O que é a menometrorragia funcional?

· 6 de fevereiro de 2019
Se você apresentou sangramentos vaginais intensos durante a menstruação ou fora do seu ciclo, você pode ter menometrorragia funcional. A seguir, descrevemos as causas que desencadeiam essa condição.

A menometrorragia funcional é um distúrbio do organismo feminino associado principalmente a alterações hormonais. Ela causa sangramentos vaginais intensos, acompanhados de forte dor abdominal e muita fraqueza.

De fato, essa condição está associada a problemas hormonais, na maioria dos casos em que ocorre. No entanto, ela também está ligada a casos de intoxicação por medicamentos, abortos, mulheres grávidas com placenta prévia e muitas outras patologias.

A seguir, vamos nos aprofundar nos detalhes dessa patologia.

O que é a menometrorragia funcional?

Existem dois tipos de patologia denominados menometrorragia. Uma é chamada de menometrorragia orgânica, enquanto a outra é chamada de menometrorragia funcional.

A menometrorragia orgânica é causada por infecções genitais, miomas, inflamação do colo do útero, tumores, endometriose, vaginite ou pólipos.

A menometrorragia funcional, por outro lado, está mais diretamente associada a problemas hormonais. Pode ocorrer devido a abortos, alterações devido a terapias hormonais com medicamentos, problemas metabólicos e placenta prévia.

Além disso, é uma condição que afeta mulheres em idade fértil e é bastante comum. Mas não representa um risco grave para a saúde, exceto nos casos em que o sangramento está associado a tumores cancerígenos.

Sintomas da menometrorragia funcional

Os sintomas da menometrorragia funcional estão associados a fortes dores abdominais e sangramentos intensos que duram de sete a oito dias. Estima-se que a perda de sangue possa ficar em torno de 100 mililitros por dia.

É por isso que a mulher que sofre dessa condição vai ter fraqueza constante, anemia e deficiência de ferro.

Sintomas da menometrorragia funciona

Certamente, os sangramentos causados pela menometrorragia funcional não necessariamente coincidem com as datas da menstruação.

É possível que esses sangramentos ocorram em dias diferentes, seja devido ao adiantamento do ciclo induzido pelo uso de tratamentos hormonais, seja porque o sangramento não é uma manifestação direta da menstruação.

Tratamento para a menometrorragia funcional

Existem vários tratamentos recomendados para a menometrorragia funcional, dependendo dos motivos que causaram o sangramento.

  • Suspensão dos medicamentos: o tratamento mais simples e imediato é aquele que está ligado ao sangramento devido ao uso de medicamentos vinculados a regulações hormonais.
    • Nesses casos, a simples suspensão da medicação deve fazer com que o sangramento pare ou com que o fluxo se reduza consideravelmente.
  • Repouso absoluto: será recomendado se as causas do sangramento estiverem associadas a gestações de alto risco, quando o feto estiver em risco de sofrer um aborto ou se a mãe sofrer de placenta prévia.
  • Anovulatórios: para mulheres muito jovens que tenham essa condição, são recomendados anovulatórios, ou a ingestão de 10 gramas de progestógenos, conhecidos como acetato de medroxiprogesterona.
    • Eles devem ser administrados entre o 15º e o 24º dia do ciclo por um período de quatro a cinco meses.

“A menometrorragia funcional está mais diretamente associada a problemas hormonais. Pode ocorrer devido a abortos, alterações devido a terapias hormonais com medicamentos, problemas metabólicos ou placenta prévia”

Tratamentos caseiros alternativos

Existem também tratamentos alternativos para a menometrorragia funcional que podem ajudar a aliviar ou diminuir os sintomas desconfortáveis.

É importante esclarecer que o consumo desses remédios naturais por gestantes pode trazer problemas de saúde ao bebê se o médico não for consultado antes.

  • Suco de tamarindo com ameixas desidratadas: essa bebida era dada às mulheres como um remédio caseiro para reduzir ou interromper o sangramento menstrual.
    • É rico em antioxidantes e beneficia as funções cardíacas.
  • Suco de rabanete: é conhecido como um tubérculo que ajuda a regular distúrbios hormonais e que também suprime o sangramento excessivo.
    • O suco pode ser feito com água ou você pode comer o rabanete diretamente, pelo menos quatro unidades ao dia.
menometrorragia funcional

  • Suco de laranja e limão: essa bebida é um dos coadjuvantes mais conhecidos para reduzir os sangramentos vaginais.
    • Além disso, também fornece grandes doses de vitamina C e antioxidantes.
  • Berinjela e beterraba: o suco de berinjela e beterraba é considerado a bebida mais eficaz para interromper o sangramento intenso.
    • Deve-se tomar pelo menos cerca de 350 ml por dia para alcançar efeitos imediatos.

Como recomendação final, aconselha-se que a mulher que esteja apresentando sintomas análogos à menometrorragia funcional consulte o seu ginecologista para que ele possa determinar qual é a causa específica da alteração hormonal.

Além disso, ele vai ser o responsável por indicar o tratamento mais adequado para o seu caso em particular.

  • Fulghesu, A. M., Magnini, R., Piccaluga, M. P., & Porru, C. (2014). Ovulation induction in young girls with menometrorragia: A safe and effective treatment. Gynecological Endocrinology. https://doi.org/10.3109/09513590.2013.860119