A especialização das crianças em um esporte específico é positiva?

É melhor que uma criança se especialize em um esporte específico para o qual tenha talento ou que ela experimente diversas modalidades esportivas?
A especialização das crianças em um esporte específico é positiva?

Última atualização: 21 Fevereiro, 2021

Muitos pais se perguntam se é aconselhável que seus filhos se especializem em um esporte específico desde cedo. A verdade é que não. Isso é desaconselhado por muitos estudos. Nas linhas a seguir, vamos analisar as principais conclusões das pesquisas mais relevantes até o momento, as quais desestimulam essa especialização esportiva.

Primeiramente, é preciso considerar que a especialização precoce em um esporte específico aumenta o risco de lesões em crianças e adolescentes.

Isso não apenas pode afastar a criança da prática esportiva durante a infância, como também pode ter consequências muito negativas na vida adulta. Em vez disso, os especialistas recomendam que as crianças combinem diversos esportes diferentes.

A especialização das crianças em um esporte específico pode causar lesões

Muitos atletas jogam em times escolares e em clubes dos mesmos esportes durante a mesma temporada. Isso aumenta o seu tempo de jogo, mas também pode aumentar o risco de lesões por esforço excessivo.

Nesse sentido, é importante destacar um estudo que revelou que os atletas do Ensino Médio que se especializavam em um único esporte tinham 70% mais chance de sofrer uma lesão durante a temporada do que aqueles que praticavam vários esportes.

A quantidade de tempo de jogo, juntamente com os treinos, aumenta a intensidade do estresse sobre os mesmos músculos, ossos, tendões ou placas de crescimento. A fadiga combinada com o estresse do treinamento repetitivo pode fazer mais mal do que bem ao corpo em crescimento.

Em relação à necessidade de atingir um certo grau de especialização esportiva para o desenvolvimento de habilidades em nível de elite, outra pesquisa concluiu que tal treinamento intenso em um único esporte com a exclusão dos outros deve ser adiado até o final da adolescência para otimizar o sucesso e minimizar as lesões, o estresse psicológico e a exaustão.

Também é válido destacar outro estudo que descobriu que a especialização esportiva precoce está associada a maiores taxas de lesões em atletas universitários. Ou seja, o risco de lesões afeta não apenas a idade escolar, indo muito mais além.

Outros riscos da especialização esportiva precoce

Além de aumentar o risco de lesões por uso excessivo, a especialização das crianças em um único esporte também apresenta outros riscos. Um deles tem a ver com o desenvolvimento físico. Afinal, a especialização esportiva precoce pode impedir o desenvolvimento atlético geral. Ou seja, pode impedir um desenvolvimento físico harmonioso.

Por outro lado, também pode levar ao isolamento social, principalmente por causa da grande quantidade de tempo que crianças e jovens precisam dedicar aos treinos e às competições.

Por fim, a especialização pode levar a uma exaustão tão grande que a criança ou o adolescente acaba decidindo abandonar o esporte. Isso, por sua vez, pode levar a problemas com as pessoas ao redor por causa da frustração que certamente trará a todos os adultos envolvidos.

A especialização das crianças em um esporte específico não garante o sucesso

Apesar de todo o esforço, a especialização das crianças em um esporte específico não garante o sucessoEssa é a conclusão de um estudo publicado na revista Sport Health, realizado em 2018.

De acordo com os autores do estudo, pode ser tentador para pais ou treinadores encorajar as crianças a se especializarem em um esporte desde o início, a fim de maximizar as suas chances de se tornarem profissionais de elite. No entanto, esse não é necessariamente o melhor caminho para o sucesso.

Na verdade, para os autores desse estudo, assim como para a maioria dos profissionais do setor, é vantajoso para a criança praticar diversos esportes antes de começar a se especializar naquele que tiver mais interesse.

As crianças e a especialização esportiva

A prática de diversos esportes ajudará a criança a obter o desenvolvimento integral de todas as suas habilidades físicas. Além disso, ela também terá a oportunidade de viver diferentes experiências e de encontrar o esporte no qual realmente deseja se especializar, se houver algum em que ela realmente queira se concentrar.

Porém, ela não precisa praticar todos ao mesmo tempo. Ela pode praticar dois deles simultaneamente ou trocá-los de tempos em tempos, de acordo com seus horários disponíveis. Isso vai proporcionar uma visão mais ampla e oferecer diferentes oportunidades.

De qualquer forma, os pais não devem perder de vista a prática de um esporte básico que vai ajudar a estabelecer as bases físicas para qualquer esporte coletivo e no qual são trabalhadas múltiplas habilidades: o atletismo. Afinal, o atletismo não se resume apenas a correr, pois também envolve pular, esquivar-se, reagir, lançar objetos diversos e trabalhar em equipe, entre outras habilidades.

Pode interessar a você...
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Os melhores esportes para crianças

Praticar esportes traz muitos benefícios durante a infância. Mas quais são os esportes mais adequados para as crianças? A seguir, confira a resposta!