Como é o início de uma nova vida?

29 Maio, 2020
Você quer saber como é o início de uma nova vida? No artigo a seguir, vamos mostrar como ocorre a concepção.
 

Quem não gostaria de saber como foram os nossos primeiros minutos, horas ou dias no útero? Isso é algo que inquieta a muitos cientistas, que querem conhecer o processo desde a concepção até o parto. O início de uma nova vida é, sem dúvida, algo maravilhoso.

O início de uma nova vida: espermatozoide e óvulo

Independentemente da ideia mágica ou idílica sobre o início de uma nova vida, certos ‘requisitos’ devem ser atendidos para que ela se forme, tais como a existência de um óvulo e de um espermatozoide. Além disso, é essencial que ocorra a fecundação e que o embrião possa se implantar no útero com sucesso.

Mas vamos por partes, já que a tarefa do espermatozoide é bastante complicada: ele deve sair da vagina, subir pelo colo do útero, atravessar a cavidade uterina e alcançar as trompas de Falópio para “se encontrar” com o óvulo.

Mas não termina por aí. Depois disso, ele ainda tem que romper a membrana do óvulo e fecundá-lo. Tudo isso antes que outro “ganhe a corrida”!

 

A fecundação

Uma vez que o óvulo e o espermatozoide se encontram, a fecundação também é um processo que requer certas habilidades

Para isso, é necessário um trabalho em equipe: vários espermatozoides tentam penetrar na membrana protetora do óvulo, chamada de zona pelúcida, até que a membrana se rompe em um só local. Então, o sortudo pode passar por ali.

o início de uma nova vida

Ainda falta mais uma coisa para que ocorra o início de uma nova vida: a implantação. Após a fecundação, o óvulo viaja durante cinco dias até chegar ao útero, onde começará a nidificar. Esse processo vai depender da quantidade de hormônios, tais como progesterona e estrogênio, produzida pelo embrião.

Se tudo seguir o seu curso natural, a gestação pode continuar e, em cerca de nove meses, o bebê vai nascer. No entanto, ele primeiramente vai ter se desenvolvido no útero, aumentando centenas de vezes de tamanho em apenas algumas semanas.

 

Qual é o momento considerado como o início de uma nova vida?

Essa questão é bastante controversa, pois tudo depende de quem der a resposta. A comunidade científica pode dizer uma coisa, enquanto a religiosa afirma outra.

Segundo a biologia, quando ocorre a fecundação entre o óvulo e o espermatozoide, já existe um novo ser vivo, chamado zigoto, que já possui DNA. É uma célula com identidade genética própria e diferente da dos seus pais.

Esse novo ser vivo se divide em duas células, depois em três, em quatro e assim por diante, até formar um organismo completo e estruturado. E, se o seu desenvolvimento não for interrompido, ele evoluirá até se tornar uma pessoa.

Diferentes perspectivas sobre o início da vida

O início de uma nova vida, para a ciência, aconteceria a partir do momento da fecundação. O mesmo é defendido por instituições religiosas como a Igreja Católica. No entanto, do ponto de vista científico, o ser humano é muito mais do que moléculas de DNA.

 

Outra perspectiva em relação ao início da vida é a da religião muçulmana, que diz que somente após 120 dias o feto pode ser considerado uma pessoa, porque ele já possuiria uma alma. Antes ou depois disso, um aborto pode ser realizado nos casos em que a mãe corre risco de vida. 

o início de uma nova vida

Certas questões legais também devem ser consideradas. Em muitos países, as pessoas têm direitos desde o nascimento, mas não antes. Então, durante a gravidez, seríamos representados pelos pais.

Em resumo, poderíamos dizer que existem três teorias sobre o momento em que ocorre o início de uma nova vida:

  1. Desde o momento da concepção.
  2. A partir do terceiro mês de gravidez.
  3. Quando o bebê nasce.

Portanto, o debate sobre o início da vida, longe de estar resolvido, permanece uma questão em aberto e depende das crenças e opiniões de cada pessoa.