhos.

O vínculo entre seus filhos e a avó não é apenas natural, também é necessário incentivá-lo. As avós não são mães substitutas, mas sempre que elas quiserem poderão passar tempo com os seus filhos. O afeto que pode haver entre avós e netos vai além dos genes que compartilham.

A avó, por sua vez, pode ajudar a criar uma relação positiva quando não desautorizar as decisões dos pais, ainda que não concorde com aquela maneira de criar os filhos.

Em suma, cada um dos avós é único e insubstituível. Os pais devem se esforçar para dividir o tempo com essas pessoas tão importantes.