Formas de destruir a autoestima das crianças

24 Junho, 2018
Ser onipresentes e evitar o sofrimento dos filhos a todo custo é prejudicial para o desenvolvimento dos pequenos.
 

Todos os pais querem que seus filhos cresçam de forma segura e se sintam capazes de lidar com qualquer circunstância da vida. Mas os pais, sem querer, às vezes podem fazer o contrário. Com suas palavras ou ações, podem destruir a autoestima das crianças.

As crianças precisam que seus pais as apoiem e as incentivem em tudo o que fazem. Embora para os pais seja algo sem importância, para as crianças não é, de modo algum. Algumas palavras de incentivo, uma orientação adequada para fazer as coisas melhor e muito carinho é o que todos os filhos devem receber.

Mas, às vezes, os pais podem, sem perceber, dizer certas coisas para seus filhos ou se comportar de certa maneira que faz com que a criança se sinta desvalorizada. E pior… que sua autoestima fique seriamente danificada. Você deve ter consciência de alguns erros comuns que os pais cometem para estar atenta e evitar que aconteça na sua casa.

Fazer muitas coisas pelas crianças

Seus filhos querem fazer suas tarefas por conta própria. Mas se você as fizer, eles pensarão que não é necessário fazer ou que não é responsabilidade deles e deixarão de fazê-las. Quando as crianças puderem fazer as tarefas por conta própria, terão uma grande sensação de realização. Certamente, esse sentimento irá ajudá-las a se sentirem bem consigo mesmas.

O que acontece se você faz muitas coisas para os seus filhos

É possível que você queira mostrar seu amor fazendo coisas para eles. Mas não estará fazendo nenhum favor na verdade. Se você fizer as coisas para os seus filhos, você estará negando a oportunidade de aprender habilidades necessárias para a vida. Isso os prejudicará na vida adulta.

 

E como se isso não fosse suficiente, você também estará criando nas crianças a necessidade de serem dependentes e proibindo a satisfação de serem independentes, de conseguir as coisas sozinhas. Se você fizer as coisas no lugar delas, estará fazendo com que elas sintam que não são capazes de conseguir o que querem.

destruir a autoestima

Como corrigir isso

Em vez de fazer muito para os seus filhos, é necessário que você os ajude para que possam fazer as coisas sozinhos. Então, se eles errarem, terão a oportunidade de fazer novamente e aprender com os erros. Assim, a autoestima será fortalecida.

Dizer: “Isso é fácil”

Quando seus filhos estão lutando para conseguir alguma coisa, mesmo que sejam as tarefas da escola, você não deve dizer que é fácil. Para você, pode ser muito fácil mesmo, mas não é para os seus filhos.

O que acontece quando você diz que algo é muito fácil

Quando você diz (pensando que você está dizendo algo positivo), algo como: “Isso é fácil, você consegue”, você estará tentando motivar e incentivar seus filhos. Mas a realidade é que seus filhos podem pensar que há algo de errado com eles, porque para ele ou ela não é fácil.

 

Pode parecer bobagem, mas não é. Isso fará com que seus filhos se sintam desanimados e que queiram desistir antes do tempo. E sim, isso pode prejudicar gravemente a  autoestima das crianças e você nem sequer terá notado.

O que fazer a respeito

Em vez de dizer que é fácil, é importante dizer coisas como: “Isso pode ser difícil” ou “Na sua idade achei isso difícil, mas com persistência bons resultados são alcançados”. Assim, as crianças poderão entender que, ainda que seja difícil no começo, se trabalharem duro para conseguir bons resultados, poderão conseguir. Isso vai fazê-las sentir motivação e a autoestima será fortalecida.

destruir a autoestima

Não deixar que cometam erros

Se para seu filho você apenas mostrar o que ele faz errado, ele vai pensar que é inútil e que as suas aptidões são terríveis. Os erros são parte da vida e todos devemos aprender com eles (adultos e crianças). Talvez você também acredite que deve ajudar seus filhos para que não cometam erros, ou lhes ajudar para evitar que cometam. Mas isso os deixará incapacitados para a vida e a autoestima será muito prejudicada.

E se você não permitir que eles cometam erros

 

Se as crianças não puderem cometer erros e você as proteger em excesso, elas não poderão se desenvolver na vida e se tornarão pessoas dependentes com um autoimagem ruim de si mesmas. Pensarão que cometer erros é uma coisa ruim porque dói. Mas você não deve tirar a oportunidade de que seus filhos aprendam com os erros, de admitir que estão errados e lhes dar a oportunidade (e a satisfação de resolver o problema).

O que fazer para ajudar aos filhos

Em vez de não permitir que eles errem, ensine a fazer as coisas da melhor maneira possível e a ser responsável por suas ações. Assim, eles poderão ter uma visão saudável dos erros e darão conta de como eles são úteis para a vida.