Ser mãe de menina é ganhar uma cúmplice para a vida inteira

· 2 de novembro de 2016

No dia que você nasceu deixei de ser a filha da minha mãe para ser a mãe da minha filha. Nesse dia a vida começou para você… e também uma nova vida para mim. Sempre acreditei que ser mulher é um privilégio enorme. Antes de tudo, a mulher é ambivalente e se debate sempre entre estados de ânimo e sentimentos. Por outro lado, ser mãe de menina é uma experiência reveladora, esmagadora e surpreendente que faz com que confrontemos um “novo eu” que temos dentro de nós e que nunca pensamos que existia.

Felicidades, sou mãe de menina!

Ao ter uma menina, temos nos braços uma pequena que desde então vai te roubar a calma, te tirar o sono, encherá sua vida de ternura, detalhes e sensibilidade.

Esta pequenininha vai se transformar em uma menina a qual, sem importar se gosta ou não da cor rosa, levará em seus genes a capacidade de saber amar e odiar com a mesma intensidade; desde hoje é forte em um plano mais além do físico; sua força está em sua grande capacidade de doar e se doar aos outros.

Você se encherá de emoção ao ver sua filha rir e chorar quase ao mesmo tempo. Vai vê-la ser terna, carinhosa, sentimental e faceira, sem se quer saber onde aprendeu tudo isso. Um dia a encontrará ninando seu urso de pelúcia e no dia seguinte a verá pulando em poças de lama e com a boca cheia de chocolate derretido.

Todos os dias você verá nela uma nova faceta da sua personalidadeTe surpreenderá saber e observar que cada dia se parece mais com você.

Um dia, mais rápido do que você acredita vai querer ser como você e colocará seus sapatos, seus colares e sua maquiagem. Vai ficar apaixonada pelo papai, mas o primeiro exemplo de como ser mulher, será você. Vai ficar com ciúmes quando você beijar ou abraçar o papai, mas sua primeira amiga, confidente e refúgio, será você.

sou mãe de menina

Lhe surpreenderá saber que a conexão que existe com sua filha é tão forte e tão íntima que se reconhecem como iguais a um simples olhar. Sua cumplicidade vem desse entendimento que há entre ambas, sabendo de antemão o quão volúveis, inteligentes e caprichosas as mulheres podem chegar a ser.

Uma filha é ao mesmo tempo uma cópia de sua mãe e uma pessoa totalmente diferente e única.

Simone de Beauvoir

Reconhecer em palavras o amor por uma filha é uma tarefa difícil. Só de pensar nisso muitas mulheres se emocionam e deixam as lágrimas caírem. Ser mãe de menina é uma benção. Sua filha se transforma em sua melhor amiga para sempre: não há volta. Em cada gesto, palavra ou reação vai uma parte de você que não se pode negar. Comprar seus primeiros vestidos e roupa em tons rosas é uma lembrança muito emocionante.

Em que implica ser mãe de menina?

Aqui apresentamos alguns conselhos para dirigir a sua cúmplice:

  • Você pode ler muito com ela e escolher histórias onde as mulheres desempenham uma função importante para que não pense que existem oportunidades na vida que estão fora de seu alcance.
  • Quando algo a preocupar, converse com ela sentada na borda da sua cama. Ela gostará muito desse contato próximo, face a face.
  • Se você notar que ela é sempre a que cede quando está entre as amigas, ensine-a que é permitido expressar o que pensa. Assim aprenderá a lutar por seus direitos.
Em que implica ser mãe de menina

Conhecer como as meninas tendem a atuar e aprender e quais atitudes costumam ser necessárias, estimulá-las, lha ajudará a entender mais suas filhas e educá-las da melhor maneira possível.

Se você está grávida e já sabe que é uma menina, saiba que hoje se transforma em mãe de uma nova mulher, mas se já é mãe de uma linda princesa, lhe desejamos que sempre saiba encontrar as palavras adequadas para acariciar o coração de sua filha, sem importar a idade que ela tenha.

Que encontre em você a melhor aliada, seja para brincarem juntas, para conseguir uma permissão do papai, para tomar um café ou para consertar o mundo.

Nunca se esqueça de dar um bom exemplo à sua filha e isso dependerá de que ela seja sua cúmplice para a vida toda.