Manchas e alterações na pele durante a gravidez

05 Agosto, 2020
É normal que ocorram alterações na pele durante a gravidez por causa do aumento dos níveis hormonais. O que devemos saber sobre esse assunto? Um tratamento específico é necessário?

É muito comum aparecerem manchas ou alterações na pele durante a gravidez. Essas marcas geralmente aparecem como manchas escuras, comumente conhecidas como máscara da gravidez. Seu nome médico é cloasma ou melasma.

No início da gravidez, o corpo da mulher passar por mudanças todos os meses. Inclusive, são registradas alterações que podem causar desconforto, e é necessário estar devidamente preparada para elas. Você sabe como agir diante das manchas que aparecem na pele?   

Por que há manchas e alterações na pele durante a gravidez?

Durante os nove meses de gestação, os níveis hormonais aumentam e é possível que isso cause manchas na pele de algumas mãesÉ justamente esse aumento de hormônios que gera as manchas no corpo.

Os cloasmas, também conhecidos como melasma ou “máscara da gravidez”, são manchas que aparecem no rosto, na maioria dos casos, durante a gravidez. Às vezes, podem causar coceira.

No entanto, suas consequências não vão além da estética. De fato, as manchas podem causar mais problemas emocionais do que físicos, pois geralmente afetam a autoestima da mulher, que se sente preocupada e envergonhada por sua aparência.

A grande maioria das alterações na pele durante a gravidez aparece na área do rosto, principalmente na testa, no nariz, nas maçãs do rosto e nas bochechas.

Elas também se manifestam no lábio superior e, menos comumente, ao redor dos olhos. Além disso, também podem aparecer em áreas como antebraços, axilas, virilha, barriga e outros lugares expostos ao sol.

Essas manchas marrons aparecem, na maioria dos casos, durante os últimos seis meses de gravidezAlém disso, também podem aparecer devido a fatores genéticos. Assim, é possível ser mais propensa a desenvolvê-las se houver familiares diretos que já apresentaram essas características anteriormente.

É muito comum aparecerem manchas ou alterações na pele durante a gravidez. Essas marcas geralmente aparecem como manchas escuras, comumente conhecidas como máscara da gravidez; o seu nome médico é cloasma ou melasma. No início da gravidez, o corpo da mulher passar por mudanças todos os meses. Inclusive, são registradas alterações que podem causar desconforto e é necessário estar devidamente preparada para elas. Você sabe como agir diante das manchas que aparecem na pele? Por que há manchas e alterações na pele durante a gravidez? Durante os nove meses de gestação, os níveis hormonais aumentam e é possível que isso cause manchas na pele de algumas mães. É justamente esse aumento de hormônios que gera as manchas no corpo. Os cloasmas, também conhecidos como melasma ou "máscara da gravidez", são manchas que aparecem no rosto, na maioria dos casos, durante a gravidez. Às vezes, podem causar coceira. No entanto, as suas consequências não vão além da estética. De fato, as manchas podem causar mais problemas emocionais do que físicos, pois geralmente afetam a autoestima da mulher, que se sente preocupada e envergonhada pela sua aparência. A grande maioria das alterações na pele durante a gravidez aparece na área do rosto, principalmente na testa, no nariz, nas maçãs do rosto e nas bochechas. Elas também se manifestam no lábio superior e, menos comumente, ao redor dos olhos. Além disso, também podem aparecer em áreas como antebraços, axilas, virilha, barriga e outros lugares expostos ao sol. Essas manchas marrons aparecem, na maioria dos casos, durante os últimos seis meses de gravidez. Além disso, elas também podem aparecer devido a fatores genéticos; assim, é possível ser mais propensa a desenvolvê-las se houver familiares diretos que já apresentaram essas características anteriormente. Tipos de cloasma Existem três tipos de cloasma, que dependem da profundidade da melanina: • Dérmico: Aparece na derme, apresenta bordas difusas e se localiza nas maçãs do rosto. • Epidérmico: Ocorre nas camadas epidérmicas, possui bordas ligeiramente mais definidas e se localiza no centro da face. Geralmente é o mais fácil de tratar. • Misto: É a combinação dos anteriores e pode ser mais difícil de tratar. É frequente em mulheres grávidas, que os produzem naturalmente; é conhecido como "cloasma gravídico" em mulheres grávidas. «Durante os nove meses de gestação, os níveis hormonais aumentam e é possível que isso cause manchas na pele de algumas mães» É possível evitar as manchas na pele? A maneira exata de evitar essas manchas é desconhecida. Cada gravidez é diferente da outra e nem todas as mulheres grávidas têm essas alterações na pele; portanto, após o parto, as manchas podem desaparecer por conta própria. No entanto, na maioria dos casos, elas não desaparecem completamente. Em caso de dúvida ou preocupação a esse respeito, é essencial consultar um especialista. Tratamento para as alterações da pele durante a gravidez É aconselhável evitar alguns tratamentos durante a gravidez, pois estes podem promover ainda mais o desenvolvimento da melanina e causar mais manchas na pele. No entanto, existem alguns métodos recomendados, embora qualquer um deles deva ser aprovado por um especialista. • Protetor solar: Deve ser usado continuamente para proteger a pele e as manchas que aparecerem, sempre de acordo com as instruções de um dermatologista. • Menor exposição ao sol: Se essas alterações na pele ocorrerem durante a gravidez, o tempo de exposição da pele ao sol deve ser reduzido, especialmente a área do rosto. Recomenda-se o uso de chapéus, óculos ou outros acessórios. • Sessões de laser: Se as manchas não desaparecerem completamente após o parto e nenhum tratamento anterior tiver funcionado, você sempre poderá recorrer a sessões de laser. Isso ajudará a remover a pigmentação em aproximadamente dez sessões, sempre com as instruções de um dermatologista. • Cuidados com a pele: É necessário ser muito rigoroso quando se trata da higiene da pele. Recomenda-se uma rotina de limpeza e hidratação do rosto, usando sabonetes e cremes de tipos adequados para a pele. Pode levar vários meses até que seja vista uma melhora na sua pele; portanto, é de vital importância continuar a se proteger do sol durante e após o tratamento. Caso as manchas persistam, é aconselhável procurar um dermatologista para determinar a causa das alterações e o tratamento adequado.

Tipos de cloasma

Existem três tipos de cloasma, que dependem da profundidade da melanina:

  • Dérmico: surge na derme, apresenta bordas difusas e se localiza nas maçãs do rosto.
  • Epidérmico: ocorre nas camadas epidérmicas, possui bordas ligeiramente mais definidas e se localiza no centro da face. Geralmente, é o tipo mais fácil de tratar.
  • Misto: é a combinação dos anteriores e pode ser mais difícil de tratar. É frequente em mulheres grávidas, que os produzem naturalmente. É conhecido como “cloasma gravídico” em mulheres grávidas.

“Durante os nove meses de gestação, os níveis hormonais aumentam, e é possível que isso cause manchas na pele de algumas mães.”

É possível evitar as manchas na pele?

A maneira exata de evitar essas manchas é desconhecida. Cada gravidez é diferente da outra e nem todas as mulheres grávidas têm essas alterações na pele. Portanto, as manchas podem desaparecer por conta própria após o parto.

No entanto, na maioria dos casos, elas não desaparecem completamente. Em caso de dúvida ou preocupação sobre esse assunto, é essencial consultar um especialista.

Tratamento para as alterações da pele durante a gravidez

É aconselhável evitar alguns tratamentos durante a gravidez, pois podem promover ainda mais o desenvolvimento da melanina e causar mais manchas na pele. No entanto, existem alguns métodos recomendados, embora qualquer um deles deva ser aprovado por um especialista.

  • Protetor solar: deve ser usado ​​continuamente para proteger a pele e as manchas que aparecerem, sempre de acordo com as instruções de um dermatologista.
  • Menor exposição ao sol: se essas alterações na pele ocorrerem durante a gravidez, o tempo de exposição da pele ao sol deve ser reduzido, especialmente a área do rosto. Recomenda-se o uso de chapéus, óculos ou outros acessórios.
Manchas e alterações na pele durante a gravidez

  • Sessões de laser: se as manchas não desaparecerem completamente após o parto e nenhum tratamento anterior tiver funcionado, você sempre poderá recorrer a sessões de laser. Isso vai ajudar a remover a pigmentação em aproximadamente dez sessões, sempre seguindo as instruções de um dermatologista.
  • Cuidados com a pele: é necessário muito rigor quando se trata da higiene da pele. Recomenda-se uma rotina de limpeza e hidratação do rosto, usando sabonetes e cremes de tipos adequados para a pele.

Pode levar vários meses até ser possível observar uma melhora na pele. Portanto, é de vital importância continuar a se proteger do sol durante e após o tratamento. Entretanto, se as manchas persistirem, é aconselhável procurar um dermatologista para determinar a causa das alterações e o tratamento adequado.