Eu não conhecia o amor até você chegar na minha vida

· 6 de dezembro de 2018
Um carinho e uma admiração nunca antes imaginados, levados a níveis realmente inimagináveis.

Eu estava errada. Não conhecia o amor até você chegar na minha vida. Pelo menos não da maneira que se apresenta, o mais natural e verdadeiro amor.

Até você chegar na minha vida, eu não conhecia um amor tão puro, visceral e profundo. O mais sincero e incondicional. Aquele amor que não conhece limites nem fronteiras.

Um carinho capaz de dar tudo sem esperar nada em troca. Sentido desde o instante zero, sempre intacto apesar de qualquer circunstância. Eterno e infinito.

Nunca compreendi a relação tão estreita entre o amor e a felicidade plenos. Você se transformou no sol das minhas manhãs e na melodia de todas as minhas tardes. Minha luz em cada jornada escura, o ar com perfume de vida que eu respiro todos os dias.

Você se tornou a minha motivação de chegar e lutar. O motor que me leva a seguir em frente. Um pequeno apoio que é capaz de me manter em pé todos os dias. O pequeno ser que me deu a possibilidade de voltar a enxergar o frescor da minha infância a partir de outros olhos.

Meu pequeno filho, eu olho para você e entendo que estava errada. Porque, se uma coisa é certa, é que você chegou para redefinir os meus conceitos de dedicação, entrega e sacrifício.

Você chegou para inundar o meu lar de alegria. Basicamente, para me fazer perceber que eu não conhecia o amor até você chegar na minha vida.

chegar na minha vida

Meus dias até você chegar na minha vida

Hoje, eu posso dizer que a maternidade mudou minha vida de uma maneira radical. E não importa se, desde que você chegou na minha vida, ela se tornou melhor ou pior, mais simples ou mais complicada. Você me moldou como ser humano desde que chegou à vida naquela sala de parto.

Eu me dei conta de que tinha mais tempo e mais amigas até você chegar na minha vida. No entanto, desde então, investi segundos, minutos, dias, semanas e meses na bolsa de valores do amor.

Posso afirmar que eu fiquei milionária com um bem que realmente tem valor. Eu ganhei meu melhor amigo, um amigo para a vida toda, meu príncipe ou minha princesa de um conto de fadas infinito.

Momentos relaxantes, passeios memoráveis e viagens surpreendentes preenchiam meu dia a dia da vida de solteira. Eu podia escolher entre dormir ou dançar a noite toda até você chegar na minha vida.

Eu não conhecia preocupações nem perigos. No entanto, hoje compreendo que antes o que mais me faltava era conhecer você.

Até você chegar na minha vida eu ainda não tinha compreendido o valor de um sorriso e o peso de um olhar.

Eu não me lembrava da inocência e da doçura perdidas na minha doce infância. Nem quando eu conheci o papai senti que o amor poderia ser indestrutível, eterno, intransponível.

Amar com uma intensidade jamais vista. Até você chegar na minha vida, eu nunca tinha sido tão importante para alguém.

Também não tinha pensado em como poderia ser bonito ver você crescer. Crescer feliz, felizes, juntos. Entendi, assim, que eu poderia me transformar no mundo para a pessoinha mais especial da minha vida.

Quando você chegou, eu conheci o amor mais maravilhoso

chegar na minha vida

Quando você decidiu fazer parte desse mundo louco, eu comecei a experimentar o amor mais poderoso, maravilhoso e gratificante. O amor de uma mãe pode mover montanhas. É tão poderoso que consegue realizar até o impossível.

Eu descobri a mágica da famosa relação entre mãe e filho, um vínculo que vai mais além do sanguíneo. Um laço estreito e sem igual.

Eu entendi e vi de perto aquilo do que tanto se fala, mas que é tão difícil de explicar: ‘o milagre da vida’.

Esse pequeno ser que faz meu coração bater intensamente é quem antes se agitava dentro de mim. Fez parte do meu corpo e chegou ao mundo com meu coração em suas mãos.

Chegou na minha vida como a verdade universal. Veio para me outorgar o título mais sagrado: mãe. Está aqui para me ensinar, assim como eu a ele.

Por mais que os anos passem, eu não perco a admiração e às vezes ainda fico como quem está andando nas nuvens. Certamente, eu não conhecia o amor até você chegar na minha vida, meu pedacinho de céu.

Imagem de capa, cortesia de Editorial Bromera