3 dinâmicas para prevenir o bullying

1 de dezembro de 2019
Para prevenir o bullying escolar, é essencial aplicar dinâmicas de grupo na sala de aula. A seguir, vamos explicar três delas detalhadamente.

Os alunos passam a maior parte do dia na sala de aula, de tal forma que é essencial trabalhar para evitar o bullying escolar nesse contexto. Por esse motivo, preparamos o artigo a seguir, no qual serão expostas três dinâmicas para prevenir o bullying.

O esforço para enfrentar o fenômeno do bullying escolar é muito importante para que a escola seja inclusiva. Em uma escola inclusiva, todos os tipos de alunos poderão ser bem-sucedidos no desenvolvimento das suas habilidades sociais e de aprendizado.

A importância das dinâmicas para evitar o bullying

Para que o problema do bullying seja resolvido, a escola tem um papel fundamental, tanto na intervenção quanto na prevenção.

Portanto, é necessário que, dentro da escola, sejam realizadas dinâmicas que tenham como objetivo a redução ou a eliminação dos casos de bullying, uma vez que a prevenção é o primeiro passo para erradicar esse problema social e escolar.

A seguir, algumas dinâmicas para prevenir o bullying serão expostas e descritas detalhadamente.

3 dinâmicas para prevenir o bullying

Chegar a um consenso quanto às regras de convivência

Na escola, é essencial cumprir com as regras básicas de convivência. No entanto, muitas vezes, os próprios alunos não sabem quais são essas regras.

Com essa dinâmica de grupo, será mais fácil para os alunos compreendê-las, aceitá-las e apoiá-las, pois eles mesmos terão a oportunidade de participar ativamente da sua elaboração e monitoramento. Portanto, essa atividade tem como objetivo:

  • Promover a coesão do grupo.
  • Promover um bom clima de convivência escolar.
  • Refletir sobre os comportamentos na escola.
  • Estabelecer um compromisso individual e em grupo quanto ao cumprimento das regras.
prevenir o bullying

Assim, para implementar essa dinâmica de prevenção ao bullying escolar, é necessário que o professor siga estes passos:

  1. Usar a técnica do brainstorm. Dessa maneira, será proposto que as crianças contribuam em voz alta com as regras que elas acham que devem ser seguidas ao longo do curso.
  2. Anotar todas as ideias que aparecerem na lousa.
  3. Dar um papel em branco a cada aluno para que escrevam as três regras de convivência que lhes parecem melhores.
  4. Fazer uma contagem de votos e selecionar as 10 regras de convivência mais votadas.
  5. Escrever as regras em uma cartolina grande, que será colocada em um local visível na sala de aula.

Exercício para conhecer semelhanças e diferenças

Às vezes, pequenos grupos de amigos são formados na sala de aula. Assim, é formado um grande vínculo entre eles, mas eles sabem pouco sobre os outros colegas de classe.

Com essa atividade, a ideia é fazer com que todos os alunos na sala de aula se conheçam, melhorando, assim, a coesão e a identidade de grupo. Nesse sentido, pode-se dizer que ela tem como objetivo:

  • Conhecer melhor os colegas de classe.
  • Promover o trabalho em grupo, bem como a sua coesão.
  • Conscientizar sobre a importância das próprias emoções e sentimentos, bem como das emoções e sentimentos dos demais.
  • Aumentar a conscientização sobre a diversidade.

Para fazer isso, a sequência de tarefas que o professor deve adotar é:

  1. Distribuir para cada aluno uma folha na qual devem responder a uma série de perguntas sobre os seus gostos pessoais. 
  2. Dividir os alunos em pequenos grupos para que compartilhem as respostas, sem desqualificar nenhum dos colegas de classe. 
  3. Entregar uma cartolina para cada grupo, na qual devem escrever os gostos comuns que têm entre si em uma coluna e, na outra, as preferências diferentes.
  4. Ler em voz alta cada uma das cartolinas, sem dizer o nome do grupo ao qual pertencem, para que os alunos tentem adivinhar a identidade do grupo que escreveu cada uma delas.

Apresentação e detecção do conceito de bullying

Atualmente, os alunos ouvem com frequência o uso da palavra bullying na mídia, entre os adultos, entre outros colegas, etc. E, embora grosso modo saibam o que significa, eles ainda não têm uma definição clara do conceito.

o bullying

Essa atividade serve para conhecer e entender o bullying, pois, antes que um problema possa ser evitado, ele deve ser definido. Portanto, essa dinâmica pra prevenir o bullying escolar tem como objetivo:

  • Fornecer informações sobre o conceito de bullying para os alunos.
  • Incentivar os alunos a identificar situações de bullying escolar. 
  • Promover o trabalho cooperativo.

Para realizar essa atividade, o professor deve implementar as seguintes diretrizes:

  1. Propor aos alunos que se reúnam em pequenos grupos e pensem em uma definição de bullying.
  2. Expor todas as definições em voz alta e escrevê-las na lousa.
  3. Chegar a uma definição comum a partir das ideias de toda a classe.
  4. Completar a definição de sala de aula, caso nenhuma menção tenha sido feita sobre qualquer característica relevante do conceito.
  5. Escrever a definição de bullying conforme o consenso em uma cartolina e colocá-la ao lado das regras de convivência na sala de aula.
  6. Entregar uma folha descrevendo várias situações para cada aluno e pedir que indiquem se elas se tratam de bullying escolar ou não. Assim, é possível verificar se todos entenderam o conceito e se são capazes de detectar situações de bullying.
  • Beane, A. L. (2006). Aulas libres de acoso. Barcelona: Editorial Grao de Irif, SL.
  • Gorbeña, L. (2011). Programas y estrategias para la convivencia escolar. Leioa: Ayuntamiento de Leioa.
  • Ortega, R. y Mora-Merchán, J. (1998). La Convivencia Escolar: qué es y cómo abordarla. Programa Educativo de Prevención de Maltrato entre compañeros y compañeras. Junta de Andalucía: Consejería de Educación y Ciencia.