5 coisas que você não deve deixar de fazer por ser mãe

19 Abril, 2017

Muitas mulheres se descuidaram de suas vidas pessoais por serem mães. Em alguns casos, elas utilizam esse fato como pretexto, e outras mulheres acabam por sentir alguma culpa. Também há casos nos quais o trabalho das mães as obriga a deixar sua própria vida em segundo plano, mesmo que não seja extremamente necessário no momento. 5 coisas que você não deve deixar de fazer por ser mãe

Certamente, muitas coisas mudam na vida de uma mulher quando a maternidade chega. Mas há maneiras de equilibrar essas mudanças para tentarmos estabelecer uma vida melhor. Mesmo quando sabemos que a nós, mães, nos complementa o fato de cuidar da nossa família, é preciso separar um tempo para refletir sobre nossa condição de mulher.

Nesse sentido, mesmo que pareça repetitivo, o valor de ser mulher não se perde em nenhum momento da vida. É nosso dever começar a valorizar à nós mesmas e a transformar tudo aquilo que nos causa mal-estar e que não nos permite crescer como pessoa.

Cuidar da família exige tempo e nos tira grande parte da energia que precisamos. Mas isso é algo que com organização e vontade pode ser transformado para que nos seja benéfico. Portanto, há pelo menos cinco maneiras de fugir daquelas rotinas que não nos trazem nada de bom, e começar a fazer coisas que você não deve deixar de fazer por ser mãe.

O que você não deve deixar de fazer por ser mãe?

1.- Cuidar da sua aparência

Cada pessoa tem um estilo que a define. A forma como nos vestimos, os acessórios que usamos, como prendemos o cabelo ou como mostramos que estamos arrumadas. Você pode variar esse estilo, mas conserve suas particularidades. Por isso, quando você muda radicalmente pode causar alguma surpresa naquelas pessoas que a conhecem e que estavam acostumadas com outra pessoa.

fazer2

É comum que a mulher mude sua aparência física quando se transforma em uma mãe. Nesse caso, geralmente ela começa a modificar seu estilo de sempre alegando falta de tempo. O sobrepeso e a falta de cuidados são rapidamente percebidos e a maternidade é o principal pretexto.

Não se deve fazer isso porque é preciso arranjar tempo do jeito que for possível. Pois, se queremos fazer alguma coisa, damos um jeito. Ninguém vai lhe julgar, exceto se você não conseguir encontrar um equilíbrio entre o cuidado pessoal e o cuidado com seu filho.

2.- Dividir momentos com seu companheiro ou procurar um

No caso das mães solteiras, é comum que a dedicação ao filho seja exclusiva. Assim, não sobra tempo para se relacionar sentimentalmente com alguém. Mas aquelas mães que têm um companheiro, algumas vezes se descuidam da relação devido à sua nova ocupação como mãe.

Essa é uma das coisas que devemos evitar porque a relação do casal é importante para garantir a sensação de confiança em nós mesmas. Também permite que nos sintamos queridas, que contamos com alguém que é nosso amigo e com quem nos sentimos bem.

fazer3

Além disso, evite que o estresse da maternidade a deixe agoniada. Para isso, é importante sair de vez em quando e ter momentos românticos que aumentam a nossa autoestima e nossa vontade de nos sentir bem.

3.- Ter tempo para as coisas que você gosta

Nós, mães, passamos várias horas por dia assistindo programas infantis, escutando músicas que as crianças gostam, lendo livros e arrumando os jogos das crianças. Isso não nos deixa ter tempo para fazer as coisas de que nós gostamos, e geralmente nos acostumamos a isso.

Essa rotina passa a aumentar o tédio e a decepção que às vezes nos invade. Por isso, não devemos deixar de fazer aquelas coisas que nos fazem nos sentirmos bem.  Nesse sentido é recomendável estabelecer um horário para assistir nossos programas, escutar nossas músicas e fazer alguma coisa que nos dê prazer. Isso é algo que deve fazer parte das regras de convivência.

4.- Cuidar da sua saúde

É bastante comum nós, mães, arranjarmos pretextos para não fazer coisas que são importantes para nós mesmas, como cuidar da nossa saúde. Remarcar uma consulta médica porque as preocupações não nos permitem ir pode causar um problema ainda maior.

Nesse aspecto, é preciso refletir sobre a necessidade de estar bem para poder cuidar da nossa família. Se você pensa que sua saúde não é tão importante para deixar a maternidade por algumas horas, pense que se você ficar doente vai ter que se afastar por um tempo maior ainda. O melhor que você pode fazer pelos seus filhos é cuidar de si mesma.

5.- Ver os amigos

Reunir-se com os amigos em contextos menos infantis é recomendável para todas as mães que se descuidaram de si mesmas para cuidar das suas famílias. Algumas mães tendem a se encontrar frequentemente com suas amigas, enquanto seus respectivos filhos brincam. Isso faz com que você deixe de ver aquelas amigas que não têm filhos.

Sair com os amigos e se reunir de vez em quando com adultos podem ser estratégias muito boas para liberar o estresse acumulado ou para mudar de ares. Ter momentos nos quais a maternidade não seja o foco também pode nos ajudar a pensar diferente, e a relaxar um pouco da nossa rotina.