3 alimentos que ajudam a reduzir as cólicas menstruais

O consumo de ômega-3 pode contribuir para modular a inflamação e, assim, reduzir a dor crônica.
3 alimentos que ajudam a reduzir as cólicas menstruais

Última atualização: 20 Março, 2021

As cólicas menstruais são uma queixa bastante comum para a maioria das mulheres. Algumas delas podem sentir as cólicas horas antes da menstruação, enquanto outras durante o período menstrual. Elas ocorrem com mais intensidade especialmente em mulheres jovens.

Embora seja normal sentir cólica durante o período menstrual, muitas mulheres podem sentir um desconforto bastante forte. É provável que a situação até as impeça de realizar suas atividades diárias. Ou seja, enquanto para algumas mulheres a menstruação passa despercebida, para outras torna-se um inferno a cada mês.

Cólica menstrual e seu coquetel de sintomas

Às vezes não é apenas uma dor abdominal. Em muitos casos, esse desconforto de cada ciclo traz consigo uma série de sintomas incômodos. Ao mesmo tempo que dói muito, pode causar diarreia, dor de cabeça e irritabilidade. As mudanças de humor estão sempre presentes e é possível sentir um pouco de depressão.

Mulher sentada com cólica.

Esses desconfortos podem impedir a mulher de se desenvolver normalmente, podendo ser incapacitantes. Acredita-se que se deva a um problema orgânico, mas sua origem também pode estar relacionada a alguma deficiência nutricional. Da mesma forma, a falta de uma atividade física correta pode influenciar.

Ao melhorar nossa dieta, podemos ajudar a reduzir as cólicas menstruais. Ao mesmo tempo, uma hidratação adequada e exercícios regulares são desejáveis.

Alimentos para combater as cólicas menstruais

Existem certos alimentos que podem proporcionar um grande alívio para essa condição na saúde feminina.

Confira quais são eles abaixo:

Peixes

Graças ao seu alto teor de ácidos graxos ômega-3, esse alimento é muito saudável. De acordo com evidências na literatura científica, possui propriedades anti-inflamatórias que podem ser capazes de reduzir dores no corpo de maneira geral. Esses benefícios incluem o alívio das irritantes cólicas menstruais.

Por esse motivo, recomenda-se o consumo de uma quantidade maior de peixes gordurosos. Isso ajudará as mulheres antes e durante o ciclo menstrual. Para perceber seus benefícios no alívio da dor, é um alimento que deve ser consumido regularmente. Existem até estudos que relacionam o consumo regular de ácidos graxos ômega 3 com a redução da dor crônica.

Mulher escolhendo entre frutas e verduras.

Frutas e vegetais

As deficiências de vitaminas e minerais podem ser responsáveis por aumentar a dor ou aumentar a sensibilidade. Por esse motivo, recomenda-se o consumo diário de frutas frescas, verduras e legumes. Esses alimentos são ricos em nutrientes essenciais. Os vegetais de folhas verde-escuras são os mais adequados, devido ao seu alto teor de magnésio e vitamina C.

Esses nutrientes tendem a reduzir naturalmente as cólicas e as dores menstruais. Por exemplo, espinafre, repolho e couve são os mais recomendados para aliviar a dor. Além disso, o aumento do consumo de magnésio pode estar relacionado à melhora dos processos depressivos, conforme apontado na literatura científica.

Cereais integrais

Os grãos integrais possuem uma grande quantidade de nutrientes. Além disso, por serem ricos em carboidratos complexos, auxiliam na obtenção de mais energia.

Eles fornecem seus carboidratos de forma dosada, mantendo estável o nível de glicose no sangue. Esses nutrientes melhoram a qualidade de vida das mulheres, aliviando a dor e aumentando o limiar da dor. Além disso, as vitaminas do grupo B presentes nesses alimentos podem regular o sistema hormonal das mulheres, de acordo com um artigo publicado na revista “Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics “. Manter esse sistema funcionando corretamente pode ser um fator preventivo contra as enxaquecas.

Uma dieta saudável ajuda a reduzir as cólicas menstruais naturalmente

Uma dieta saudável pode ter um efeito na redução da intensidade ou gravidade das cólicas menstruais. Além disso, irá compensar os níveis de energia, pelo que se pode afirmar que haverá uma redução natural do cansaço, da fadiga e da letargia. Ou seja, todos os sintomas comuns que acompanham o ciclo menstrual.

Pare considerar!

Embora a menstruação seja muito leve em algumas mulheres, em outras causa grande desconforto. Com os alimentos mencionados acima, podemos diminuir essas dores. Basta seguir as dietas que incluem os alimentos que beneficiem a saúde de cada mulher. Principalmente no caso de mulheres jovens, que passam por ciclos menstruais muito dolorosos.

No entanto, não devemos esquecer a necessidade de seguir uma alimentação variada e equilibrada combinada com a prática regular de exercícios.

Pode interessar a você...
Ciclos menstruais irregulares
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Ciclos menstruais irregulares

Os ciclos menstruais irregulares podem surgir como resultado de uma combinação de fatores tanto físicos quanto emocionais, que afetam o nosso bem-estar.



  • Calder PC., Omega 3 fatty acids and inflammatory processes: from molecules to man. Biochem Soc Trans, 2017. 45 (5): 1105-1115.
  • Prego Domínguez J., Hadrya F., Takkouche B., Polyunsaturated fatty acids and chronic pain: a systematic review and meta analysis. Pain Physician, 2016. 19 (8): 521-535.
  • Serefko A., Szopa A., Poleszak E., Magnesium and depression. Magnes Res, 2016. 29 (3): 112-119.
  • Kim K., Mills JL., Michels KA., Chaljub EN., et al., Dietary intakes of vitamin B-2 (riboflavin), vitamin B-6, and vitamin B-12 and ovarian cycle function among premenopausal women. J Acad Nutr Diet, 2019. 2212-2672 (19): 31548-5.