Como lidar com problemas de comportamento no início do novo ano letivo

Como lidar com problemas de comportamento no início do novo ano letivo

Última atualização: 15 Maio, 2021

O início do ano letivo exige uma divisão de tempo mais estruturado, menos tempo livre e, geralmente, deveres e tarefas de casa. À medida que as crianças se adaptam às mudanças, é fácil que surjam alguns problemas de comportamento. Se surgirem problemas de comportamento no início do novo ano letivo, é importante dar atenção a eles o mais rápido possível.

Tem crianças que se adaptam muito bem à nova rotina, mas para outras pode demorar várias semanas após o início do novo ano letivo. O verdadeiro problema não tem tanta relação com a rotina em si, mas com as mudanças. Durante o ano, as crianças passam muitas horas sentadas e ocupadas com coisas que elas não decidiram fazer.

Estratégias para lidar com os problemas de comportamento no início do ano letivo

Independentemente do problema que a falta de tempo livre e de exercícios físicos podem representar, a verdade é que as coisas são assim e, enquanto a situação se mantiver, é necessário estimular a adaptação das crianças ao sistema para que elas aproveitem o caminho que vão percorrer. Evitar problemas de comportamento é essencial para que isso aconteça.

As estratégias a seguir servirão para lidar com esses problemas de comportamento no início do ano letivo. Elas são válidas após qualquer período de férias. E também podem ser aplicadas algumas semanas após o início do ano se for observado qualquer comportamento inadequado nas crianças.

 

Criança com mau comportamento

Revisar as regras

O início do ano letivo é o melhor momento para analisar as regras. Algumas delas terão continuado a ser aplicadas durante as férias, mas haverá algumas que terão sido suspensas porque não eram necessárias para o momento, como as regras relacionadas ao horário de ir para a cama ou acordar, ou fazer o dever de casa, entre outras.

Além disso, é um bom momento para avaliar quais regras podem evoluir e quais outras podem ser aplicadas em relação às responsabilidades de cada um, dependendo da idade. A idade também trará outra série de questões que podem precisar ser regulamentadas, como o uso de dispositivos móveis, a navegação na Internet, os jogos com videogame, o horário de chegada em casa ou os programas permitidos, entre muitos outros aspectos.

Também será necessário revisar as consequências de não seguir as regras. É mais provável que uma criança demonstre problemas de comportamento quando não tiver clareza sobre as regras e as consequências de infringi-las.

Definir e seguir uma rotina

Para evitar problemas de comportamento relacionados ao início do ano letivo, é importante estabelecer uma série de hábitos desde o início. Em todo caso, nunca é tarde para começar. Criar uma rotina é uma das melhores maneiras de garantir o sucesso do seu filho.

Por exemplo, se a criança adquirir o hábito de fazer o dever de casa antes do jantar, serão menos prováveis problemas e controvérsias relacionados a essas tarefas. O objetivo da rotina deve ser ensinar a criança a assumir responsabilidades e saber o que fazer sem que precise ser constantemente lembrada.

Ser consistente

Se a criança apresentar problemas de comportamento no início do ano letivo, será necessário ser consistente na disciplina e não recuar, mesmo que o cumprimento das consequências pareça exagerado. As crianças colocam nossos limites à prova mais uma vez. Se você ceder, os problemas só aumentarão.

A cada ano haverá novos problemas como o dever de casa, que será mais longo do que no ano anterior, o horário de dormir (a criança pode querer ir para a cama mais tarde, como os mais velhos) ou os programas de televisão (ela pode querer assistir coisas não adequadas à sua idade), entre muitas outras questões que vão testar a consistência e a coerência dos pais.

 

Mãe conversando com seu filho sobre seu mau comportamento

Ajudar a criança a entender e resolver seus problemas

Com o início do ano letivo, muitas crianças enfrentarão novos problemas. Se a criança mostrar mau comportamento, existe a possibilidade de que ela esteja enfrentando um problema que a oprime, mas na maioria das vezes ela não entenderá o que está acontecendo com ela.

É importante ajudar a criança a identificar e compreender seu problema e ajudá-la a estabelecer uma estratégia para resolvê-lo. Na medida do possível, a criança tem que resolver seu problema sozinha. Intervir sem dar a ela a chance de consertar significa privá-la da oportunidade de amadurecer e aprender.

Procurar saber como ela está indo na escola

Muitas crianças têm dificuldade em se ajustar às exigências do novo ano letivo. Elas podem se sentir oprimidas, e isso cria um desconforto que se manifesta em problemas de comportamento. Por isso, é importante saber como está indo o início do ano, se ela está com dificuldade para assimilar os conceitos ou se está achando muito difícil cumprir com as obrigações escolares.

Pode ser necessário rever conceitos do ano anterior, procurar apoio escolar para que ela consiga progredir no ritmo dos colegas, ajudá-la a organizar o tempo de estudo, etc. Também podem ter surgido problemas de relacionamento com os colegas ou a criança pode não estar se dando bem com seus novos professores.

Pode interessar a você...
Contos para preparar as crianças para enfrentar uma nova fase escolar
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Contos para preparar as crianças para enfrentar uma nova fase escolar

Para as crianças é complicado enfrentar cada nova fase escolar, pois representam um verdadeiro desafio, marcado por incertezas, medos e muitos apre...



  • Landazabal, M. G., & Mateo, C. M. (2013). Problemas emocionales y de conducta en la infancia: Un instrumento de identificación y prevención temprana. Padres y Maestros/Journal of Parents and Teachers, (351), 34-40. https://revistas.comillas.edu/index.php/padresymaestros/article/view/1050
  • Foster, S. L., Brennan, P., Biglan, A., Wang, L., & al-Gaith, S. (2006). Prevención de problemas de conducta: lo que sí funciona. CENEVAL.