O amor da sua vida vai chegar em nove meses

· 19 de maio de 2018
Para aqueles que não são pais, é difícil entender o amor que uma criança proporciona. É uma relação indescritível e inimaginável. Sua intensidade e força só são percebidas olhando nos olhos daquele pequeno ser que você trouxe ao mundo.

Certamente você já ouviu falar que o amor que você sente em relação aos filhos é totalmente diferente de tudo o que você já experimentou antes. Desde o começo da sua gravidez, você tem nove meses para esperar e se preparar para a chegada do amor da sua vida. Esse pequeno ser vai mudar o seu mundo para sempre e vai fazer você experimentar emoções que nunca imaginou.

No momento em que o seu bebê chegar ao mundo, você vai entender que não há nada mais importante. Toda vez que você olhar nos olhos dele vai trazer um sentimento de felicidade plena. Seu olhar vai proporcionar paz, pureza e amor incondicional.

Uma criança imediatamente se torna o amor da sua vida porque a conexão entre vocês dois é incomparável. Você deu a vida e ofereceu um lugar para ela crescer e explorar mundo. Embora um bebê não consiga expressar, sabe disso. É por isso que ele vai querer sempre ter você por perto.

Mamar, ter contato com a pele e ouvir a sua voz, a mesma o bebê que ouviu por tantos meses no seu ventre, apenas reforçará essa ligação única. Pode ser que você sinta medo e tenha muitas dúvidas no caminho, é normal.

Com o tempo você vai entender que a chegada do seu pequenino foi o presente mais lindo que a vida poderia dar. É o sacrifício mais belo, o mais puro ato de amor que você pode experimentar.

Não há afeição mais pura que a maternal: seu filho será o amor de sua vida para sempre.

Insegurança e preocupação

O primeiro trimestre da gravidez pode ser um pouco traumático para as mães. Muitas mudanças são combinadas, tanto hormonais quanto físicas. Os desconfortos físicos, as náuseas e a fadiga aumentam a insegurança que a maternidade traz.

Você não precisa se preocupar. A primeira coisa que você deve lembrar é que é um processo natural para o qual seu corpo está preparado. Se for o seu primeiro filho e você achar que não vai conseguir lidar com essa responsabilidade, também não precisa ter medo. Você não é a primeira a enfrentar este desafio, muitas mulheres passaram pela mesma situação e conseguiram superar sem problemas. O seu instinto maternal vai te guiar.

Além disso, não se esqueça de que você não é a única a esperar pelo amor da sua vida. Muitas pessoas ao seu redor estão à sua disposição para o que você precisar. Os seus amigos, o seu parceiro e, é claro, os futuros avós, também tem um papel muito importante nesse processo e vão ter prazer em ajudar em tudo o que puderem.

“A maternidade tem um efeito humanizador: tudo se reduz ao essencial”
-Meryl Streep-

O cérebro de uma mãe muda na gravidez

Você sabia que a ciência provou que o cérebro da mãe muda durante a gravidez? Este fato é a prova concreta da conexão entre mãe e filho. Essas alterações têm como objetivo proteger o bebê.

Como consequência das modificações hormonais, a mãe será capaz de:

  • Sentir mais empatia pelos sentimentos da criança em sua barriga.
  • Perceber as ameaças com maior suscetibilidade.
  • Identificar sintomas estranhos que podem representar um risco para o bebê.

Claro, isso tem uma explicação. O motivo é diminuição de quantidade de massa cinzenta no cérebro, responsável pelo processamento de informações. Essa redução faz com que a mãe se torne mais eficiente para realizar essas tarefas. Ela vai redirecionar os recursos para o que mais importa neste estágio: cuidar do amor de sua vida.

amor de mãe é incomparável

Prepare-se para criar o amor da sua vida

A maternidade coloca em evidência as forças e deficiências de uma pessoa. Para conseguir um vínculo forte e inquebrável com o seu pequeno, é essencial criá-lo com base no amor e no afeto.

Embora possa parecer um conceito muito amplo, é possível colocar em prática com pequenas ações. Por exemplo, é preciso ter sempre em mente que não é positivo expor as frustrações, os medos e as inseguranças. Pelo contrário, deixe a criança à vontade e dê ferramentas e coragem para que ela busque os próprios sonhos. No futuro, você vai ver ela tentando buscar sozinha o que quiser.

Outro aspecto importante é oferecer carinho e afeto. Não subestime o valor do contato, das carícias, dos abraços e, claro, da compreensão. É preciso estar lado a lado em todos os momentos, desde quando ainda é bebê e à medida que vai crescendo.

As crianças que crescem com o apoio dos pais são mais fortes e emocionalmente estáveis. Isso ocorre porque o estresse gerado pela sensação de falta de proteção consome os recursos do cérebro e afeta a autoestima e a confiança. Por isso, proteja o seu filho deste mal.

O amor da sua vida está a caminho. Ele te espera tanto quanto você espera por ele. Não tente fazer tudo perfeito para a sua chegada pois isso é quase impossível. Apenas sentir o amor dos pais e o ter contato com eles farão os dias do pequeno mais felizes. E os seus também.