Do que depende a cor dos olhos e cabelos dos filhos?

09 Junho, 2018
A cor dos olhos e cabelos de cada criança depende, principalmente, de seu histórico genético. No entanto, a probabilidade também influencia. Saiba mais sobre esse tópico interessante neste artigo.
 

Todos nascemos com genes transmitidos pelos nossos pais. Estes têm influência na cor dos olhos e cabelos, na forma do nariz e das orelhas, entre outras características. Analisamos tudo o que você deve saber sobre as características que distinguem nosso rosto e cabelo.

Todas essas características são transmitidas aos recém-nascidos através dos genes de seus pais; ao mesmo tempo, eles mesmos os herdaram de seus avós. É algo que os acompanhará por toda a vida e que transmitirão aos filhos por meio de combinações aleatórias.

Existem bilhões de combinações possíveis e algumas probabilidades. É isso que os diferencia de seus irmãos e irmãs, incluindo, entre outras características, a cor dos olhos e dos cabelos.

É durante a fecundação que os eventos ocorrem: o pai contribui com metade de sua herança genética por meio do espermatozoide; a mãe, por outro lado, dá ao bebê não apenas metade de seus genes, mas também o ambiente que servirá como campo de crescimento para as primeiras células do bebê.

Então, o acaso determina o que provém do pai e o que provém da mãe. Em seguida, descrevemos do que depende a cor dos olhos e cabelos do seu filho.

Do que depende a cor dos olhos e cabelos do seu filho?

A cor dos olhos

Eles podem ser azuis, verdes, pretos, castanhos, etc. Os olhos do ser humano oferecem uma extensa e bela paleta de cores. No entanto, é bem sabido que a cor dos olhos é determinada, principalmente, por uma questão genética.

Desde a cor dos olhos dos pais até a dos bisavós, é possível prever de que cor serão os olhos de seus descendentes. Apesar disso, você nunca deve esquecer que sempre pode haver alguma surpresa.

 

Certamente, você deve saber que cada ser humano possui dois tipos de genes: os dominantes e recessivos. Ambos influenciam na cor dos olhos e dos cabelos do indivíduo.

Os genes dominantes são os mais fortes, já que exercem maior influência na determinação da cor dos olhos do bebê. Por outro lado, os genes recessivos são mais fracos, mas não se anulam entre si. Isso significa que, quando os cromossomos se juntam após a fertilização, um alelo prevalecerá sobre o outro.

Vamos analisar o caso em que o pai tem os olhos azuis e a mãe olhos castanhos. Nessa circunstância, haveriam poucas chances de a criança ter olhos azuis, já que o fenótipo castanho é dominante sobre o azul.

Os genes recessivos estão presentes no DNA do indivíduo, mesmo que não se manifestem em seu físico. É por isso que existem características que são herdadas após duas ou mais gerações.

“A totalidade de características como a cor dos olhos e cabelos é transmitida através dos genes de seus progenitores”

A pigmentação do cabelo

Assim como a cor dos olhos, a cor dos cabelos do seu filho dependerá da herança genética dos pais. No entanto, é muito mais difícil prever com exatidão de qual cor será.

 

A cor dos cabelos está diretamente relacionada à pigmentação dos folículos capilares. Estes pequenos envelopes protegem as raízes do cabelo. Dependendo do tipo de melanina, os folículos irão produzir cabelos castanhos, loiros, pretos, entre outros.

De acordo com o conhecimento atual da genética, alguns genes desempenham um papel determinante para a cor dos cabelos. Por exemplo, o alelo marrom é dominante, enquanto o alelo loiro é recessivo. Nessa linha, as cores escuras vêm de genes dominantes e as claras de genes recessivos.

Por exemplo, se o pai tem cabelos castanhos e não possui ancestrais com cabelos loiros e a mãe tem cabelos claros, é provável que o bebê tenha cabelos escuros; isso porque a cor do cabelo do pai, sendo dominante, prevalece sobre a da mãe.

Em suma, a alteração de dois DNAs pode oferecer um número infinito de combinações. No entanto, graças ao progresso da ciência, agora é possível prever certas características de seus filhos através dos genes, dependendo se eles forem genes dominantes ou recessivos.