Erros que toda mãe deve evitar ao dirigir

19 de julho de 2018
Dirigir um carro se tornou parte da nossa vida e quase o vemos como uma extensão de nossa casa. Contudo, no momento de viajar com seus filhos existem coisas que você não deve ignorar.

Lembre-se de que a segurança dele depende de você. Embora o carro possa ser um lugar seguro, quando você não presta a atenção podem acontecer acidentes. Entre os erros que toda mamãe deve evitar ao dirigir estão:

Deixar os filhos sozinhos dentro do carro

É normal que ao sair de carro para fazer alguma compra, você leve seus filhos junto porque pode parecer mais seguro do que deixá-los em casa. Mas, então você se encontra na difícil situação de dirigir de casa até o banco, dar uma passadinha em algum lugar e ir até o supermercado.

Talvez você ache que não há problema algum em deixar seus pequenos por alguns minutos dentro do carro, enquanto você entra no banco. Mas você nunca deve fazer isso, já que podem acontecer situações realmente perigosas e complexas.

  • Alguém pode bater no seu carro.
  • O calor pode ser extremo para seu bebê.
  • Se o seu filho estava dormindo, pode acordar e se assustar.
  • Alguém pode sequestrar seu bebê.
dirigir

Sim, eu sei que essas quatro situações soam muito dramáticas, mas você não deve pensar que nunca acontecerão com você. No caso de precisar fazer uma pequena paradinha em algum lugar, recomendamos a você:

  • Deixar o seu baixinho com seus pais ou com uma pessoa que possa cuidar dele.
  • Levar seu filho com você quando descer do carro.

Não ter uma cadeirinha para bebê

Outro erro que você não deve cometer ao dirigir é levar seu bebê sentado no banco do carro. As cadeirinhas ou assentos para bebês são fabricadas pensando em proporcionar a sustentação necessária para mantê-los seguros em qualquer situação.

São duras nas áreas onde recebem mais impactos e confortáveis e seguras para os pequenos. Mais do que vê-las como um gasto, você deveria vê-las como um investimento e procurar a de melhor qualidade. Use-a sempre e não a reserve somente para longas viagens.

Falar ao celular

Ao dirigir, você deveria prestar atenção apenas no caminho, no carro e no fato de que seu filho esteja confortável e seguro. Se você receber uma ligação no celular, espere chegar em casa para retorná-la. Se for uma chamada urgente, pare o carro e atenda o celular.

Essa é uma recomendação que você deve seguir quando for andar de carro com seu filho ou sem ele. Lembre-se de que uma das causas de acidentes rodoviários mais comuns é justamente o uso de telefones celulares ao dirigir.

Levar o seu filho no banco da frente

No momento de dirigir, possivelmente você quer ter o máximo de controle sobre o seu filho, principalmente se ele for muito pequeno. Entretanto, você nunca deve levá-lo ao seu lado no banco do copiloto. A razão é que se houver um acidente, o airbag infla e pode machucá-lo.

Esses airbags são projetados para evitarem que os adultos se choquem com a parte frontal do carro. Porém, por causa de seu tamanho e da força com que inflam, eles podem lesionar gravemente as crianças. Além disso, nesse caso, pode limitar a respiração dela.

O ideal é que você sempre leve o seu bebê na parte traseira do carro sentado em uma cadeirinha especial e com o cinto de segurança bem apertado.

dirigir

Amamentar seu bebê enquanto dirige

Mesmo que você seja uma ótima motorista e a hora de amamentar seu bebê coincida com a hora de dirigir, você nunca deve amamentá-lo enquanto dirige. Você pode achar que não será um problema, porque você vai dirigir por uma estrada segura e por apenas alguns minutos. Mas estará correndo um grande risco.

Em primeiro lugar, você não estará concentrada por completo em nenhuma das atividades. Portanto, outro carro poderia “aparecer do nada” exatamente por um ângulo em que você não prestava a atenção.

Se você tiver que amamentar o seu bebê, organize seus horários para fazê-lo em casa ou pare o carro e amamente com calma.

Cuide da segurança do seu filho ao dirigir

Como você pode ver, os erros que toda mãe deve evitar ao dirigir não são impossíveis. Como mãe, é importante que você leve a sério a segurança de seu filho. Não se trata de ser fatalista nem de pensar que a cada passo será uma chance de perigo, apenas tome as precauções necessárias para cuidar do seu filho.