Ensine ao seu filho o limite entre a coragem e a imprudência

18 Julho, 2018
Sabemos como é importante ser corajoso. Mas será que seu filho sabe qual é o limite entre a coragem e a imprudência? São conceitos que podem ser facilmente confundidos.

O limite entre a valentia e a imprudência é uma linha tênue e frágil que se rompe com facilidade, sobretudo durante a adolescência. E é nessa fase que se é destemido, sagaz…

Os adolescentes vivem suas vidas como se não houvesse amanhã. Por tal motivo tentam aproveitá-la ao máximo, embora esse máximo, às vezes, os coloque em um grande risco.

Quando se tem 13, 14,15 anos, o limite entre a coragem e a imprudência se vê bastante difuso. Por esse motivo, aqui no Sou Mamãe buscamos trazer uma luz sobre esse assunto a você.

Ensine ao seu filho a importância de buscar um equilíbrio nas suas ações para ser tão corajoso quanto sua idade exige, sem cometer atos imprudentes que lhe custem o futuro.

Explique à criança o que é coragem

A coragem nos ensina a dominar nossos medos e a nos impor diante do perigo. Sem ela, poderíamos fracassar nos momentos difíceis e perder a noção de justiça e dever. Agiríamos como covardes e nos tornaríamos o tipo de ser humano que, regularmente, censuramos.

Todos nós sabemos que com coragem se consegue fazer proezas. Mas você deve saber e, acima de tudo, mostrar ao seu filho que são corajosos aqueles que não se intimidam diante das dificuldades, nem se deixam vencer ao ver seus sonhos frustrados.

São corajosos aqueles que se levantam das quedas que parecem fatais. Corajoso é o ser humano forte de espírito que chega mais longe, inclusive do que é capaz de imaginar.

Por que durante a adolescência se cometem atos imprudentes?

Não são poucas as vezes em que os adolescentes sentem medo de parecer ridículos diante de seus colegas e para fazê-los ver o quão corajosos são. Um amigo os desafia com um perigo e para não demonstrarem covardia aceitam a prova, ainda que o bom senso lhes indique o contrário.

Os adolescentes necessitam da aceitação daqueles que o rodeiam, ser parte do “grupo”, se encaixar nele. E, para isso, muitos deles são capazes até de se colocar em perigo.

Ensine ao seu filho o limite entre a coragem e a imprudência

Mamãe, ensine seu filho a se manter sempre seguro de si mesmo e a confiar na sensatez dele. Mostre-o que isso não significa timidez ou covardia, mas sim pura inteligência em todos os sentidos da palavra.

Faça-o entender que mesmo que seus amigos sejam capazes de realizar façanhas estupendas, na maioria das vezes quem ganha o prêmio é a criança mais sensata. É importante que ele saiba que não são poucas as vezes em que a imprudência se disfarça de coragem e põe à prova nosso juízo.

Faça-o saber que nada no mundo vale mais do que o bem-estar e a integridade física dele. Ensine que precaução não é covardia, nem coragem, o desatino. Ensine seu filho a fazer parte do grupo sem se submeter ao perigo.

De nada vale que, com as mãos na cabeça e os olhos quase fora de suas órbitas, você grite ao vê-lo se segurar atrás dos carros enquanto ele anda de bicicleta ou quando se joga da rocha mais alta quando pula em um rio.

Eduque-o desde esse minuto para que em vez de se deixar persuadir pelos outros, seja ele quem convença os colegas a ter precaução em seus atos.

Diga ao seu filho que cometer feitos perigosos por gosto, fazer alguma coisa sem estar seguro, fazer algo quando falta o conhecimento necessário… não é coragem.

coragem e a imprudência

Diga que brincar com facas, fumar, beber álcool ou consumir qualquer outra droga não são atos de coragem, mas sim exemplos de grande estupidez.

Mas não imponha isso a ele. Convença-o de que a adrenalina que experimenta ao se pendurar das copas mais altas das árvores ou quando anda de patinete onde não deve pode deixar sequelas por toda a vida. Reflitam juntos e ponham em uma balança os prós e os contras desse tema.

Sabemos que por seu status de adolescentes vai ser difícil para eles negociar e chegar a um comum acordo. Mas estamos seguros de que com o carinho, a compreensão, o amor e o respeito que ele tem para com você, vocês vão conseguir isso.