Doar órgãos significa semear a expectativa de vida de muitas famílias

Os órgãos salvam vidas, sem dúvida. Neste artigo, vamos explicar a razão disso e por que, do ponto de vista humanitário, é tão importante.
Doar órgãos significa semear a expectativa de vida de muitas famílias

Última atualização: 21 Agosto, 2021

Doar órgãos é semear a expectativa de vida de milhares de famílias, é alimentar a ilusão de ter uma nova oportunidade. Esse transplante pode ser o início de uma nova vida para milhares de pessoas que aguardam em filas. Muitos pais sonham em deixar de ver um filho sofrer. Eles anseiam por uma vida “normal” para essas crianças.

A questão é que um simples ‘sim’ permite dar vida, presentear sorrisos a famílias inteiras que esperam por esse milagre do amor e da generosidade. Priorize o hábito de dar e de compreender aos outros. Ajude o próximo sem esperar nada em troca. Trata-se de trocar um par de órgãos por novas asas para começar a viagem de bagagem leve.

A terra irá coroar esses seres superiores por sua grandeza como doadores, e o céu irá batizá-los como verdadeiros anjos. Doar órgãos também permite que você continue vivendo além da vida. Porque essa troca não consiste apenas em oferecer uma parte de si para dar vida a um estranho.

Grande erro. Aquele estranho também oferece todo o seu corpo para que pelo menos uma parte de outro ser que partiu possa continuar a viver. Um processo de reciclagem humana através do qual uma única pessoa pode salvar a vida de outras cinquenta. Como se negar a realizar tamanho ato de amor, nobreza e coragem? Isso é definitivamente honrar a vida.

Antes de dizer não, pense que você pode fazer outra família feliz.

-Anônimo-

Em que consiste doar órgãos?

 

Doar órgãos é doar vida.

Onde uma vida termina, outra pode ressurgir, como a mítica ave Fênix. Estamos falando de maneira pontual de um ato social, solidário, anônimo, gratuito e altruísta. Por meio dessa ação, uma pessoa pode doar órgãos e tecidos de seu corpo a pessoas doentes ou com deficiências por meio de um transplante.

Mais de 100 000 transplantes de órgãos são realizados a cada ano em todo o mundo. Da mesma forma, estima-se que mais de 250 000 pessoas estejam atualmente na lista de espera para receber um transplante. Essas pessoas estão constantemente perdem saúde e qualidade de vida, vendo cada minuto passar como se fosse o último de sua vida.

Não existem bancos de órgãos, como muitas vezes se afirma. Os órgãos, como qualquer um de nós, têm vida. Portanto, devem ser transplantados imediatamente, pois sua duração fora do corpo varia entre 6 e 72 horas, dependendo do órgão em questão.

Coração, fígado, rim, pulmão, pâncreas e intestino são alguns dos órgãos que podem mudar a existência de inúmeras pessoas. Enfim, doar órgãos nada mais é do que usar o coração, amar profundamente, decidir construir um futuro.

Por outro lado, os tecidos podem ser perfeitamente preservados desde que isentos de fluxo sanguíneo. É assim que podem ser usados no momento necessário por quem mais precisa. Córneas, ossos, válvulas e tendões são alguns exemplos.

Requisitos para doar órgãos

 

A importância do ato de doar órgãos.

Não é verdade o que se diz que muito poucas pessoas têm condições de doar seus órgãos. Também é um mito infundado a ideia de que a papelada para realizar esse ato valioso é interminável. Aqui estão os requisitos que devem ser cumpridos para fazer parte desse milagre da vida que uma família pode devolver a muitas outras:

  • Ter entre 2 e 65 anos. Isso pode variar de acordo com as condições de saúde do doador.

E não se esqueça de que não doar os órgãos dos seus entes queridos acabará matando entes queridos de outras pessoas. Por que não fazer o bem e dar essa oportunidade a quem tanto anseia por isso? Doar órgãos é a maior boa ação que pode ser feita na vida, ou mesmo depois dela.

Pode interessar a você...
Doar sangue do cordão umbilical: uma maneira de salvar vidas
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Doar sangue do cordão umbilical: uma maneira de salvar vidas

A doação de sangue do cordão umbilical é cada vez mais comum por causa do grande valor das células-mãe, capazes de ajudar em vários tratamentos