Estas dicas vão te ajudar a compreender seu bebê

12 Agosto, 2018
Compreender o seu bebê com idade entre 0 e 2 anos é uma tarefa complexa para muitas mães.

Não se esqueça que os pequenos estão apenas começando a desenvolver suas habilidades de comunicação e podem até se sentir frustrados se não forem compreendidos por seus pais.

No entanto, existem maneiras de fazer com que uma criança se sinta mais compreendida. Nem sempre é fácil, mas temos que fazer um esforço, pois o pequeno o irá agradecer e nós também, já que o ambiente no qual a criança vai viver e crescer será muito mais adequado e produtivo.

Como compreender seu bebê

A seguir, vamos listar uma série de técnicas que te ajudarão a compreender seu bebê. Dessa forma, você irá reduzir as lágrimas e as birras e vai criar um ambiente mais propício para um ótimo desenvolvimento.

Use a empatia

Quando o bebê nasce, você nunca deve esquecer que ele é o SEU bebê. Ou seja, ele é de alguma forma parte de você. Ele tem seus genes e vai ser educado no ambiente que você criou para ele. Assim, não há dúvidas de que o exercício da empatia será muito mais fácil. Você só tem que observar sua personalidade e a de seu parceiro para que seja mais fácil tentar entender o pequeno.

Não se esqueça de que as crianças nascem com um código genético particular, herdado dos pais. Elas também aprendem observando e imitando aos adultos. Claramente, a empatia com elas é relativamente fácil. Você só tem que olhar para si mesma para encontrar muitas das atitudes e habilidades da criança que parecem copiadas de nós.

Além disso, um bom exercício é tentar se lembrar de como éramos quando crianças. Essa atividade vai nos ajudar não apenas a nos conectar com o nosso eu infantil, mas também com os nossos filhos. Dessa forma, vamos descobrir seus desejos, necessidades e apegos. Se você quiser entendê-lo bem, então terá que tentar pensar como ele. Isso irá melhorar e muito a comunicação.

compreender seu bebê

Faça uma observação minuciosa

Como dissemos, as crianças aprendem através da observação e imitação. Mas também por tentativa e erro. Então, para entender o seu bebê, não perca nenhum detalhe. Aproveite os primeiros meses para observá-lo e aprender mais sobre ele.

É preciso saber como ele se comporta, do que ele precisa, como se relaciona no meio onde vive, como ele brinca, do que é que ele gosta, o que ele acha engraçado, quais coisas o fazem rir e quais lhe causam medo… Isso quer dizer que temos que observar cada detalhe de sua personalidade.

Observando nosso filho, será muito mais fácil entender por que há coisas que ele não gosta, por que ele chora em certas circunstâncias, o que o faz mais feliz,etc. Desse modo, poderemos compreendê-lo muito melhor. Também seremos capazes de modificar certas atitudes e, assim, oferecer um espaço mais adaptado às suas necessidades.

compreender seu bebê

Tentativa, erro e aprendizagem

Assim como para a ciência, tentativa, erro e aprendizagem são a base da evolução do ser humano. Quando você sentir que seu bebê tenta dizer algo, seja através do choro, ou tentando falar com palavras pouco compreensíveis, você tem que tentar desvendar o mistério, como se você fosse um cientista.

Primeiro, vá descartando opções. Investigue se o problema possa estar relacionado à sua saúde. Toque sua testa, observe todo seu corpo para tentar detectar alguma coisa estranha, leia para saber quais problemas podem existir baseados em sua idade… Ou descubra se é uma simples birra, um anseio, um desejo ou uma comunicação frustrada…

Depois de aprendidas as lições, utilize o conhecimento para aplicá-lo em cada situação. Ou seja, se seu filho uma vez chorou porque estava com dor na barriguinha, mantenha em sua mente esse detalhe. Talvez ele já tenha ficado com raiva porque você pegou um brinquedo ou porque ele não gosto de alguma comida. Enfim, aprenda com cada situação.

Descubra todos os detalhes com os distintos tipos de choro, as palavras muitas vezes incompressíveis, as atitudes, os gestos, os movimentos. Da mesma forma que as crianças aprendem observando e imitando nossos comportamentos, nós também devemos observar para entendê-las melhor a cada dia.

Na verdade, compreender o seu bebê pode ser uma coisa fácil se você souber como fazê-lo. Lembre-se de ser muito paciente, observadora, empática, carinhosa e compreensiva. E em pouco tempo você terá criado um excelente ambiente para a aprendizagem mútua e seu filho vai crescer saudável, alegre, feliz e independente como ninguém.