O milagre da Vida

· 19 de junho de 2018
A vida é uma coletânea de emoções intransferíveis e inesquecíveis.

Existe uma palavra singular de que eu realmente gosto: “inefável”. Ela serve para adjetivar o que não pode ser explicado com palavras. Talvez ela seja a mais adequada para falar sobre o milagre da vida, sobre como tudo começa.

Poucas mulheres conseguem descrever com precisão o que sentem quando seguram o filho em seus braços pela primeira vez. Esse momento é tão maravilhoso que as palavras fogem. Sem dúvida, é uma experiência avassaladora.

Assim, existem coisas que não podemos explicar. Mesmo os cientistas não conseguem explicar por que o universo ainda está em expansão e até onde vai.

Acredito que para muitas mães seja difícil expressar o que sentem quando veem seus filhos pela primeira vez, quando olham o milagre da vida se tornar realidade. Nas frases, sobram adjetivos e palavras, e mesmo assim ainda não conseguimos explicar muito bem o que sentimos. E você sabe por quê? Porque é inefável!

O mundo não tem uma flor em terra alguma, nem o mar tem pérola em qualquer baía que seja como uma criança no colo de sua mãe.

-Oscar Wilde-

Independentemente do ponto de vista, o milagre da vida é fascinante. Um espermatozoide consegue passar a barreira de um óvulo e, em poucos segundos, inicia uma agitação no interior do corpo de uma mulher.

A magia começa, o útero da futura mãe começa a se preparar para seu sortudo inquilino. As células começam a se dividir e, depois, se transformam em órgãos, em partes do corpo minúsculo de um bebê, do seu bebê.

milagre da vida

Parece exagero, mas foi cientificamente provado: imediatamente após a fertilização, começa o desenvolvimento celular, começa o milagre da vida.

“A partir do momento da fecundação, a partir do momento em que a célula feminina recebe toda a informação contida no espermatozoide, existe um ser humano e começa o milagre da vida”, diz Jerôme Lejeune Professor de Genética da Sorbornne, Paris.

O milagre da vida: a evolução perfeita

Quanto mais aprendemos sobre esse mecanismo maravilhoso, mais surpreendente parece ser a concepção humana, assim como todas as funções extraordinárias do corpo da mãe destinadas a este fim.

Por exemplo, oito dias após o óvulo e o espermatozoide se unirem, essa nova vida, que já está composta por centenas de células, desenvolve um hormônio de proteção que evita a rejeição da criança pelo corpo da mãe.

E tudo isso acontece em pouco tempo. Quanto mais estudamos, com o progresso da ciência, mais ficamos maravilhados. Você e seu bebê estão tão unidos, tão juntos que ele pode sentir o mesmo que você.

Parece uma frase poética dizer que ele é uma parte de você, mas é. É uma parte de você e do seu parceiro, portanto ele é uma mistura de ambos.

Nenhuma obra-prima de nenhum artista pode se igualar à criação de um bebê. O sucesso não é medido apenas pelo que somos, mas também pelo presente que damos, e o presente de uma mãe é uma pessoa!

– Gerry Spence-

milagre da vida

Uma nova aventura

A partir do momento da concepção, a mulher vive muitas experiências. Ter um filho muda tudo, não apenas fisicamente, mas também emocionalmente. Nesse sentido, a vida adquire um novo significado, ganha mais sentido.

A maternidade nos humaniza, nos dá um propósito e, ao mesmo tempo, nos dá a chance de se impressionar com o milagre da vida. Também nos traz empatia e sensibilidade. Isso nos faz crescer, além de nos proporcionar vínculos transcendentais.

Uma nova vida é um milagre porque tem o poder de nos transformar e mostra que a vida nunca é estática. Essa mudança nos torna pessoas melhores e faz com que nos preocupemos mais com os outros.

O amor que sentimos pelo nosso bebê é transferido para todas as coisas e pessoas ao nosso redor. Essa vivência nos proporciona um estado de extrema felicidade.

Mais do que tentar definir, devemos aproveitar a plenitude dessa nova oportunidade que a própria vida nos concede. Sejamos pessoas conscientes das maravilhas que a biologia humana nos permite experimentar e brinquemos com as mil e uma respostas que ela nos oferece. Afinal de contas, sem dúvida o milagre da vida existe!