Dicas para ensinar qualquer assunto por meio da arte

24 de janeiro de 2020
Sempre é possível animar o currículo escolar. Esses passos para aproveitar o poder da arte vão nos ajudar a fazer isso.

A arte geralmente é uma área que, por causa da sua amplitude e versatilidade, é capaz de oferecer muitas vantagens quando usada como uma estratégia para a educação. É possível ensinar qualquer assunto através da arte.

Podemos envolver os alunos criando várias necessidades de aprendizagem por meio da arte. Também é possível melhorar o pensamento crítico e até mesmo as habilidades emocionais. A ideia é tentar ensinar usando a arte e, assim, conhecer diferentes partes da vida nas disciplinas que serão relevantes para os alunos.

Se os professores não quiserem ensinar por meio da arte, grandes experiências de aprendizado capazes de transformar os alunos podem ser perdidas. Ensinar por meio da arte oferece oportunidades inovadoras para a sala de aula. Isso estimula a mente dos alunos e cria diferentes maneiras de pensar e aprender.

Para ensinar por meio da arte, não é necessário conhecimento especializado em nenhum campo da arte. A ideia é olhar para o currículo com uma mentalidade criativa, procurando novidades no conteúdo a ser ensinado.

A seguir, vamos repassar algumas dicas que podemos usar para que o poder da arte melhore a prática de ensino e aprendizagem dos alunos.

Dicas para ensinar qualquer assunto através da arte

Dicas para ensinar qualquer assunto por meio da arte

Escolha uma obra de arte para começar

A arte conta a história da humanidade, portanto, qualquer assunto do currículo pode ser visto por meio da arte. É possível pesquisar em museus, procurando, por exemplo, os seus sites na internet. Fazer o download de imagens, pesquisar vídeos de dança, concertos de música…

Vamos nos concentrar nas seguintes questões ao escolher as obras de arte:

  • Como essa obra de arte se relaciona com o currículo?
  • Essa obra de arte desperta o meu interesse?
  • Como ela se relaciona com a vida dos meus alunos?

Se a obra de arte que escolhermos responder a essas três perguntas de maneira satisfatória, então já teremos o ponto de partida para iniciar a pesquisa.

Criar perguntas abertas

Ao criar perguntas, devemos nos concentrar no que é conhecido como ‘perguntas abertas’. Se pudermos fazer uma pergunta com pelo menos três respostas, então trata-se de uma pergunta aberta. A ideia é não procurar a resposta ‘certa’.

Perguntas abertas são aquelas que sempre inspiram o pensamento criativo e crítico. Quando somos capazes de envolver os alunos em uma pesquisa sobre obras de arte, ensinamos a ver o mundo de uma maneira diferente. Eles também vão descobrir os diferentes pontos de vista dos seus colegas.   

É necessário reformular as perguntas que geralmente fazemos, observar os alunos e incentivá-los a usar novas evidências (como as visuais, por exemplo) para desenvolver as suas ideias.

Arte e conteúdos diversos

Existem muitas obras de arte que incluem e tratam conteúdos que, provavelmente, os alunos nem poderiam imaginar. Por exemplo, a matemática está relacionada à música, pois a música, de certa forma, é matemática.

Assim, podemos encontrar sequências matemáticas na música e usá-las nas nossas aulas. O mesmo acontece com a dança: é possível encontrar padrões que podemos explorar para aprender sobre outros assuntos.   

Temas para ensinar qualquer assunto por meio da arte

Podemos escolher retratos de um artista e fazer uma pergunta geral para criar conexões entre a obra de arte, o currículo escolar e a vida dos alunos. Esses temas geralmente são sempre eficazes, pois são um ponto de partida muito bom para começar a tratar um novo conteúdo de maneira atraente.

Dicas para ensinar qualquer assunto através da arte

Isso pode ser feito, por exemplo, para começar a ler um romance que recomendamos na aula. Podemos pesquisar a relação entre o autor e os retratos e perguntar sobre isso aos alunos, estabelecendo relações com os personagens do romance e com eles mesmos, desenvolvendo assim os pontos do currículo escolar.

Ir além da sala de aula

É importante sair com os alunos, ir além do espaço fechado da sala de aula. Sempre que permitido, devemos levá-los a museus, galerias de arte, exposições, teatros, shows, para, dessa forma, aproximá-los da arte pessoalmente. Viver a arte pessoalmente é muito melhor do que vê-la, ouvi-la ou conhecê-la através da tela.

Também podemos procurar artistas locais e contatá-los. Alguns até mesmo têm programas especiais para escolas ou faculdades, ou poderiam criá-los. Encontraremos muitos artistas que vão adorar a possibilidade de conversar com os jovens sobre as suas obras e sobre a arte.  

Em resumo, devemos buscar a criatividade. Assim, não vamos deixar de relacionar o conteúdo com a arte até criarmos um todo e abrirmos a mente dos alunos, porque a sala de aula não deve ser apenas sobre o conteúdo e nada mais. Podemos ir muito além.  

  • Cohen, Elaine Pear, y Ruth Straus Gainer. Art: Another language for learning. Heinemann, 361 Hanover Street. Portsmouth. 1995.
  • Nicola Giardina. The More We Look, the Deeper It Gets: Transforming the Curriculum through Art. Indie Bound. 2018.