Razões para amamentar o seu bebê

· 20 de fevereiro de 2017

Dar o peito ou não dar o peito? eis a questão. Muito se debateu sobre este tema, existindo diversos pontos de vista à respeito. Inclusive, se falou muito sobre a qualidade e os benefícios do leite materno. Todavia, são várias as razões pelas quais sempre é melhor dar o peito ao bebê.

Como é sabido, o leite materno é o melhor alimento que você pode oferecer a seu filho até, pelo menos, o primeiro ano de vida, já que o alimento que seu corpo fabrica desde o parto não só contêm todos os nutrientes que seu bebê necessita nos primeiros meses de vida, mas também aumenta suas defesas para combater doenças.

Entretanto, dar o peito não só é benéfico por causa da composição do leite materno, mas também por causa do vínculo afetivo que se estabelece entre você e a criança, enquanto a amamenta. Alimentando seu bebê, você fornece vida e amor, confortando, protegendo e se comunicando com seu tesouro mais valioso.

E ainda mais, dar o peito tem benefícios tanto para o bebê como para a mãe. Como o conhecimento das avós sempre relatou, amamentando seu filho você perderá mais rapidamente o peso ganho durante os nove meses de gravidez e ainda combate a anemia, a hipertensão e a depressão pós-parto.

Dar o peito: benefícios para seu bebê

Como vimos, dar o peito a seu bebê é benéfico não só para sua saúde física, mas também a nível emocional e intelectual.  Mas há mais uma vantagem do leite materno: é um alimento ecológico, que não é fabricado, engarrafado e transportado, evitando assim o gasto de energia e a contaminação do meio ambiente.

Como mostrado, são vários os motivos pelos quais é conveniente dar o peito a seu filho. Entre os benefícios para o desenvolvimento das crianças que mais se destacam durante os primeiros anos de vida de todo infante estão:

  • O leite materno é a alimentação ideal para o lactante já que todos os nutrientes necessários estão ali. Deste modo, o alimento ajuda no crescimento e desenvolvimento saudáveis.
  • Gera e aumenta as defensas do bebê reduzindo o risco da criança sofrer doenças como bronquite, colite, otite, infeções urinárias, meningite e também a síndrome da morte súbita.
  • Oferece suporte e atenção, além do melhor estímulo para o recém-nascido. Por isso, é um pilar de seu desenvolvimento já que oferece segurança e fortalece os vínculos afetivos com a mãe.
  • Possui altas quantidades de lactose que se converte em uma fonte de energia imprescindível para o recém-nascido. Além de grandes quantidades de vitamina E, ajudam a prevenir a anemia enquanto que a considerável proporção de cálcio fortifica seus ossos.
  • Por ser facilmente digerido o leite materno favorece a flora intestinal do bebê, de maneira a criança fica protegida perante possíveis diarreias bacterianas.
  • Transfere os anticorpos da mãe para o filho, deixando a criança com a saúde fortalecida e requisitando menor atenção sanitária que as crianças alimentadas com produtos fabricados.

Dar o peito, uma ajuda o intelecto do bebê

Os especialistas ressaltam que a lactação não é só uma acumulação de considerações nutricionais, pois ela significa um conjunto de valores indispensáveis para o desenvolvimento integral da criança. Dar o peito coopera com o crescimento psicológico do bebê, pois proporciona uma relação humana calorosa.

Lactancia Materna - OMS

Amamentar influi de maneira direta no desenvolvimento do sistema nervoso central do recém-nascido, pois mediante esta ação natural proporcionamos às crianças uma maior capacidade intelectual. Isso se deve ao fato que o leite materno possui substâncias nutritivas essenciais para o desenvolvimento neurológico do lactante.

Dar o peito comporta uma estimulação táctil e um contato corporal importantes para o desenvolvimento de seu filho, tornando-se uma experiência de aprendizagem baseada na interação. Desta situação surge, nada mais, nada menos que a confiança no papel materno e um sentimento de valorização pessoal.

Por isso, os especialistas na matéria repetem com insistência que a lactação é o maior ato de amor por um filho pelo fato de dar o peito faz crescer o amor entre a mãe e a criança. Só o simples contato com a pele suave e quente da mãe assegura a tranquilidade e o prazer da criança, que se sente protegida, cuidada e amada.

Dar o peito também tem benefícios para você

Se são quase inúmeros e importantíssimos os benefícios de o seu peito ao bebê recém-nascido, a natureza é tão sábia que o leite materno também é sumamente valioso para a saúde da mãe. Por isso, aqui compartilhamos algumas das vantagens da lactação:

Lactancia Materna - OMS

  • Acelera a recuperação do útero materno que volta a tomar sua forma e tamanho, descartando possíveis hemorragias e infecções pós-parto.
  • Aumenta o intervalo entre as gestações.
  • Reduz os riscos de câncer de mama, útero e ovário.
  • Dar o peito ajuda a voltar à forma mais rapidamente, já que mobiliza as reservas de gordura. Sim, efetivamente amamentar favorece a recuperação de sua silhueta.
  • Ao dar o peito você libera oxitocina, o hormônio do amor, que favorece o vínculo mãe-filho. Assim, aumenta o sentido de união e felicidade.
  • A lactação reduz a possibilidade de ter osteoporose.