O sentimento de frustração nas crianças

5 de maio de 2018
Você deve ensinar seus filhos, desde pequenos, a lidar com a frustração. Isso permitirá que eles possam enfrentar positivamente as diferentes situações que a vida apresentará.

O sentimento de frustração nas crianças faz referência a uma necessidade não satisfeita. A frustração é uma experiência emocional que se manifesta quando um desejo, um projeto, uma ilusão ou mesmo uma necessidade não se realiza.

A frustração é inevitável e com certeza a experimentaremos em algum momento de nossas vidas. Na verdade, se trata de uma emoção com a qual convivemos desde muito pequenos. Isso porque as oscilações e as mudanças rápidas de humor, passando da frustração à não-frustração e vice-versa, são completamente normais durante a infância.

Uma situação frustrante inclui uma pessoa, um objeto e um objetivo. Alcançar um objetivo pode ser impedido mediante algum tipo de obstáculo. Então, a pessoa enfrenta um problema que não tem capacidade de solucionar.

Trata-se de uma barreira que a criança não consegue ultrapassar. O sentimento de frustração nas crianças se produz quando espera uma recompensa. Pode surgir em forma de diferentes emoções e se associa à combinação de algumas delas: impotência, raiva, decepção, depressão, tristeza ou desilusão.

Causas da frustração

O termo se refere à circunstância que resulta na insatisfação de uma necessidade ou de um motivo. O sentimento de frustração nas crianças pode estar presente em todas as fases de seu desenvolvimento.

criança com raiva

Estas são algumas das causas:

  • O estresse.
  • As expectativas não cumpridas.
  • A rejeição.
  • A falta de aceitação.
  • A falta de flexibilidade.
  • Os ciúmes.
  • A competitividade.
  • O perfeccionismo.
  • A provocação.

“É um profundo consolo para o frustrado ser testemunha da caída do afortunado e da desgraça do honesto”

—Eric Hoffer—

Como combater o sentimento de frustração nas crianças?

1.- Dar o exemplo

Uma atitude positiva por parte dos pais na hora de enfrentar as situações adversas é o melhor exemplo para que as crianças aprendam a buscar soluções para os seus problemas.

2.- Mudar a frustração pelo aprendizado

As situações complicadas são uma excelente oportunidade para que a criança aprenda coisas novas, isso dará segurança para que ela futuramente possa enfrentar essas situações sozinha.

3.- Ensine a ser perseverante

Caso a criança aprenda que, sendo perseverante encontrará as soluções, poderá controlar as frustrações quando aparecerem.

4.- Educar na cultura do esforço

Para evitar estados de frustração, você deve ensinar ao seu filho que o esforço é a melhor maneira de  solucionar os fracassos.

5.- Não dar a ela tudo pronto

Deixe que ela consiga superar os objetivos por si própria, de maneira que possa errar e aprender com seus erros.

6.- Não ceder diante de seus pedidos

Dessa forma, a criança aprenderá que é a maneira mais efetiva de resolver os problemas.

7.- Estipular objetivos

É preciso ensinar a criança a lidar com a frustração estipulando objetivos realistas e razoáveis.

Tolerância à frustração

Tolerar a frustração significa ser capaz de enfrentar os problemas e também as limitações que as crianças vivem ao longo de sua infância e os males que essas situações podem causar. Portanto, se trata de uma atitude que com certeza pode ser trabalhada e desenvolvida.

Características de uma criança com alta tolerância à frustração

Uma criança que tem um alto nível de tolerância à frustração pode utilizar seus próprios recursos para aceitar os fatos. Desse modo, será preciso uma situação de frustração bem mais acentuada para que ela se demonstre afetada pela situação.

Para as pessoas que possuem um alto nível de tolerância à frustração, a vida se torna muito mais agradável, mais fácil e com menos estresse. Essas pessoas estão focadas em transformar esses problemas em novas oportunidades, para manter a possibilidade de retomar as ações ou para tentar aceitar as ambições da dor, do fracasso, do mal-estar, etc.

criança olhando atraves da janela em dia de chuva

Características de uma criança com baixa tolerância à frustração

Uma criança que tem baixo nível de tolerância à frustração terá dificuldades para superar algumas situações e perderá a motivação por aquilo que faz.

As crianças com baixa tolerância à frustração costumam ser mais impulsivas e impacientes. Também costumam satisfazer suas necessidades de forma imediata e podem sofrer, com maior facilidade, situações de angústia ou mesmo depressão diante de conflitos ou dificuldades.

Definitivamente, você sem dúvida alguma necessita trabalhar o sentimento de frustração das crianças. É importante que você saiba que a tolerância à frustração é uma capacidade e que portanto, todas as pessoas podem aprender a melhorá-la. Caso seu filho consiga obter um alto nível de tolerância à frustração, isso influenciará de forma positiva em seu bem-estar e terá um controle bem maior nessas situações.

https://boernenesverden.dk/foraeldreskab/manglende-kaerlighed-i-barndommen/

https://boernenesverden.dk/boern/foelelser-jeg-oplever-naar-du-smiler/

https://boernenesverden.dk/boern/lav-frustrationstolerence-saadan-hjaelper-du-dine-boern/

https://boernenesverden.dk/foraeldreskab/haandter-din-vrede-hvis-du-vil-have-dine-boern-til-at-lytte-til-dig/

https://www.cok.dk/fit-feedback-informed-treatment

https://mindhelper.dk/identitet/robusthed/

https://mindhelper.dk/identitet/robusthed/