Como se preparar para um parto normal

· 5 de novembro de 2017

Recolher informações precisas e oportunas é uma das primeiras tarefas que você deve fazer se quiser se preparar para um parto normal. Estar bem informada lhe proporciona muitas vantagens. Uma das vantagens é ter um conhecimento maior para elaborar um plano de parto. Você poderá desenvolver o plano de parto contando com a ajuda da parteira ou do profissional que a acompanhará nesse momento tão especial, que é trazer um novo ser humano ao mundo.

Como se preparar para um parto normal

Um bom plano de parto deve ser adaptado às possibilidades do centro de atendimento ou do lugar que você escolher para dar à luz. Ter um plano de parto não só lhe dará mais tranquilidade, mas também lhe ajudará a se comunicar adequadamente com os profissionais que atendem esse momento tão íntimo, importante e delicado.

Você também precisa ter em mente que cada parto e nascimento é único. Então, para estar preparada é conveniente que você conheça todas as opções disponíveis para poder ter um parto normal bem-sucedido. É recomendável fazer todas as perguntas que passam pela sua cabeça, pois isso a ajudará a decidir que tipo de cuidados se adequam melhor às suas circunstâncias e desejos.

Ter as informações certas lhe permitirá tomar decisões pertinentes. Você poderá decidir com mais clareza o que for melhor para o momento em que você estiver durante o processo de parto, considerando também como se sente nesse momento tão intenso. Aqui estão algumas recomendações que podem ajudá-la a se preparar para um parto normal.

Escolha uma boa companhia

mãe vendo o filho recém-nascido depois do parto normal

Para se preparar para um parto normal, é muito importante que você se cerque de pessoas que entendam que as mulheres em trabalho de parto precisem ser tratadas de forma respeitosa. Isso não se trata só de gentileza, mas também respeitar os seus desejos, expectativas e preferências. Tudo isso lhe permitirá viver o seu parto com confiança e tranquilidade, podendo receber o seu bebê como tanto sonhava.

Profissionais de saúde e parteiras perceberam que, quando o parto é acompanhado por uma pessoa que a mulher escolheu previamente, diminui a necessidade de anestesia, o número de partos instrumentais e de partos por cesárea, e aumenta o grau de satisfação.

Estar perto de um parente ou de uma pessoa na qual você confia durante o parto lhe dará mais segurança. Além disso, essa pessoa irá ajudá-la a tolerar a dor das contrações e a facilitar o processo de parto normal. Isso porque ela será capaz de ajudá-la, incentivá-la e cuidar de você quando precisar se sentir confiante e tranquila.

O guia de cuidados do parto normal mostra que o parto acompanhado de parteiras apresenta as seguintes vantagens: menor necessidade de analgesia peridural, menos realizações de episiotomia, aumento da taxa de espontaneidade do parto normal e da lactância materna, e uma maior sensação de controle por parte das mulheres.

“É importante que as mulheres tenham confiança em suas possibilidades de enfrentar o parto e que as parteiras e os obstetras contribuam para a melhor evolução deste processo fisiológico”.

– Sociedade Espanhola de Ginecologia e Obstetrícia (SEGO) –

Detalhes gerais de um nascimento natural

bebê recém-nascido sendo limpo depois do parto normal

Se você quiser se preparar para trazer o seu filho ao mundo através de um parto normal, além de verificar sua saúde e estudar muito bem como você deseja que o seu parto seja realizado, também é necessário dar atenção a certos detalhes:

O ambiente

O ideal é que o parto normal seja realizado em um ambiente com privacidade, onde as portas podem ser fechadas e estejam apenas as pessoas necessárias para atender a mãe que dá à luz. O quarto da mamãe deve ser um espaço pessoal com uma temperatura agradável, ter uma atmosfera acolhedora, com luz ajustável e sem instrumentos sanitários à vista.

A atenção

Todas as mulheres em processo de parto devem receber cuidados de forma contínua. Ela não deve ficar sozinha por muito tempo, somente se ela o solicitar.

Mobilidade e conforto

A primeira fase de um parto normal é a dilatação. Durante esta fase você não deve se deitar. Os especialistas recomendam que, para superar este estágio com sucesso, é melhor se mover e encontrar a posição que se sinta mais confortável durante este longo período.

Também é aconselhável beber líquidos claros, como água ou sucos que não contenham cafeína. As bebidas isotônicas são as mais recomendadas porque além de hidratar fornecem pequenas quantidades de glicose e previnem a cetose.

Gestão da dor

Para se preparar para um parto normal é recomendável que você conheça algumas das muitas técnicas para administrar a dor que ocorre na etapa da expulsão. O ideal é que as pessoas que participam do nascimento do seu filho atendam, na medida do possível, às suas expectativas quanto ao alívio da dor durante o parto.

Nesta fase, também é conveniente que você saiba que você pode assumir a posição que faz você se sentir mais confortável, ao contrário do que dizem algumas pessoas. Os médicos recomendam evitar permanecer deitada.

“As posições verticais (sentada, de pé, agachado) ou laterais (deitado no lado) estão associadas a fases expulsivas de menor duração. As mulheres que adotam a posição na qual apoiam as mãos e os joelhos acham mais confortável para dar à luz. Elas também relataram menor dor na lombar e dor perineal pós-parto”, observa o guia sobre o cuidado do parto normal.

Nesta fase do parto também é muito importante para a mulher ter a companhia de familiares e de profissionais. Muitos estudos científicos indicam que as mulheres que recebem apoio profissional contínuo têm maior probabilidade de ter um parto vaginal espontâneo e são menos propensas a necessitar da analgesia peridural, ter um parto instrumental ou uma cesariana.

Se preparar para um parto normal cuidando de todos esses detalhes a ajudará a ficar mais satisfeita com a experiência do parto, que deve ser uma experiência tranquila, íntima e feliz.