Como responder ao bom comportamento da criança?

· 16 de outubro de 2018
As atitudes dos pais se refletem nas crianças. Por essa razão, é preciso aplicar uma estratégia para que elas desenvolvam um bom comportamento.

A resposta dos pais ao bom comportamento da criança é fundamental para a sua educação e desenvolvimento.

Portanto, apresentamos algumas recomendações e conselhos para recompensar as ações positivas das crianças na medida justa.

Como responder ao bom comportamento da criança?

Essas medidas, apresentadas pelo Departamento de Saúde e Recursos Humanos dos Estados Unidos, são fundamentais para responder corretamente ao bom comportamento da criança sem deixar de lembrá-la que fazer determinadas coisas é uma obrigação.

Ao mesmo tempo, essas atitudes funcionam como estratégia para que a criança aprenda a ser recompensada através de boas ações.

Estas são algumas das recomendações:

Tipos de elogios

Na maioria dos casos, a resposta ao bom comportamento de uma criança é resumida a elogios. No entanto, que tipo de elogios são mais adequados?

De um lado, existem os elogios mais específicos para essa ação, e de outro, aqueles que tendem a ter menos relevância.

Os primeiros devem ser usados quando a criança realiza uma atividade em que se esforçou muito.

Por exemplo, o desempenho acadêmico e as boas notas obtidas nas matérias que são mais difíceis.

No caso de ações com um pouco menos relevância, mas que ainda são importantes, incluímos o fato de que a criança ajuda a tirar a mesa. Assim, ações como essa devem ser elogiadas da mesma maneira.

Esses elogios não precisam necessariamente ser com palavras. Eles também podem ser gestuais, como um abraço ou o tradicional “toca aqui”.

Em todo caso, o importante é destacar o bom comportamento da criança e demonstrar o amor que os pais sentem.

bom comportamento da criança

Atenção positiva

A atitude dos pais é sempre fundamental e pode influenciar diretamente a personalidade dos pequenos.

Quando a criança vê atitudes e respostas negativas dos seus pais, ela pode tomar como exemplo e se comportar de maneira inadequada.

Por essa razão, é importante não responder a birras ou acessos de raiva ou atitudes que visam chamar a atenção de todos.

A atenção positiva, por outro lado, é uma boa resposta ao bom comportamento da criança.

Por exemplo, se ela conseguiu tirar boas notas na escola, você pode usar a hora da janta para destacar esse fato.

Dessa forma, a criança vai compreender que está fazendo a coisa certa e será felicitada por ela, o que fará com que repita essa ação.

É importante ressaltar também que muita atenção positiva pode ser prejudicial.

Não exagere demais nos elogios pois as crianças podem começar a ter um bom comportamento só por causa das recompensas e não porque sentem que estão fazendo a coisa certa.

“Punir uma criança fisicamente pode inibir o mau comportamento de forma imediata, mas não em longo prazo”

Dicas para melhorar o comportamento da criança

Existem técnicas de reforço positivo que podem ser muito benéficas para conseguir o bom comportamento da criança.

Esses métodos não funcionam apenas para evitar problemas de comportamento, mas também podem ser usados para estabelecer novos comportamentos desejados.

  • Bons comportamentos devem ser recompensados e más atitudes devem ser ignoradas. Como recompensa, os pais podem usar um sorriso, elogios ou um abraço. Outra ideia de recompensa é fazer um passeio no parque ou assistir a um filme.
  • Os pais devem sempre demonstrar gratidão e orgulho por cada uma das realizações dos filhos. Isso não apenas aumenta a probabilidade de que esse comportamento se repita, mas também vai reforçar as bases de uma autoestima mais forte.
  • Ao prestar atenção às atitudes negativas, você vai estar reforçando os comportamentos negativos. A coisa mais difícil dessa técnica é ser paciente diante de qualquer birra e, com isso, reforçar o bom comportamento da criança vai ser essencial.
bom comportamento da criança

  • Seja constante, perseverante e consistente com as técnicas. Pode ser complicado manter esses três adjetivos porque nem todas as crianças são iguais e podem ter atitudes muito diferentes.
  • Estabelecer rotinas pode ajudar a suavizar os momentos com mais conflitos. Por exemplo, na hora de dormir, todas as noites pergunte: “Você prefere pijamas azuis ou verdes?”. As crianças geralmente respondem melhor quando estão envolvidas no processo.

O ensino de valores e do bom comportamento dentro de casa é fundamental para garantir que a criança tenha boas atitudes tanto pessoal quanto socialmente.

É essencial que os pais se lembrem de que suas reações serão um espelho para a criança. Por isso, devem agir corretamente em qualquer situação.