A importância da educação viária para adolescentes

Os adolescentes são atores centrais nas ruas. Além disso, as taxas de acidentes indicam que eles são as vítimas mais frequentes em acidentes de trânsito. Analisamos a importância da educação viária para adolescentes e sua relevância como parte da escolarização.
A importância da educação viária para adolescentes

Última atualização: 16 abril, 2022

A cultura de prevenção da segurança viária começa com o ensino de ações que depois se tornarão hábitos. A educação viária para adolescentes deve ser uma política para reduzir os acidentes nas ruas, visto que constituem uma das principais causas de morte entre jovens que têm entre 15 e 25 anos.

A infância e a adolescência são as etapas para moldar o comportamento dos futuros adultos. Deveres e direitos nessa área são ensinados indicando o que deve ser feito e o que não deve ser feito. Dessa forma, melhora-se a convivência social e prioriza-se o respeito pelos demais cidadãos e autoridades.

As estratégias para a promoção da educação viária para adolescentes baseiam-se, em sua maioria, no ensino no ambiente escolar e no ambiente familiar. Assim, promove-se a aprendizagem e a implementação de regulamentos relativos à segurança rodoviária e à vida em geral.

Recursos que promovem a educação viária em adolescentes

Os materiais didáticos utilizados nos treinamentos são recursos que fazem parte do programa educacional. Além disso, procuram proporcionar uma aprendizagem teórica de uma realidade rodoviária personalizada.

Esses recursos possuem diferentes suportes (audiovisuais, informatizados e impressos) para serem utilizados de acordo com a realidade dos destinatários.

 

Existem várias estratégias para realizar e promover a educação viária em adolescentes e aproveitar os avanços tecnológicos. Dessa forma, fica mais fácil atingir essa população, envolvida na maioria dos acidentes de trânsito e nas mortes decorrentes desse motivo.

Os jovens são hoje os protagonistas de muitos acidentes rodoviários.

Recomendações de educação viária para adolescentes

  • Os pais ou tutores devem ser os principais responsáveis por esse treinamento. Sua obrigação é transmitir aos filhos as atitudes, normas e valores do correto comportamento rodoviário.
  • Os centros educativos são uma parte importante na divulgação e no ensino de comportamentos rodoviários adequados. Portanto, eles devem estar ativamente envolvidos.
  • As entidades governamentais devem ter um papel central na educação viária para adolescentes, pois representam a população com maior incidência de acidentes rodoviários, o que constitui um problema de saúde pública. Portanto, devem ser promulgadas leis que garantam a educação viária para os adolescentes.
  • Os próprios adolescentes devem ser promotores das normas rodoviárias, divulgando a colegas, irmãos, primos e conhecidos. Essas ações ajudam a conscientizar o cidadão e a convivência com o sentido viário.

“As estratégias para a promoção da educação viária para adolescentes baseiam-se, em sua maioria, no ensino no ambiente escolar e familiar”

O objetivo da educação viária é ter um maior número de bons pedestres, pessoas que saibam se locomover pela cidade de forma segura e exemplar. Para tanto, a formação de motoristas deve ser considerada uma atividade acadêmica integrada às políticas públicas.

É necessário garantir a formação de pessoas altamente qualificadas para garantir a prevenção e promoção da segurança. O objetivo de todo esse processo é o comportamento rodoviário ideal para todos os cidadãos.

This might interest you...
Erros que toda mãe deve evitar ao dirigir
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Erros que toda mãe deve evitar ao dirigir

Dirigir um carro se tornou parte da nossa vida e quase o vemos como uma extensão de nossa casa. Contudo, no momento de viajar com seus filhos exist...



  • Falcón, C. M., García, E. G., & Avilés, N. R. (2010). Adolescentes, situaciones de riesgo y seguridad vial. Atención primaria, 42(9), 452-458. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0212656709006386
  • Meneses C, Gil E, Romo N. (2010). Adolescentes, situaciones de riesgo y seguridad vial. Aten Primaria.
  • OECD/ECMT Transport Research Centre, European Conference of Ministers of Transport, & United Nations. Economic Commission for Europe. (2006). Young drivers: the road to safety. OECD Publishing.
  • Roberts I, Kwan I, and the Cochrane Injuries Group Driver Education Reviewers. (2008). Educación escolar de conductores para la prevención de accidentes de tráfico (Revisión Cochrane traducida). En: La Biblioteca Cochrane Plus, 2008 Número 4. Oxford: Update Software Ltd.
  • Sethi, D., Racioppi, F., Mitis, F., & World Health Organization. (2007). Youth and road safety in Europe: policy briefing. http://www.euro.who.int/__data/assets/pdf_file/0003/98454/E90142.pdf
  • Villa, J. J. (2010). Adolescencia y prevención de accidentes de tráfico. Atención Primaria, 42(9), 459-462. https://core.ac.uk/download/pdf/82693198.pdf