Distúrbios do sono durante a adolescência

10 Agosto, 2020
Durante o sono, ocorrem diferentes processos fisiológicos no corpo. No caso dos adolescentes, dormir bem é uma verdadeira necessidade. Para isso, a adoção de bons hábitos tem grande influência.

Os distúrbios do sono durante a adolescência geralmente são bastante frequentes, principalmente porque as horas de descanso necessárias para o corpo em desenvolvimento não são respeitadas. A qualidade do sono influencia a maturação cerebral que, nos adolescentes, está passando por um estágio essencial.

Da puberdade até os 18 ou 20 anos, o cérebro está em uma fase de criação de redes neurais. Essas mudanças são altamente significativas para o desenvolvimento saudável no futuro, tanto no nível mental quanto emocional.

Os distúrbios do sono durante a adolescência são mais comumente associados a distúrbios neurológicos ou psiquiátricos. No entanto, se forem considerados os padrões de sono normais, observa-se que os desequilíbrios podem estar relacionados à simples falta de hábitos saudáveis.

Uma soma de noites sem o descanso adequado provavelmente vai acabar causando um déficit de sono. Isso, por sua vez, afeta os adolescentes e produz uma maior dificuldade para a concentração e os estudos, além de um declínio nas relações sociais e no estado de humor.

Processos fisiológicos durante o sono

É possível distinguir cinco fases do sono que, por sua vez, são repetidas ciclicamente. As fases 1 e 2 são, na verdade, transições entre a vigília e o sono. Nesse momento, o corpo começa a diminuir o ritmo cardíaco e respiratório, bem como a temperatura corporal e os movimentos oculares.

As fases 3 e 4 são vitais para a liberação dos hormônios do crescimento, sendo um sono profundo e reparador. Enquanto isso, a fase 5 é a chamada fase REM, caracterizada pelos movimentos oculares rápidos. Nessa fase, os músculos são ativados e o metabolismo acelera seu ritmo. É nesse momento que ocorrem os sonhos narrativos ou vívidos.

Cada ciclo compreende um período de cerca de três horas. Nos adolescentes, esses ciclos devem ser repetidos de três a quatro vezes por noite. Essa necessidade biológica, por sua vez, acontece em uma determinada parte do dia.

Nos adolescentes, o momento em que o corpo exige descanso ocorre mais tarde do que em adultos e crianças. Além disso, eles precisam de mais horas de sono pela manhã.

Distúrbios do sono durante a adolescência

Os distúrbios do sono durante a adolescência ocorrem quando se dorme muito tarde em relação ao horário que é necessário acordar no dia seguinte. Por que esse problema ocorre e quais são suas possíveis consequências?

Por que os adolescentes vão dormir tarde?

Geralmente, os jovens dormem tarde simplesmente porque não estão com sonoA frequência cardíaca do adolescente passa por um novo equilíbrio que faz com que ele adormeça mais tarde à noite e acorde mais tarde pela manhã.

Embora o ideal, de acordo com os horários escolares, seria dormir às 21h ou 22h e acordar às 6h, isso pode ser antinatural para aqueles que estão passando por essa fase da vida. Afinal, a modificação do ritmo cardíaco faz com que a melatonina, o hormônio do descanso, seja produzida mais tarde, por volta das 23h.

Tudo isso indica que os distúrbios do sono durante a adolescência são causados por uma cultura que não respeita os ritmos vitais das pessoas. Nesse sentido, em uma sociedade estruturada para o trabalho e o consumo, as necessidades biológicas associadas à saúde ficam de fora de qualquer programa.

Se as escolas deixassem de ser meros redutos para conter os jovens, forçando-os a seguir horários que atentam contra seu desenvolvimento pleno, hoje não se falaria de distúrbios do sono ou déficits de atenção em crianças e jovens.

Distúrbios do sono durante a adolescência

“Os distúrbios do sono durante a adolescência são causados por uma cultura que não respeita os ritmos vitais das pessoas. Assim, as necessidades biológicas ficam de fora de qualquer programa”.

E se os distúrbios do sono durante a adolescência forem crônicos?

Nos adultos, a falta de sono pode causar todos os tipos de acidentes. De fato, 50% dos acidentes de carro são causados ​​por pessoas com menos de 25 anos que apresentam distúrbios do sono. Mais especificamente, quais são as alterações orgânicas provocadas pelos distúrbios do sono durante a adolescência?

O estresse causado pela falta de sono aumenta os níveis de cortisol. Por sua vez, isso prejudica a homeostase da glicose, podendo causar diabetes tipo 2, obesidade ou síndrome de Cushing.

Outras causas comuns de distúrbios do sono durante a adolescência:

  • Insônia.
  • Refluxo.
  • Síndrome das pernas inquietas.
  • Pesadelos.
  • Apneia obstrutiva do sono.
  • Sonambulismo.
  • Narcolepsia.

Prevenção dos distúrbios do sono durante a adolescência

Quando o cansaço provém dos maus hábitos na rotina, o melhor a fazer é promover o sono duradouro, por meio da modificação dos hábitos. Portanto, manter uma dieta saudável, praticar esportes diariamente, reduzir o uso de telas eletrônicas e fazer leituras agradáveis são ações que podem ajudar a prevenir os distúrbios do sono durante a adolescência.