O efeito Pigmaleão em crianças

25 de julho de 2019
O que as crianças veem e ouvem de seus pais pode ter uma grande influência na sua autopercepção, seja positivo ou negativo. Como construir uma autoestima saudável nos pequenos?

Você acha que as expectativas e atitudes dos adultos influenciam as crianças? Em seguida, vamos analisar o que é o efeito Pigmaleão em crianças. Trata-se justamente da influência dos pais no desempenho dos pequenos.

O efeito Pigmaleão em crianças foi descoberto no final dos anos 60. Foi realizado um estudo que consistiu em analisar os esforços e dedicação dos professores em relação às crianças de acordo com a informação recebida previamente sobre cada aluno. No fim, foram também examinados o desempenho dos alunos em cada caso.

Tal fenômeno recebeu esse nome particular em homenagem a um antigo escultor do Chipre. O mito conta que Pigmaleão tinha uma estátua chamada Galatea, quem tratava como uma mulher real. Uma noite a obra do escultor ganhou vida graças à deusa Afrodite. Ele tinha certeza de que isso aconteceria e, enfim, tornou-se realidade.

Assim, usamos esse termo para se referir à influência das expectativas de uma pessoa sobre a outra.

Como o efeito Pigmaleão afeta as crianças?

Não é novidade que as crianças veem os pais e professores como modelos a seguir. Por isso, as palavras, os gestos e demonstrações de confiança e segurança dos pais em relação aos pequenos podem ter uma enorme influência e, assim, grandes consequências.

Na verdade, a explicação é muito mais simples do que parece. As crianças aprendem a ver a si mesmas de acordo com o que são ensinadas. Se os pais não confiam em suas habilidades ou, pior ainda, se a criança vê que os pais pensam dessa forma, as chances que ela tem de ser bem-sucedida vão diminuir consideravelmente.

O efeito Pigmaleão em crianças tem efeito em todas as atividades em que a autoestima desempenha um papel importante. Assim, esse efeito pode se manifestar em diversas áreas:

  • Durante a trajetória escolar.
  • Nas atividades esportivas, artísticas ou de qualquer tipo
  • Na relação com os demais em seu ambiente, como os pais, os irmãos, os amigos, os professores, etc.

Quais atitudes dos adultos influenciam as crianças?

Se você se pergunta quais atitudes do dia a dia podem afetar positivamente ou negativamente a confiança dos pequenos, veja alguns exemplos:

  • Linguagem. Tanto o tom de voz quanto as palavras em si são determinantes na hora de expressar os sentimentos. As crianças são muito sensíveis e reconhecem se você transmite desconfiança ou dúvidas.
  • Gestos. A linguagem não verbal é tão ou mais importante do que as palavras que são pronunciadas.
  • Atenção. As crianças percebem o esforço para ajudá-las ou aconselhá-las nas atividades que você acredita que elas têm um grande potencial. Da mesma forma, elas também vão perceber quando você não tiver muitas expectativas.
  • Participação. Um fator relacionado ao ponto acima. Se você comparecer aos jogos quando achar que o seu filho vai ganhar e não comparecer quando achar que ele não tem muitas chances, ele certamente sentirá essa falta de segurança.
  • Exigência. Quanto menores forem as expectativas dos pais, provavelmente menos a criança vai se esforçar.

“O efeito Pigmaleão em crianças afeta as atividades em que a autoestima dela é evidente”.

Consequências negativas do efeito Pigmaleão

Por mais que os pais falem inúmeras vezes que confiam e acreditam que os filhos são capazes, os pequenos podem perceber se isso é realmente verdade por meio de gestos e ações dos adultos.

Assim, se os pais não respeitam o seu espaço, se resolvem todos os seus problemas ou não delegam nenhuma responsabilidade, as crianças provavelmente vão entender que os pais não confiam nelas ou acham que não são capazes o suficiente para realizar tais tarefas.

E os efeitos podem ir mais além. Se os pais tomarem decisões sobre o presente ou futuro do filho sem consultá-lo, podem provocar sérias consequências na imagem que ele tem de si mesmo. Isso inclui desde assuntos cotidianos, como a roupa que ele quer usar, até os mais importantes, como escolher a escola que quer ir ou praticar determinado esporte.

Pense como como as crianças podem se sentir em relação aos demais se seus próprios pais não valorizam a sua opinião ou não deixam que elas assumam responsabilidades.

O efeito Pigmaleão em crianças

O lado positivo do efeito Pigmaleão

Um aspecto fundamental para tirar proveito do efeito Pigmaleão em crianças é detectar o potencial delas e incentivar para que aproveitem ao máximo.

Sem dúvida, isso será muito mais produtivo do que criticar pelo que não sabem fazer bem. No entanto, esse processo deve sempre ser feito apoiando as crianças, pois a intenção é que elas próprias descubram o que gostam e o que fazem bem.

Do mesmo modo, a confiança e a valorização do progresso também são muito importantes. Isso fará com que elas tenham motivação para continuar com os seus esforços. Além disso, reafirma o fato de que são capazes de cumprir os seus objetivos.

No entanto, tenha cuidado. Isso não significa que você deve enganar e fazer o pequeno acreditar que é capaz de fazer tudo. Naturalmente, as limitações e os fracassos existem e fazem parte de todos nós. O segredo está em fazer seu filho entender que é preciso se esforçar para superar os obstáculos.

Em suma, o efeito Pigmaleão em crianças é uma faca de dois gumes. Assim como pode ser uma importante ferramenta de crescimento, também pode dificultar a superação de um fracasso ou afetar diretamente a autoestima. Os resultados dependerão da atitude dos pais em relação aos pequenos.